Consultor Jurídico

Entrevistas

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Notas Curtas

Toffoli só decidirá se julga mensalão na hora "H"

Por 

O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal, só decidirá se julga ou não o mensalão na hora de julgar. Procedeu da mesma forma com Cesare Battisti, caso que não julgou. O ministro foi advogado do PT.

De cabeceira
O advogado Alberto Zacharias Toron transformou em livros seu trabalho no processo do mensalão — em que defende o deputado federal João Paulo Cunha. As alegações finais em favor do petista ao Supremo foram condensadas em 220 páginas encadernadas em formato brochura. Os memoriais ganharam outras 100 páginas do mesmo tipo. As obras não estão à venda.

Medalha de honra
A Pontifícia Universidade Católica de São Paulo entrega, nesta segunda-feira (4/6), pela primeira vez, uma medalha de ouro como homenagem a um ilustre. E o primeiro outorgado será ninguém menos que o tributarista Roque Antônio Carrazza, celebrado professor de Direito Tributário da instituição. O professor Dirceu de Mello será o outorgante. O prêmio foi proposto por outro professor, Ricardo Sayeg.

Dia histórico
O Tribunal Regional do Trabalho de Mato Grosso recebeu seu primeiro Recurso de Revista em reclamação trabalhista via Processo Judicial Eletrônico da Justiça do Trabalho (PJe-JT). Trata-se do mesmo processo que, em 15 de maio, tornou-se o primeiro do país a ter um Recurso Ordinário julgado via sistema PJe de segundo grau. Foram menos de 90 dias entre o ajuizamento da ação na primeira instância e o julgamento do recurso.

Consulta pública
A comissão de juristas que elabora projeto de reforma do Código Comercial convida magistrados do Brasil inteiro para dar contribuições. Quem receberá as opiniões será Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB). Sugestões serão aceitas entre 1º de junho e 10 de agosto pelo email codigocomercial@amb.com.br. Clique aqui para ler o projeto de novo código.

Obra de referência
O advogado e professor de Direito Antitruste Eduardo Molan Gaban lançou na quarta-feira (30/5) seu livro Direito Antitruste, editado pela Saraiva. Ele assina a obra com a também advogada Juliana Oliveira Domingues.

Promessa cumprida
A OAB de São Paulo inaugurou na quinta-feira (31/5) a rede social ADV5/SP, só para advogados paulistas. O nome é uma referência simultânea aos advogados e ao artigo 5º da Constituição. Com isso, o presidente da OAB-SP, Luiz Flávio Borges D’Urso, comemora a última de suas propostas de campanha ainda pendente.

Medicina legal
Acontece no dia 20 de junho o primeiro Congresso paulista de Medicina legal e perícias médicas. Acontecerão cinco cursos relacionados ao tema, ministrados por professores de universidades brasileiras e da Universidade de Coimbra, de Portugal. No mesmo evento acontece o Simpósio Internacional da Associação dos Médicos Legistas de São Paulo (Amlesp).

 é repórter da revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 2 de junho de 2012, 5h00

Comentários de leitores

4 comentários

Quadrilha escolhe os afins

Fernando José Gonçalves (Advogado Sócio de Escritório)

Esse Ministro funciona como 'coringa' do time petista.Se sentir,junto aos seus pares,que o PT precisa de reforço para inocentar os vendilhões da Pátria,vai votar sim e a favor da absolvição. Já provou a que veio e que também não conhece a palavra escrúpulo. Serve sempre de pêndulo e está disponível para inclinar-se do lado necessário para manter incólume essa quadrilha petista. Foi colocado lá pelo roubador mor para desempatar votação em favor dos 'cumpanheros' sempre que necessário e vai cumprir essa sua tarefa espúria com galhardia, afinal,o PT é como rede a rede do tráfico de drogas, onde só se entra e quem quiser sair, só morto. O PT é capaz de tudo e temos um bom exemplo aqui no ABC, que se chamava CELSO DANIEL.

Vergonha de ser brasileiro

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

O Brasil tem muito do que se envergonhar, mas a permanência do Ministro Dias Toffoli no STF é certamente uma das situações mais humilhantes para o sofrido povo brasileiro.

ministro extintor de incendio

hammer eduardo (Consultor)

Esta opera bufa que insistem em chamar de mensalão , nada mais é do que um belissimo baralho de cartas marcadissimas como alias o proprio apedeuta 9dedos deixou de recibo naquela materia BOMBA que saiu na Veja da semana passada. Lembremos que ele nomeou apenas SEIS dos atuais ministros e esta conta certamente será cobrada num momento de tal magnitude para a quadrilha de ladrões e safados que "teoricamente" sentarão no banco dos reus. O juvenil ministro dias toffoli na realidade sequer poderia se considerar "impedido" pois na pratica nem naquela corte maior poderia estar. Lembremos que o jovem ministro só esta ali porque faz parte do esquema de DESMORALIZAÇÃO do judiciario patrocinado pela corja petralha , ele tomou PAU tres vezes seguidas nas provas para Juiz e mesmo assim foi nomeado na marra pela quadrilha de estrelinha na lapela, tudo CARTA MARCADA e recompensa pelos anos que trabalhou ativamente como advogado dos interesses do PT e de seu pilantra Mór na figura nauseante do zezinho dirceu que segundo o apedeuta "esta apavorado" , conversa , o resultado final ja esta devidamente arrumado e apenas quem vai lucrar com tudo isso será a grande Imprensa que explorará com grandeza o festival de besteiras e absurdos que resultarão deste verdadeiro "circo" travestido de coisa seria. Toffoli independente de ter tomado pau nas provas , deveria ser AUTOMATICAMENTE impedido sem que se esperasse algum tipo de "escrupulo" ja que pessoas que servem ao PT desconhecem o que venha a ser este artigo.Anotem ai , se a coisa "apertar" no julgamento o jovem ministro vai se manifestar SIM e adivinhem a favor de quem???? Só se engana quem é muito tonto ou mama de alguma forma nas tetas podres desta ditadura mal disfarçada que toma conta do Brasil. Que nojo !

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 10/06/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.