Consultor Jurídico

Entrevistas

Faca no pescoço

“Supremo não pode parar para julgar mensalão”

Comentários de leitores

  • Página:
  • 1
  • 2

23 comentários

Bênçãos ao Supremo

Raimunda Amorim Ferreira (Funcionário público)

Como bem disse o Ministro em sua entrevista, o Mensalão devia ter sido julgado em 2011, e não somente agora, que os ânimos já se exaltaram pela espera de um resultado. A meu ver, entretanto, o que de fato importa é que ele seja julgado, para que os culpados possam pagar pelos seus crimes, e, antes que seja tarde demais e eles consigam esconder todos os seus bens, não podendo restituir o erário, ou pelo menos parte dele, porque a vergonha, essa é irreparável. Não sei como esses "caras de pau", no sentido literal do termo, não a têm. Faço questão de assistir a cada dia desse julgamento, sem piscar. Eu aposto no senso de justiça do nosso STF! Que Deus os ilumine e dê sabedoria!

Nada mais inteligente que um ADIAMENTO por RAZÃO SUPERIOR!

Citoyen (Advogado Sócio de Escritório - Empresarial)

Uma ponderação inteligente ganha sempre um ar de seriedade inigualável.
Ainda que inigualável, é, sem dúvida INÍQUA, MALÉVOLA e INSIDIOSA.
E por que o é?
Porque seu brilhantismo reside em OBTER um APOIO quase unânime, sob a justificativa de que sua efetivação é a satisfação de um INTERESSE PÚBLICO!
O fundamento, porém, é PROCRASTINATÓRIO e a PREMISSA - o que lhe serve de base! - sobre a qual repousa É FALSA, É INDECENTE e, finalmente, é IMORAL!
Raciocinem: o que representou o MENSALÃO - e pouco importa, para o caso, QUEM FORAM OS MENSALEIROS, os MALAS ou de QUEM foram as cuecas, os sapatos! - para o BRASIL, para os CIDADÃOS BRASILEIROS?
Para mim, o MENSALÃO foi quase o princípio de TODOS os MALES!
Após o MENSALÃO a ÉTICA começou a DESCER de FORMA INCONTIDA a LADEIRA de SUA DESCONSTITUIÇÃO!
Portanto, APURAR-SE o MENSALÃO é matéria que carece de uma APURAÇÃO IMEDIATA e SUSTADORA de TODAS AS ATIVIDADES que o JUDICIÁRIO TIVER no PAÍS.
Nada se sobrepõe, em VALOR MORAL, ao julgamento do MENSALÃO.
Assim, incluir o MENSALÃO na categoria de SUB-MATÉRIA, ou de SUB-TEMA, é uma maravilhosa jogada de Juristas e Advogados, acima de tudo INTELIGENTES!
Posto o tema como sob o fulgor de BRILHANTES DEBATEDORES ou HOMENS de MANCHETE, eis que ele ganha um colorido de sub-matéria, que deve ser esquecida, porque a NAÇÃO TEM OUTROS TEMAS MAIS IMPORTANTES.
Daí, as REUNIÕES ditas de PRESSÃO PRESIDENCIAL ou MINISTERIAL ganham ares de REUNIÃO PARA CANTIGA de RODAS ou FESTA JUNINA, perdendo toda a relevância e importância.
Cidadão brasileiro. Por favor, NÃO OUÇA o CANTO de SEREIA dos que QUEREM o MENSALÃO ENGAVETADO! _ Porque, pelo que noto, o CANTO de SEREIA que é disseminado, agora, é que a CORTE SUPERIOR tem outros temas, mais importantes, para tratar!

Noções da NOVILÍNGUA PeTralha:

Richard Smith (Consultor)

PROSELITISMO = denúncia de coisas que eu gostaria que ficassem ocultas
MAIORES ESCÂNDALOS = coisas do governo anterior, reais ou imaginárias.
ESCÂNDALO NENHUM = "Compra de votos, burla ao sistema legislativo, dilapidação do erário, quadrilha institucionalizada, leis em concreto, leis dirigidas, falso presidencialismo, falso legislativo, ingerência (bandida) do Executivo no Legislativo e no Judiciário... Democracia destruída" (nos sábios dizeres do sempre ótimo, ponderado e objetivo GILBERTO FIGUEIREDO).
.
Quase esqueço: PERDEU, PT! O POVO ACORDOU!

Mas que tolice!...

Richard Smith (Consultor)

.
Caro Geraldo Tarefeiro Partidário em serviço:
.
Eu não sou "PSDBSerrista" (embora seja nele que irei votar, é claro!) mas apenas "AntiPT-ladroísta-safadista" (claro pleonasmo triplo). Tão somente isto.
.
Depois, é calro que a resposta à minha questão eu sei, tanto é que a proferi.
.
O que eu gostaria de ter visto (e sempre fico frustrado) é algum argumento sólido, consistente, que demonstrasse a FALHA eventual do meu postulado, que pode-se resumir a isto: O PARTIDO QUE TEM CULPAS NO CARTÓRIO PODE ESCONDÊ-LAS DO ELEITOR COM AUXÍLIO DA JUSTIÇA SOB O ARGUMENTO DE QUE EM EVENTUAIS ELEIÇÕES PODERÁ SAIR "PREJUDICADO"?
.
Tente discutir o assunto com outros simpatizantes de seu partido e veja se alguém consegue afrontar a lógica do raciocínio.
.
Mas olhe, não adianta a tentativa de justificar safadezas e malfeitos com pecados, reais ou inventados, do outros, viu?

Chega de proselitismo!

Sersilva (Advogado Associado a Escritório - Administrativa)

O ministro está corretíssimo, infelizmente, (um escândalo que vai a julgamento). E não adianta os partidários do “psdbserrista” que perdem a razão e ao final perguntam, "alguma falha no meu raciocínio?”. Ora, caro "comentaserrista" a resposta vc sabe muito bem.
Os maiores escândalos foram sepultados pelo “engavetador geral de republica” - reeleição, mensalão mineiro, apagão moral (o elétrico foi só incompetência mesmo), entre tantos. Salve o Brasil e para de proselitismo.

O Estado Democrático de Direito e o Sr. Ministro

Gabriel Figueiredo (Advogado Autônomo - Empresarial)

(continuação)
Sempre. Será? Não sei; verei agora... a teoria da argumentação muito lhe serve, refulge a moral do senhor. Consegue parecer certo as coisas que mais parecem erradas. Como este seu discurso. Mas é isso, a “bondade dos bons”... “quem nos salva da bondade dos bons” (Agostinho Ramalho)? Quem nos salvará da sua bondade, Sr. Ministro? Quem nos salvará do seu “bom” Estado Democrático de Direito e de sua falsa isonomia processual?

O Estado Democrático de Direito e o Sr. Ministro

Gabriel Figueiredo (Advogado Autônomo - Empresarial)

Não é de agora que muito se critica essa maldição que ronda as decisões do STF. Seria inconveniente julgar o Mensalão em período de eleição? O que queres? A CRFB/88 trouxe a política para a justiça (ou teria sido antes, há muito tempo? [Carl Schmitt]), disso ninguém duvida. Mas fazer juízo de valores baseado em campanhas eleitorais, isso me assusta, me indigna. Fico pensando, Vossa Excelência (Sr. Ministro) poderia definir o que seria um “Estado Democrático de Direito”. A parte do “democrático” com certeza foi deixa de lado, já que o senhor considera o Mensalão um “processo normal”. Por que digo isso? Compra de votos, burla ao sistema legislativo, dilapidação do erário, quadrilha institucionalizada, leis em concreto, leis dirigidas, falso presidencialismo, falso legislativo, ingerência (bandida) do Executivo no Legislativo e no Judiciário... Democracia destruída. Ninguém poderia definir ao certo o que é a Democracia, mas facilmente se pode dizer o que ela não é. Então, Sr. Ministro, dar prioridade a um processo que agride a Democracia não é vilipendiá-la, ao contrário, é sublimá-la, encimá-la. E quanto ao “Direito”, onde fica? Bem, com toda certeza, este termo aberto (existiria algum empedernidamente fechado?) não se encontra (convencionalmente, é claro) em seu vocabulário. Veja-se: Inconveniência do julgamento do Mensalão, eleições, interferência nas candidaturas do PT, enfraquecimento do poder político dos petistas... Judiciário arrasado, manipulado, politizado (o problema do ativismo “inocente”, “bondoso”). Acompanho (nos limites do possível) os seus votos, Excelência. Fato, o senhor sempre discorda... beira a anarquia. Discordar é bom; afasta-se do senso comum teórico (Warat).

Paciência tem limite

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Respeito muito o Ministro Marco Aurélio, mas com exceção dos casos de prisão não vejo nada que seja mais importante a ser posto em julgamento do que o "Mensalão". Isso porque está sendo discutido nesta ação os pilares do sistema republicano brasileiro, na medida em que a acusação alega que os parlamentares recebiam mensalmente uma quantia em dinheiro para votar de tal ou qual forma, o que transforma todos nós em escravos do Poder Executivo. No mais, o Ministro deveria lembrar que estamos há 7 longos anos aguardando o julgamento do "Mensalão", e até agora nada.

O que fica

Cid Moura (Professor)

Claro é que Ministro algum é juiz. Eles são Advogados de seu Egocentrismo ou de grupos Oligarquicos. Todos , sem exceção.

o golpe institucional com auxilio dos "de dentro"

hammer eduardo (Consultor)

O Ministro marco aurelio de mello é famoso por seus devaneios e seu total "descolamento" da lamentavel realidade brasileira. Sua mais famosa trapalhada foi o memoravel habeas-corpus que deu para o Salvatore Cacciola que permitiu que o "mafioso light" desse o pinote do Brasil de volta para sua amada Italia , para traze-lo de novo foi uma novela digna do horario nobre da Globo.
Tambem conta negativamente o FATO de ter sido indicado pelo seu "priminho" fernando collor de merllo , nauseabunda figura publica que só permanece solta devido ao FATO de que isto aqui é uma republiqueta bananeira de quinta categoria que não defenestra devidamente da vida publica notorios BANDIDOS que se limitam a sair por uma porta e voltar pela outra , infelizmente isto agora é coisa corriqueira.
Esta entrevista ao CONJUR não deixa muita margem a duvidas sobre o FATO de que uma boa parte do nosso empoado STF esta devidamente "dominado" pela corja petralha que a cada dia que passa mais aumenta seu poder mafioso sobre todos os setores da vida publica brasileira. A tal reportagem da VEJA somada com outras declarações do Ministro Gilmar Mendes , não deixam duvida que a pizza esta pronta para ir para o forno ajudada pelo fator SABOTAGEM dos prazos de prescrição. A bandidada que deveria ser julgada esta apenas olhando atenta para o relogio pois o baile de mascaras esta em pleno andamento e a pizza deverá ficar tostada no ponto ideal.
Infelizmente vivemos num paiszinho VAGABUNDO que "se acha" mais importante do que realmente teria sido , o estado de ESCULHAMBAÇÃO generalizado esta ai para quem quiser ver. Palavra que sinto saudades do ronco dos Tanques nestas horas tamanha a ZONA que estamos virando, um nojo para ser economico com as palavras .

luzes da ribalta

Luiz Antonio Rodrigues (Comerciante)

esse ministro é uma peça! tem sempre uma "boa" explicação para tudo!
acha normal o ex-presidente contatar todos os ministros do stf para "expor" o próprio interêsse em postergar o julgamento do mensalão.
agora, lebra-se que existem milhares de outros processos aguardando vez para julgamento, anteriores ao mensalão.
talvez, se fizesse uma minuciosa verificação, constataria que boa parte desses milhares, já prescreveram ! culpa nossa ?
se não estivesse tão preocupado em "aparecer" na mídia, talvez ajudasse mais este país a ficar um pouco mais sério.
ao trabalho, ministro ! e aproveite para levar seu colega levandowski, também !

Então vamos falar no atacado Ministro...

Mig77 (Publicitário)

O Brasil é 84º no IDH.Mas isso vem ao caso?Vem sim...quando leio elogios fartos a brasileiros em algum lugar no poder fico cético quanto aos interesses e possíveis resultados de fato.
O Mensalão foi e continua sendo a maior agressão ao povo brasileiro desde o Golpe Militar de 1964.Pura traição à democracia e como tal, mostra claramente qual o objetivo final.Puro enriquecimento pelo poder.Como o golpe militar que enriqueceu os mandantes e financiadores, com a utilização da máquina pública,isto é as Forças Armadas, o Mensalão foi arquitetado na medida para o enriquecimento e perpetuação do PT no poder.O José Dirceu tinha isso na cabeça em 1.968.Acreditem, esse fdp é um gênio. Utilizando o que o Brasil tem de pior, que são os seus políticos, sua histórica moral rasteira e seu sentimento apátrida foi fácil para o PT "comprar" os votos e votantes,visando seus interesses.
Paga-se e tem-se o poder.O Ministro Marco Aurélio deveria olhar para a possibilidade da prescrição e também despertar sua curiosidade para saber como funcionava o esquema.O povo cordeiro, passivo e festeiro gostaria de saber...Ah !!! e o IDH ?84º lugar...Bem...acredito que essa vergonhosa colocação seja auto-explicativa...

Perdoem-me os incautos, mas é tudo jogo de cena...

J.Koffler - Cientista Jurídico-Social (Professor)

Aprecio por demais os julgados do Min. Marco Aurélio, sua postura e sua coerência. Agora, em relação à exposição ora em comento, sinto ter que afirmar que "cheira a coisa putrefata" - como, aliás, parece ser sistemática estandardizada em nosso país, quando se trata de temas políticos e seus envolvidos em qualquer julgamento.
*
O único caso que chegou aos extremos, com o defenestramento do ex-presidente Collor, é prova de que manipulam-se interesses setorizados para o bem de poucos, nunca para "felicidade geral da nação". Esta esteve, está e continuará a estar no difuso limbo da "quinta roda da carroça", seu torpemente legitimado lugar através da história.
*
A defesa do Min. Marco Aurélio ao afirmar que Lula teria razão em seu pleito (de atrasar o famigerado julgamento), é simplesmente decepcionante. Denota que um indivíduo sabidamente manipulador, egôlatra e capcioso, como o ex-presidente, continuar a manobrar com marionetes no cenário político-jurídico. Sinceramente, do alto dos meus 67 anos, não consigo entender tanta idolatria por um indivíduo que, ao simples olhar ou diante de um efêmero discurso seu, denota claros traços de falsidade e de egocentrismo, indignos de quem se auto-intitula - mesmo que em meias-palavras - um "salvador da pátria", um "novo messias".
*
Por derradeiro, o torpe argumento do ministro sobre tal julgamento poder vir a prejudicar os resultados das próximas eleições, é a chancela para ratificar o "algo de estranho no ar", posto que, sabido é, o abuso de poder anterior a qualquer eleição é escancaradamente vergonhoso, nada obstante nunca algum ministro do STF tivesse se pronunciado a respeito.
*
Infelizmente, decepcionou-me.

Prescrição, uma defesa silenciosa

Jornalista e Bacharel em Direito (Servidor)

O que seria de muitos "malfeitores" de recursos públicos se não existisse a pescreição? A morosidade da justiça e os milhjares de processos pendentes nos tribunais acabam favorecendo sempre os acusados. O exemplo é esse julgamento do "mensalão". Será se ele não passou á frente de milhares de outros processos que estão aguardando julgamento? Isso é Brasil!

O Judiciário é independente

Sergio Antonio Mezini (Servidor)

Excelente a entrevista do Min. Marco Aurélio. Por mais que discorde, não há como se submeter a um Judiciário peitado, seja pela opinião pública, seja pela imprensa, seja por qualquer outro. Eu tenho um processo no STF há seis anos aguardando julgamento. Se apenas pelo "mensalão", ele ficar parado mais tempo, não será prestada a jurisdição.

STF e o mensalão

J. Cordeiro (Advogado Autônomo - Civil)

Sr. Haidar, este é o verdadeiro Marco Aurélio, equilibrado, coerente com suas idéias e ideais. Diferente daquele que, no dia 27 pp. investiu como cão irado contra um ex-presidente da República, conforme sua coluna "episódio anômolo". O de agor,lembrou-me Gonçalves Dias, no "I Juca Pirama, a maldição", quando o velho guerreiro ouve o grito de guerra do filho que havia amaldiçoado. Este, sim, é o Sr. Marcos Aurélio, digno ministro da mais alta Corte brasileira; não aquele que, como menino ingênuo, deixa-se usar por quantos de sua posição se utilizar para fins inconfessáveis. Que o exemplo, que não apaga a mácula anterior, seja notado e seguido por quantos magistrados, sedentos de glória, trocam a grandeza da magistratura por relés trocados, menos de "trinta dinheiros".

Coragem

Observador.. (Economista)

Mais uma vez o Min. Marco Aure'lio demonstra sua coragem e independencia.
Muitas vezes discordo ( como agora ) mas admiro sua postura.

Temos um (um?!) PeTralha na Suprema Corte!

Richard Smith (Consultor)

.
FInanciamento público de campanha?! (tese muito cara ao PT) Mão no nosso bolso mais profundamente?!
.
Mas o PT não teve, registrado no TSE, DOAÇÕES DE MAIS DE TRINTA MILHÕES DE REAIS de empresas, no ano passado? Ano não-eleitoral?
.
Desde quando e por qual motivo o tal "financiamento público" evitaria as doações secretas e na espera da comPTente "retribuição"?
.
Se alguém puder me convencer desta "mágica", permaneço à disposição.
.
PERDEU, PT! O POVO ACORDOU!

"Normalidade" das Instituições (todas no lixo)!

Richard Smith (Consultor)

.
"Desequilíbrio do processo"?! O motoqueiro adolescente tardio endoidou?
.
Que dizer que com eleições a cada dois anos a Justiça só poderia funcionar nos anos ímpares?
.
Mas muito pior, se houver condenações no processo relativo ao MAIOR ESCÂNDALO da História Republicana (pelo menos até o caso da "lambança da Anta" chantagista, é claro!) haverá de ser "data maxima venia" devido à culpa da quadrilha de peculatários e ladrões, não é?
.
E aí, eu acho que quem é LADRÃO, PECULATÁRIO, DEMOCRATICIDA, CHANTAGISTA e etc. NEM DEVERIA DISPUTAR ELEIÇÕES (alô, ficha limpa!) quanto mais querer esconder dos eleitores os seus malfeitos, como vem fazendo desde 1980, não?!
.
Alguma falha no meu raciocínio?
.
Mais uma passada do arado no campo, na minha opinião. Temo apenas que se não houver o julgamento e a justiça não for feita, somente nos restará pegar em armas para livrar-nos desta corja que nos assola!
.
Enquanto isso: PERDEU, PT! O POVO ACORDOU!

Data venia

JA Advogado (Advogado Autônomo)

Todos nós temos lá alguma admiração pelo min. Marco Aurélio, mas por favor, dizer que não há necessidade de julgar agora um processo em que um bando de larápios deu prejuízo de vários bilhões de reais aos cofres públicos é, no mínimo, uma temeridade. É quase como dizer "olha, deixe prescrever esse negócio que é melhor...". E ainda falar temos o problema do ano eleitoral, dar razão ao Lula, um néscio em direito mas uma raposa política a defender o seu galinheiro... Olha, já não entendo mais nada e registro aqui minha enorme decepção com essas teses do min. Marco Aurélio. Já não sei mais se ainda há juízes em Berlim.

  • Página:
  • 1
  • 2

Comentar

Comentários encerrados em 8/06/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.