Consultor Jurídico

Comentários de leitores

5 comentários

Primeiro a ver

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Mas quanto apresentaram os embargos, prezado Daniel André Köhler Berthold (Juiz Estadual de 1ª. Instância), o fizeram depois da intimação, e depois de ter verificado o suposto equívoco da decisão, provavelmente por volta do dia 14.

Decisão difícil

Daniel André Köhler Berthold (Juiz Estadual de 1ª. Instância)

Não sei se estou equivocado. O dia em que o comentarista anterior falou mal da decisão é o mesmo em que apresentados os Embargos de Declaração.

Equívoco novamente

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Equivoca-se mais uma vez, prezado Daniel André Köhler Berthold (Juiz Estadual de 1ª. Instância). Os primeiros a acharem que a decisão estava errada foram os colegas que representam a Editora Globo, que inclusive ingressaram com embargos de declaração no dia 19.06.2012:
.
"19/06/2012 Petição 31890/2012 - 19/06/2012 - EDITORA GLOBO S/A - EMB.DECL."

Adivinhem!

Daniel André Köhler Berthold (Juiz Estadual de 1ª. Instância)

Quem teria sido o primeiro a achar que uma decisão judicial estaria errada?
Se levarmos a essa linha extrema de raciocínio ("o trabalho da imprensa não tem importância?"), praticamente todos os recursos extraordinários terão repercussão geral.

Trabalho da imprensa não tem importância?

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Não tem repercussão geral? Então, qual tipo de matéria enseja o reconhecimento da repercussão geral?

Comentar

Comentários encerrados em 27/06/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.