Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Política de Ordem

Candidatos à OAB-SP buscam apoio no interior

Por 

A geografia tem ocupado o tempo dos pré-candidatos à presidência da seccional paulista da Ordem dos Advogados do Brasil. Os 320 mil inscritos na OAB-SP estão espalhados pelo estado e é comum ouvir que “é no interior que se ganha eleição”. Enquanto um marca encontro em Campinas, outro faz uma visita a Ribeirão Preto e outra vai a uma festa em Suzano. As paredes dos escritórios estão ganhando até mapas de São Paulo com direito a alfinetes marcando as cidades visitadas e os apoios recebidos.

Palavra em comum
Entre os comentários dos leitores da entrevista com Ricardo Sayeg, publicada pela ConJur na última quarta-feira (14/3), estavam palavras dos também pré-candidatos Roberto Podval e Alberto Zacharias Toron, congratulando o concorrente. Ambos cumprimentaram Sayeg, exaltando o posicionamento do pré-candidato por mudanças na OAB e o foco no dia a dia do operador do Direito. É interessante perceber a única palavra que se repete nas últimas frases dos comentários.

Roberto Podval: “Chegou o novo tempo para a advocacia paulistana. E todos nós estaremos juntos nessa batalha, nesse resgate.”

Alberto Toron: “Oxalá possamos estar juntos! Parabéns novamente!”

Marketing sem marqueteiro
Está para entrar na internet o site do advogado Ricardo Sayeg. O postulante à cadeira de Luiz Flávio Borges D'Urso vai aproveitar a semana para tirar fotos com colegas que o apoiam para produzir material de campanha. Apesar do aumento da exposição pública depois que pegou a defesa de Carlos Augusto de Almeida Ramos, conhecido como Carlinhos Cachoeira, Sayeg ainda não contratou um marqueteiro eleitoral, mas diz estar procurando. Enquanto isso, tem apostado em viagens ao interior: Campinas, Ribeirão Preto, São José dos Campos.

Convidada anfitriã
Convidada para o aniversário de um advogado em São José do Rio Preto, na última sexta-feira (16/3), a pré-candidata Rosana Chiavassa “deu uma palinha” de sua candidatura durante a festa, com direito a manifestação de apoio de colegas. Nesta segunda-feira (19/3), seguiu para um almoço em Suzano, que também tomou formas eleitorais. Na quinta-feira (22/3), a candidata deve rumar a Santos. Sempre a convite.

Adesivo no peito
Em jantar na Catedral do Chopp, em Campinas, o pré-candidato Alberto Toron reuniu cerca de 300 advogados da cidade que manifestaram apoio ao seu nome nas eleições de novembro. No evento, quem tirou fotos com o advogado ostentava adesivos com o lema da campanha, recém-saídos da gráfica: Oposição é Toron. O pré-candidato prometeu, em discurso, mais autonomia para o interior, pois “não se pode falar em democracia enquanto uma subseção tiver que pedir autorização para a sede para realizar um simples curso.”

Mais humildade
A pré-candidata Sônia Mascaro, diz que está conversando com os outros cinco pré-candidatos da oposição. Ela afirma que os postulantes ao cargo de presidente devem reconhecer que o advogado Rui Celso Fragoso, apesar de ter se retirado do pleito, é a maior liderança da oposição, e se unir em torno dele. Pelo menos três candidatos deveriam se juntar, opina Mascaro, “mas, para isso, é preciso que alguns abram mão de concorrer como presidente, com humildade”.

Quæ Sera Tamen
Na última semana, o presidente da OAB-MG, Luís Cláudio, instalou a subseção do Barreiro, a primeira subseção em Belo Horizonte, e deu posse para a diretoria. O advogado mineiro também marcou para o dia 19 de abril a instalação e posse na subseção de Ibirité. Questionado se o movimento de inaugurações e posses tomava contornos eleitorais, garantiu, por meio da assessoria de imprensa da OAB-MG, que o movimento para eleições só começará em agosto.

(Texto alterado às 22h21 do dia 19/3 para correção de informações)

 é repórter da revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 19 de março de 2012, 18h31

Comentários de leitores

3 comentários

Cadê o Marinho?

Último Papa (Outros)

Não entendo por qual razão o Mário de Oliveira Filho, o Marinho, não é pré-candidato à OAB.
O cara detonou na Prerrogativas, saiu a campo pessoalmente, viajou esse interiorzão defendendo advogado, fazendo ato de desagravo, enfrentando situações das quais muitas já tinham corrido antes.
Cadê o Marinho?

Erro na geografia

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Alguém deveria dizer ao CONJUR que São José do Rio Preto não fica no Vale do Paraíba.

é preciso que os candidatos protejam os advogados dos ataque

analucia (Bacharel - Família)

é preciso que os candidatos protejam os advogados dos ataques da Defensoria, pois esta tem atendido pessoas que podem pagar advogados, além de fazer propaganda abusiva e captação de clientela.

Comentários encerrados em 27/03/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.