Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Consultoria jurídica

Desembargador Geraldo Prado reativa inscrição na OAB-RJ

Por 

desembargador Geraldo Prado - 19/06/2012 [TJ/RJ]Depois de 28 anos dedicados à vida pública — três deles na promotoria e outros 25 na magistratura —, o desembargador Geraldo Prado (foto), do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, recebe de volta sua Carteira de Ordem das mãos de Wadih Damous, presidente da seccional fluminense da OAB. A entrega acontece às 18 horas desta terça-feira (19/6).

Diante da aposentadora, Geraldo Prado vai focar seus esforços em duas áreas: na consultoria jurídica na área criminal e na academia. Ele é professor de Processo Penal na Universidade Federal do Rio de Janeiro, professor convidado do curso de Doctorado en Derecho na Facultad de Derecho de la Universidad Nacional de Lomas de Zamora , em Buenos Aires, e professor convidado de Ciência Política e História das Ideias, na Universidade de Coimbra.

“Penso que já contribuí o que poderia com o Estado. Senti a necessidade de encarar novos desafios, atuando de outro lado, sob a perspectiva do privado. Poderei dar uma contribuição que ultrapasse os limites do meu estado”, conta. A empreitada inclui a redação de pareces jurídicos para escritórios de advocacia.

Autor de um blog homônimo, escreveu várias obras de Direito Penal, como A Interceptação das Comunicações Telefônicas e A Jurisprudência do STJ. Nascido em 1960, é bacharel em Direito pela Uerj, mestre e doutor em Direito pela UGF, pós-doutor em História das Letras pela Universidade de Coimbra, Portugal.

Em um caso, ele divergiu do desembargador Cairo França, colega da 5ª Turma do TJ-RJ. Para ele, os motivos que levaram o réu algemado ao Tribunal de Júri no fórum e presença de outras pessoas não eram suficientes. “O fato de não haver policiais suficientes para garantir a segurança não constitui fundamento idôneo para a utilização das algemas. Atribuir ao acusado a deficiência do estado acarreta violação ainda maior a seus direitos e garantias fundamentais", disse.

 é repórter da revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 19 de junho de 2012, 16h30

Comentários de leitores

2 comentários

Parabéns!

JAV (Advogado Autônomo)

A Advocacia ganha mais uma vez. Antes como magistrado, pelo respeito aos advogados e suas brilhantes decisões e trabalhos academicos que sempre nos ajudaram em nossos trabalhos de defesa, agora mais ainda, pela possibilidade de poder contar com seus pareceres diretamente em nossos trabalhos.

Excelente Nome

Artur Félix (Advogado Autônomo - Civil)

Está ai um excelente nome para compor os Tribunais Superiores deste país!

Comentários encerrados em 27/06/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.