Consultor Jurídico

Notícias

Advogado e cliente

Procurador propõe representação contra Thomaz Bastos

Comentários de leitores

77 comentários

Por que NÃO

Agente (Oficial da Aeronáutica)

Estaria ele acima da Lei ? Penso que há pessoas que precisam reler o Art 180 do CP.

Vadiagem

JA Advogado (Advogado Autônomo)

Há certos membros do Ministério Público que poderiam ser processados pela prática contumaz da vadiagem. Este caso poderia tipificar a contravenção porque estaria a demonstrar que o procurador não tem muito o que fazer ou finge que não tem, o que poderia até agravar (qualificar) a tipificação. E sabemos que nestes casos o delito é inafiançável (CP-Art.323, IV). Claro que teria que haver prova da vadiagem, que nesta fase é apenas mera suposição. Há a possibilidade de que o procurador seja uma pessoa de bem, trabalhador honesto, servidor exemplar e que tenha apenas sido induzido a assinar uma representação dessas, num momento de distração. É bom darmos a ele o benefício, no mínimo, da dúvida.

Ôps!

Richard Smith (Consultor)

.
"MAGNA" é calro e não "MAGAN", como constou (eita dislexia!)

Puxa, mas que silêncio!...

Richard Smith (Consultor)

.
Ninguém tem nenhuma palavrinha acerca da MAGAN lição ensinada por um HOMEM e um ADVOGADO de verdade? Que triste.
.
Então, apenas para provocar: com todo o respeito ao eminente ex-ministro do (des)governo que nos assola - e arquiteto da tese de que o famigerado "Mensalão" era "apenas" Caixa 2 - alguém aqui o imagina fazendo questionamentos como os do nobre Dr. Sobral Pinto aos "amigos" do contraventor que o procuraram para a sua defesa!
.
Perguntar não ofende, né?

"Alí vai um HOMEM!"

Richard Smith (Consultor)

.
Carta de SOBRAL PINTO ao poeta Augusto Schmidt após ter-se recusado a aceitar uma causa sua sem prévio exame:
.
"O primeiro e mais fundamental dever do advogado é ser o juiz inicial da causa que lhe levam para patrocinar. Incumbe-lhe, antes de tudo, examinar minuciosamente a hipótese para ver se ela é realmente defensável em face dos preceitos da justiça. Só depois de que eu me convenço de que a justiça está com a parte que me procura é que me ponho à sua disposição". A regra (...) "Não seria a primeira vez que, procurado por um amigo para patrocinar a causa que me trazia, tive de dizer-lhe que a justiça não estava do seu lado, PELO QUE NÃO ME ERA LÍCITO DEFENDER OS SEUS INTERESSES" [grifo meu].
.
"Ressalto que a advocacia não se destina à defesa de quaisquer interesses. Não basta a amizade ou honorários de vulto para que um advogado se sinta justificado diante de sua consciência pelo patrocínio de uma causa. (…) O advogado não é, assim, um técnico às ordens desta ou daquela pessoa que se dispõe a comparecer à Justiça. (…) O advogado é, necessariamente, uma consciência escrupulosa ao serviço tão só dos interesses da justiça, incumbindo-lhe, por isto, aconselhar àquelas partes que o procuram a que não discutam aqueles casos nos quais não lhes assiste nenhuma razão".
.
E a aula termina com palavras que deveriam ser reproduzidas em bronze nas portas das faculdades de Direito:
.
"É indispensável que os clientes procurem o advogado de suas preferências como um homem de bem a quem se vai pedir conselho. (…) Orientada neste sentido, a advocacia é, nos países moralizados, um elemento de ordem e um dos mais eficientes instrumentos de realização do bem comum da sociedade”.
ESTAS SÃO AS PALAVRAS DE UM HOMEM E DE UM ADVOGADO COM LETRAS MAIÚSCULAS

Eu, hein, "fessô"?! Comigo não...

Richard Smith (Consultor)

.
Caro "fessô" PeTralha II:
.
Não se trata de nenhuma fixação de minha parte, tenha a certeza, mas sim de apenas o uso de um exemplo, e clamoroso, de uma tautologia praticada pela mais alta Corte do País, justamente a que tem como escôpo a defesa da Constituição!
.
Em que pesem os "humanísticos", "poéticos" e até melosos argumentos dos ilustres Srs. Ministros o fato é que decidiram contra TEXTO EXPRESSO da Constituição Federal que reserva o conceito de União Estável para casais compostos de João e Maria e não de João e João ou de Maria e Maria. Algum defeito na minha argumentação?
.
E saiba que, nada tenho com o relacionamento pessoal de ninguém. Entre quatro paredes e desde que não envolva crianças ou animais, cada faz o que quer e dá o que tem. Mas que isso não será CASAMENTO nunca, por mais que o Secretário geral da ONU, ou o sr. Obama afirmem diferente, não o será!
.
p.s. E aliás, falando-se em PEDERASTIA, o senhor que aparentemente ignorava, consegui se esclarecer com a minha detalhada descrição envolvendo a tentativa de estupro perpetrada pelo ApeDELTA Sem-Dedo e Sem-Moral contra o pobre do "menino do MEP" lá no DOPS em 1980? Estimo.
.
Passar bem.

Eu, hein, "fessô"?! Comigo não...

Richard Smith (Consultor)

.
Caro "fessô" PeTralha II:
.
Não se trata de nenhuma fixação de minha parte, tenha a certeza, mas sim de apenas o uso de um exemplo, e clamoroso, de uma tautologia praticada pela mais alta Corte do País, justamente a que tem como escôpo a defesa da Constituição!
.
Em que pesem os "humanísticos", "poéticos" e até melosos argumentos dos ilustres Srs. Ministros o fato é que decidiram contra TEXTO EXPRESSO da Constituição Federal que reserva o conceito de União Estável para casais compostos de João e Maria e não de João e João ou de Maria e Maria. Algum defeito na minha argumentação?
.
E saiba que, nada tenho com o relacionamento pessoal de ninguém. Entre quatro paredes e desde que não envolva crianças ou animais, cada faz o que quer e dá o que tem. Mas que isso não será CASAMENTO nunca, por mais que o Secretário geral da ONU, ou o sr. Obama afirmem diferente, não o será!
.
p.s. E aliás, falando-se em PEDERASTIA, o senhor que aparentemente ignorava, consegui se esclarecer com a minha detalhada descrição envolvendo a tentativa de estupro perpetrada pelo ApeDELTA Sem-Dedo e Sem-Moral contra o pobre do "menino do MEP" lá no DOPS em 1980? Estimo.
.
Passar bem.

O ex-ministro e o contraventor

Honyldo (Consultor)

Concordo com o dr. Artur. No mínimo existe um conflito de interesses quando um ex-ministro de Estado, advogado, torna-se defensor de um contraventor que agiu no período em que o primeiro era agente público preposto.
Entende-se as manifestações corporativistas de solidariedade, mas estas não afastam o conflito em si, bem como os aspectos morais e éticos da questão.
Constata-se muita coisa acontecendo, difíceis de se explicar para qualquer estrangeiro, quiçá para nossos filhos e netos.
Lamentavelmente, isto é o Brasil, dissolvendo, cada vez mais, o futuro de seu povo.

rivotril ao smith

Leneu (Professor)

que em quase todas as suas manifestações se manifesta contra as uniões homoafetivas, algo que lhe incomoda deveras nao se sabe a razão.

Fazendo as contas R$ 4.124.243,70 de i. renda

Artur Colella - Advogado e Prof. Universitário (Advogado Autônomo - Tributária)

Não se está aqui a criticar o exercício da advocacia a uma pessoa acusada da prática de um crime, o que não se pode permitir nem admitir é que o acusado de praticar crimes envolvendo o Estado seja defendido por alguém que fêz parte desse mesmo Estado ao tempo em que o crime foi praticado. Nada a criticar se o advogado do cachoeira fosse um ilustre desconhecido ou se um ilustre conhecido desde que não tivesse o pé dentro do Estado.
Quanto aos honorários de R$ 15 milhões, se entre pessoas físicas, será pago R$ 4 MILHÕES de imposto de renda, portanto sobra APENAS A PEQUENA QUANTIA DE R$ 11 MILHÕES!!!!! imposto que a Receita Federal já deve estar contabilizando...

O mecãnico

Fernando José Gonçalves (Advogado Sócio de Escritório)

Isso lembra a história de um mecânico de barcos.Um navio pesqueiro 'pifou' em mar alto. Sua carga era perecível e estimada em milhões de dólares.Nada o fazia funcionar e os engenheiros a bordo já haviam desistido.Contatada a base em terra,os donos da embarcação ficaram desesperados,em especial qdo.souberam que esgotadas as possibilidades de conserto pela equipe do navio.Um auxiliar do auxiliar de limpeza chamou o capitão e disse:conheço um barqueiro,pescador,que também entende muito de mecânica e conserta os seus próprios barcos.Ele fica há uns dez quilômetros daqui e podemos trazê-lo usando o bote salva-vidas.Mesmo achando um absurdo,o capitão aquiesceu e mandou baixar o bote.Duas horas depois chegaram o ajudante e o mecânico.O capitão contou-lhe o que se passava mas notou que o sujeito nem lhe deu ouvidos.Desceu para a casa das máquinas e mandou ligar os motores.Nada!Olhou,olhou,pegou a sua maleta (com 4 ferramentas,sendo uma delas 1 martelo)e,com ele deu duas batidas num dos motores.Mandou acionar a ignição e..'voilá',tudo voltou a funcionar.Todos ficaram surpresos;engenheiros,mecânicos e a tripulação.O capitão então perguntou o preço,ao que o mecânico respondeu: 30mil reais. O que ? por duas batidas com o martelo? Não,respondeu o 'salvador da pátria'; as batidas custam mil cada;os outros 28mil são por bater 'no lugar certo'.É por aí,dos 15, 2milhões pagam a defesa.Os outros 13 são pela influência política do escolhido, coisa que ninguém tem tal como ele que já esteve lá,como tbém teve ciência desses mesmos fatos,quando ainda ministro. Eis a diferença de profissional para 'profissional'.

Por derradeiro...

Richard Smith (Consultor)

.
Em 1988 houve a famosa "CPI da Corrupção" que terminou por incriminar diversas pessoas, principalmente josé sarney e o seu genro do peito: jorge murad.
.
A denúncia contra o presidente FOI REJEITADA pelo COngresso sob o patético argumento de que a Lei de Responsabilidade de 1950, "não havia sido recepcionada pela nova Constituição!".
.
Curiosamente, a mesma lei foi convenientemente "achada", dois anos depois, para processar o então presidente collor!
.
Mais recentemente, o E.STF, em brutal e absurda contrariedade a EXPRESSO dispositivo constitucional, elevou à mesma categoria as ditas uniões homoafetivas á categoria de relacionamento estável.
.
E agora temos a Comissão que está elaborando a revisão do Código Penal querendo implantar o aborto no Pais através de uma "canetada", quer descriminalizar o consumo de drogas e impor a tal da lei anti-homofobia...
.
Vem-me pois a pergunta: Num país de leis e ordenamentos assim, tão, hum, "mutantes", aonde tudo, absolutamente, está "em discussão" e as interpretações podem ser tão "flúidas", por quê devem existir temas "tabús", que não podem ser nem aventados e tótens "sagrados" imexíveis (como diria o Magri)?

Honorários advocatícios

Edson Sampaio (Advogado Autônomo - Civil)

REENVIANDO. É profundamente lamentável que aqui em Venda Nova-BH/MG eu não tenha cliente que possa desembolsar tão significante quantia a título de honorários advocatícios.
Quanto ao mais, o sr Procurador só quer os quinze segundos na mídia para simplesmente "aparecer" pois o advogado Márcio Thomaz Bastos está exercendo seu munus de grande advogado que é e que representa para nossa classe.

Honorários advocatícios

Edson Sampaio (Advogado Autônomo - Civil)

É profundamente lamentável que aqui em venda nova-bh/mg eu não tenha cliente que possa desembolsar tão significante quantia a título de honorários advocatícios.
Quanto ao mais, o sr procurador só quer os quinze segundos na mídia para simplesmente "aparecer" pois o advogado márcio thomaz bastos está exercendo seu munus de gtrande advogado q

Como?! I

Richard Smith (Consultor)

.
Eu acho que se instalou uma pequena confusão aqui no democrático fórum, senão uma falácia mesmo, senão vejamos:
.
A) O fornecedor de carnes, o eventual preatado de serviços de táxi ou até mesmo o jardineiro de um eventual contraventor ou criminoso, justamente dada a natureza das suas relações eventuais com ele, não deve (e nem poderia) questionar a orígem da pequena paga que lhe está sendo efetuada?
.
B) Já um advogado que priva, assim como o médico, das mais íntimas angústias do seu cliente, na minha opinião deveria fazê-lo sim, inclusive em proveito da sua própria imagem;
.
C) Não se discute que atualmente, o Sr. Thomaz Bastos, graças à sua competência profissional e experiência, mas também às suas relações com o poder, que inclusive o levaram a ocupar relevantes cargos PÚBLICOS é o criminalista mais prestigiado do País;
.
D) Tão certo como qualquer cidadão é considerado inocente até prova me contrário (menos para os justiçadores PeTralhas, é calro!) é o fato de que qualquer um, tem direito à melhor defesa POSSÍVEL (friso novamente);
.
E) Alguns consideraram, aqui neste espaço, pasme-se, que até o Fisco, se amanhã executasse tributariamente o dito cujo "Cachoeira", estaria apropriando-se de dinheiro "ilegal", esquecendo-se que o Fisco, mediante legislação própria pune a SONEGAÇÃO de tributos ante evidências de enriquecimento não-declarado (aliás, para os de pouca memória, foi assim que os federais conseguiram colocar Alphonse Capone atrás das grades). Ou seja, para os passionais, o fundilho liga-se às calças;
.
E) Ademais, existem as MULTAS PENAIS por enriquecimento ilícito, ainda mais se ocorrido mediante subtração de verbas públicas, multas eesas que podem chegar a 150 ou 200% do valor comprovado.
(segue)

Como?! II

Richard Smith (Consultor)

.
Estaria pois o judiciário impedido de cobrar tais multas por tratar-se de dinheiro ilegal? Ridículo!
.
Quem aqui teve a oportunidade de assistir ao magnífico filme de Ridley Scott, "O GÂNGSTER" com Denzel Washington e Russell Crowe, que narra a história real da ascenção de Frank Lucas, traficante negro que resolve remover a Máfia como intermediária das dorgas e importá-las diretamente do Oriente, aproveitando-se da Guerra do Vietnã (e que manteve-se obscuro por muito tempo, porque ninguém na polícia queria acreditar que um NEGRO pudesse ser o chefe do tráfico!) deve lembrar-se que no acordo que leh é oferecido, este, em troca da redução da pena, deve testemunhar contra todos os políciais corruptos e entregar CADA CENTAVO dos milhões e milhões d edólares que havia arrecadado com sua atividade!
.
Aqui ficaria a pergunta: ora, mas como ele vai pagar o seu advogado? Lá a resposta é simples: defensoria pública (que funciona, é claro!) e "estamos conversados". Tanto que no filme, o policial que o prendeu acaba se aposentando e representando-o em diversos processos capilares ao principal.
.
Então para mim, a questão que se coloca é: precisava ser ESTE advogado, ex-minstro da justiça de governo tão próximo e umbelicalmente ligado aos fatos investigados? Isso não traz um "fumus malus iuris" desnecessário?
.
Depois, agiu corretamente o causídico em questão em divulgar os seus avultados honorários e ainda por cima, quando indagado de como iria recebê-los, fazer chiste dizendo: "nesta hora sempre aparecem os amigos!" (?!) eu sei que Roberto Carlos queria "ter um milhão de amigos", mas QUINZE MILHÕES (ou melhor, amigos de QUINZE MILHÕES!)?! Não sei não!
.
Mas como nós estamos vivendo "tempos interessantes" (como na terrível maldição chinêsa)...

Querem calar a advocacia

roberto guimarães (Advogado Autônomo)

Ridícula e leviana a postura do procurador, que ao meu ver, tenta chamar holofotes para se auto promover e quando, quem sabe,se aposentar vir ADVOGAR como defensor de também poder cobrar altos honorários por sua notoriedade nacional. Ademais, se sua interpretação fosse colocada em prática, o padeiro, o taxista, o açogueiro, o pracista do pedágio, enfim todos que labutam diariamente para angariar seu sustento não poderiam receber qualquer valor de "ditos criminosos" somente porque seu dinheiro seja de fonte ilicita. O advogado é como qualquer outro profissional, que trabalha e merece seu rendimento, e não está obrigado á questionar a origem do dinheiro que recebe pelos seus serviços. Em contrário, a regra deve se aplicar á todos profissionais, absurdo!!!

Jogo político orquestrado pelos infelizes

Inácio Henrique (Serventuário)

Essa postura é típica dos infelizes, em outros tempos já tivemos tentativas de calar o Judiciário Federal do RJ com intervenções infundadas, e conseguiram causar enorme constrangimento aos envolvidos.
Agora é com a advocacia. Será que se esquecem que todo acusado tem direito constitucional de ser defendido por um profissional?
O pior é que basta você pensar, isso mesmo pensar, e exercitar o exercício dessas idéias para que imediatamente, ser acusado de qualquer coisa sem fundamento, isso mesmo, basta lançar uma acusação e os que forem mais sensíveis a essas manobra poderão cair sob o julga dos hipócritas. Caso você não se dobre e persista da maneira mais correta lutando pelo considera sensato, novas acusações poderão surgir, com o fim único de tirar aquela pessoa que pensa e exercita esse direito do cenário político institucional.
O problema é quando o judiciário não vislumbra de imediato que uma denúncia poder estar viciada pelo ranço do jogo político orquestradas pelos infelizes.

Querem calar a advocacia

roberto guimarães (Advogado Autônomo)

Ridícula e leviana a postura do procurador, que ao meu ver, tenta chamar holofotes para se auto promover e quando, quem sabe,se aposentar vir ADVOGAR como defensor de também poder cobrar altos honorários por sua notoriedade nacional. Ademais, se sua interpretação fosse colocada em prática, o padeiro, o taxista, o açogueiro, o pracista do pedágio, enfim todos que labutam diariamente para angariar seu sustento não poderiam receber qualquer valor de "ditos criminosos" somente porque seu dinheiro seja de fonte ilicita. O advogado é como qualquer outro profissional, que trabalha e merece seu rendimento, e não está obrigado á questionar a origem do dinheiro que recebe pelos seus serviços. Em contrário, a regra deve se aplicar á todos profissionais, absurdo!!!

Ponderações...

Richard Smith (Consultor)

.
O comentário do Professor Criminal é assaz pertinente.
.
Meu pai que era policial sempre dizia: "Malandro bom tem sempre o do advogado reservado". E poderia completar, como mencionado pelo professor: o pé-de-chinelo conta com os "colegas", não?
.
Eu acho que um grande problema que perspassa a maioria dos comentários aqui deste democrático espaço quando as matérias tratadas são de natureza Penal é que ronda no ar uma presunção quase absoluta (e não falo do Instituto legal da Presunção de Inocência, fique claro!) da inocência e das grandes injustiças que se estão comentendo contra "cidadãos de bem". É o mundo idílico da fantasia e do sonho. Parece que vivemos numa ditadura aonde qualquer cidadão pode ser subitamente arrastado para o cárcere apenas por ter olhado para o "guarda da esquina"!
.
Esquece-se que a OPÇÃO de enveredar pelo mundo do crime é eminentemente VOLITIVA, ou seja, é uma escolha PESSOAL do delinquente.
.
E que esta delinquência efetivamente EXISTE e gera consequências deletérias à Sociedade e lancinantes para as vítimas!
.
Salvo eventuais erros judiciários, NÃO EXISTEM ANJOS entre aqueles que decidem violar a lei, mormente os de forma violenta!
.
Feita esta digressão e voltando ao assunto, lembro-me de quando era gerente de um eminente escritório de advocacia civil e certa vez pude ouvir a conversa de um advogado criminalista que lá havia, com a mãe de um preso por certo crime. Aquele profissional ouviu-a com muita consideração, ponderou todas as circunstâncias e ao final disse: "bem senhora, são 'X' mil cruzados (hoje, uns R$ 10 mil)". A mulher saiu toda chorosa e ele, percebendo que havia escutado me disse: "Está chocado? Só que eu lhe digo: ela é mãe, mas passarinho fora da gaiola não volta mais!".
.
Nunca esqueci

Comentar

Comentários encerrados em 6/06/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.