Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Sob nova direção

Ricardo Teixeira renuncia à presidência da CBF

Depois de 23 anos no comando da entidade máxima do futebol brasileiro, Ricardo Teixeira não é mais presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Em comunicado divulgado hoje, Teixeira deixa o cargo que ocupava desde 1989, alegando problemas de saúde. Com a decisão, ele também abandona o comando do Comitê Organizador da Copa de 2014.

O presidente da CBF, Ricardo Teixeira [Marcello Casal Jr/Agência Brasil]

Quem assume seu posto é um dos vice-presidentes da entidade, José Maria Marin, que já estava no comando da CBF desde a licença médica de Teixeira, na semana passada. Marin fica na presidência pelo menos até 2015, ano em que estão marcadas novas eleições para o órgão. Marin foi presidente da Federação Paulista de Futebol entre 1982 e 1988 e foi vice-governador do estado de São Paulo durante o governo biônico de Paulo Maluf, em 1980. Com informações da Agência Brasil

Revista Consultor Jurídico, 12 de março de 2012, 22h22

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 20/03/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.