Consultor Jurídico

Notícias

Retirada da defesa

Márcio Thomaz Bastos oficializa saída do caso Cachoeira

Comentários de leitores

20 comentários

E a oab/sp???

Eduardo. Adv. (Advogado Autônomo)

Ora, Dr. Brecaillo. Mais uma do Sr. Toron, não é?
http://www.conjur.com.br/2012-ago-01/cnj-libera-carga-rapida-advogados-nao-constituidos-autos-sp

Dr. Brecaillo, de novo?

Eduardo. Adv. (Advogado Autônomo)

Dr. Brecaillo, a respeito de "era Thomaz Bastos", qual a atuação da OAB/SP para impedir e corrigir considerados abusos? Eles se perpetuam ainda hoje!
Ah! Já foi explicada a origem de "spam" para e-mails nunca antes divulgados para "remetentes" não-advogados?
Faça-nos o favor! E agora D´Urso, vice do mais novo astro da "queda d´água" de influências?
Quem vai pagar a conta (o desprestígio, achincalhamento) são os Advogados que vivem da Advocacia e não os "alpinistas jurídicos".
O Sr. fala tanto em inveja dos outros em relação aos que são da "situação" e eu digo que se é para ter inveja branca é preferível invejar (eu prefiro o termo admirar!) o Sr. Thomaz Bastos, que querendo ou não, é exemplo profissional para muitos de nós. A "situação"? Quanto tempo levaremos para testemunhá-los (os integrantes) tentando fazer o mesmo trajeto de Bastos?
Menos, Dr. Brecaillo.

Seja lá por qual motivo (...)

Fernando José Gonçalves (Advogado Sócio de Escritório)

Não interessam os motivos que levaram o Dr. M.T.Bastos a retirar-se do processo. Não cabe questionar o valor por ele cobrado para a defesa de Cachoeira. Não se devem perquirir as desavenças havidas entre o acusado, seus familiares e o causídico (ás quais se atribuem o seu deligamento da pendenga). Prefiro acreditar que o ex-Ministro da Justiça fê-lo por REFLEXÃO ÉTICA e, assim agindo, mostrou que nunca é tarde para se corrigir um erro. Acho que a classe dos advogados se sente mais aliviada (pensamento meu), em ver um excelente profissional (que não precisa, de há muito, provar mais nada a ninguém) recusar-se a continuar no palco desse julgamento, 'do outro lado do balcão'. LOUVÁVEL CONDUTA. "O verdadeiro valor de um homem, nem sempre se mede pelos seus feitos, mas, muitas vezes, pelo que 'deixou' de fazer, em nome da sua consciência". PARABÉNS !

Vergonha na cara!

Antonio de Assis Nogueira Júnior (Serventuário)

O Senhor Marcio Tomaz Bastos saiu do caso porque quis! O Senhor Marcio Tomaz Bastos não continuou na defesa do suspeito porque não quis! O Senhor Marcio Tomaz Bastos é inocente, até prova em contrário! O Senhor Marcio Tomaz Bastos é "mui" rico, porque sempre quis! (Aliás, o Senhor Marcio Tomaz Bastos não é assalariado, porque nunca quis!). O Senhor Marcio Tomaz Bastos nasceu em época errada, porque seria um ótimo defensor dos nazistas do 3º Reich (Aliás, o Governo do PT está durando tanto o 3º Reich; o 3º Reich findou após 12 longos anos; o Governo do PT já está em 10 longos anos!). Seria um personagem da História da Humanidade! Então, ele é o defensor SEMPRE (Aliás, ele é Advogado e todos os suspeitos precisam da mais AMPLA DEFESA e do CONTRADITÓRIO) dos piores criminosos, porque sempre viveu para DEFENDER a máfia tupiniquim; ele é um BOM COMPANHEIRO! A História do Brasil não vai esquecer dos Grandes, lembro alguns: PAULO SALIM MALUF; MARCIO TOMAZ BASTOS; FERNANDO COLLOR DE MELLO; LUIS INACIO LULLA DA SILVA; etc. É DIREITO do Senhor Marcio Tomaz Bastos se retirar de cena! A nossa Legislação Penal é exemplo para a IMPUNIDADE! Verdade seja dita: No Brasil só fica preso quem quer! O Senhor Marcio Tomaz Bastos sabe disso e nada fez de concreto enquanto Homem Público para mudanças! O Senhor Marcio Tomaz Bastos é cidadão brasileiro milionário e é inocente até prova em contrário, sempre com o devido processo legal, a mais ampla e irrestrita defesa e o contraditório. O Senhor Marcio Tomaz Bastos vai sobreviver a tudo isso e nós - cidadãos comuns - como vamos fazer sobreviver? De um lado o cidadão comum cognominado de Bandido e de outro policiais assassinos e covardes de cidadãos comuns. No fim do mundo, acho que o Brasil (não) tem solução?

Há de ser alegada "inocência"?

Ramiro. (Advogado Autônomo)

Seria necessidade de full time para o mensalão?
http://www.valor.com.br/mensalao/2770072/pedido-de-marcio-thomaz-bastos-pode-adiar-julgamento-do-mensalao<br/>e mais
http://veja.abril.com.br/blog/radar-on-line/tag/marcio-thomaz-bastos/r/>também
http://veja.abril.com.br/blog/augusto-nunes/tag/marcio-thomaz-bastos/
Enfim, o Sr. Cachoeira não pode alegar que "a cigana o enganou dizendo que iria ser feliz e que não foi"...
A propósito, não faço, muito mais do que por simples obrigação ética profissional, juízo de valor sobre outro profissional do direito.
O cliente quis pagar quinze milhões de honorários, é livre a liberdade de contratar, é livre a contratação de Advogado de escolha do Réu.
Por outro lado o que é para causar pavor são os ares de criminalização da advocacia de defesa.
Oportuno lembrar uma anedota americana, de advogados. Tribunal do Juri, o Advogado consegue envolver todos os jurados na convicção de que haveria uma dúvida razoável, e então afirma: "A vitima entrará por aquela porta em cinco segundos!", e se vira para porta. Todos se se voltam a olhar a porta, a vítima não entra. Os jurados se reúnem, e por unanimidade condenam o Réu. Motivação? Todos, absolutamente todos ficaram olhando para a porta esperando a vítima entrar, com exceção do Réu.
Em suma um velho aforismo, não adianta ter um excelente Advogado o Réu que não é minimamente inteligente...
Quanto as teorias da conspiração que começam a baixar na Imprensa, o tempo é senhor de todos os enganos, por consequência senhor dos acertos.
Quanto a "juízes de pulso de aço", por onde anda certo Magistrado que de Titular de Vara Criminal especializada estava julgando, sem previsão de voltar à competência criminal, apenas ações previdenciárias?

Quando é difícil alegar "inocência".

Ramiro. (Advogado Autônomo)

Há algumas situações em que é muito difícil se alegar "inocência". O Dr. Marcio Thomaz Bastos não começou a advogar ontem. O Sr. Cachoeira não começou a administrar os seus negócios ontem.
Fatos noticiados. Quinze milhões mudaram de mãos. Fatos não explicitamente noticiados, a formatação do contrato de honorários. Pelo que foi noiticiado o contrato não prevê indenização de espécie alguma. Problema de quem assinou? Factualmente sim, problema de quem assina o contrato de honorários.
O aspecto negativo é de ser mais um caso, mas de fato um caso a mais com dimensão amplificada ao extremo, a ecoar no imaginário popular do Advogado como "Dr. Tira Tira". A propósito, impossível nesse caso não lembrar de Vovô Tira Tira de Bezerra da Silva: "Só não tira da caçapa por que detesta camburão".
http://www.vagalume.com.br/bezerra-da-silva/vovo-tira-tira.htmlr/>Tira tira é cao cao
Tira onda adoiado
Tira a roupa do vestido
Tira a alma do pelado
(...)
Tira você de uma boa
Tira sua inspiração
Tira tudo do seu bolso
Tira até sua razão
Ele só não tira da caçapa
Porque detesta camburão
(...)
Essa história de Advogado colocar a mão nos honorários e depois alegar motivos de foro íntimo, parece tão antiga quanto a Advocacia. Mas enfim, em direito penal, em situações assim é difícil qualquer uma das partes alegar "inocência".
No final há o tempo, senhor de todos os enganos, e por consequência causa dos acertos também.
Se não houve um "conveniente infarto" do Réu Cachoeira no cárcere... Quanto a Juizes e MPF, esses, mesmo trabalhando décadas, se cumprido, apenas se cumprido o teto constitucional quantos anos precisariam economizar para fazer quinze milhões?

A César o que é de César

Brecailo (Advogado Autônomo - Consumidor)

Enquanto Ministro da Justiça apresentou o projeto de lei de lavagem de dinheiro, onde o advogado tinha que praticamente informar a origem dos honorários, que foi retirado antes da votação pela Câmara. Enquanto Ministro da Justiça também deixou que a Polícia Federal invadisse os escritórios de advocacia, sendo que foi Presidente da Seccional de São Paulo e do Conselho Federal. Enquanto Ministro da Justiça figurões que foram presos nas operações deflagradas pela Polícia Federal, hoje alguns são seus clientes. Este é o advogado que apóia um dos pré-candidatos a Presidência da Seccional Paulista que defende a abertura para escritórios estrangeiros.Realmente diga-me com quem andas, que eu te direi se vou contigo.

Erros

alentejano2004 (Administrador)

Foi um grande erro ter assumido este caso. Tendo vindo de cargo governamental importante, era par ter dado tempo ao tempo. Até por uma questão de ética. Acho que se deve cuidar...

É risível

DBS (Assessor Técnico)

Concordo com o colega Ademilson. Costuma-se ver alguns desses comentários toscos típico dos programas do Datena ou Balanço Geral da vida, de pessoas que não são provenientes da área jurídica, como médicos, jornalistas, engenheiros e os "outros". Desses, a gente até releva.
Mas ver pessoas que assinam como "advogados" criticando o sagrado e constitucional direito de defeso é lamentável...advogados que criticam o MTB de assumir a defesa do Cachoeira. Eu me pergunto, se ele n pode defender, quem iria? Ou um réu n pode nem mais escolher seu defensor? Vão suprimir mais esse direito fundamental pra alimentar a fome da população ignorante? Ah vá!

profissão errada

JrC (Advogado Autônomo - Civil)

Tem advogados que são ótimos delegados de polícia.

Bastos fez certo.

Eduardo. Adv. (Advogado Autônomo)

Thomaz Bastos fez certo. Quando o cliente começa a causar problemas e pode comprometer o trabalho do advogado, o advogado deve abdicar. O patrocínio envolver também orientação. Se é para nao serguir orientação, então o cliente deve ser atendido por outro profissional. Neste ponto, lembro muito de uma entrevista de Antônio Cláudio Mariz de Oliveira, que em certa passagem disse "Todo mundo tem direito à defesa, mas o advogado deve sempre consultar o estômago."
E no caso, é a própria atuação/trabalho de Thomaz Bastos que ficaria comprometido/desacreditato...

Comento

Vera A. (Médico)

Até gosto deste site.Acho-o inteligente e esclarecedor.Mas há comentaristas que não sabem opinar sem clamar ao suposto ridículo dos comentários alheios.
Isto inibe pessoas esclarecidas - de outras áreas - a opinar em questões que não são monopólio do conhecimento apenas de quem atua na área do Direito.
Existem códigos de ética de cada área, e existe a ética da sociedade onde o indivíduo está inserido.

O esquecido Código de Ética da Advocacia

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

"Art. 21. É direito e dever do advogado assumir a defesa criminal, sem considerar sua própria
opinião sobre a culpa do acusado."

...quantos comentários ridículos!!!!

Ademilson Pereira Diniz (Advogado Autônomo - Civil)

É lamentável o teor de alguns comentários aqui postados, inclusive por alguns que, presume-se, frequentou bancos escolares de DIREITO! Vemos com certa indulgência os comentários daqueles que frequentaram outras letras - não se pode exigir deles o alcançe jurídico de uma questão: para estes, um programa de televisão, tipo desses de auditório, com um equipamento para medir palmas e huros, já seria suficiente para o julgamento de uma pessoa...Mas, de alguém que 'estudou' as ciências jurídicas, não dá para entender que pensem tão toscamente, contrários aos ensinamentos básicos ministrados até mesmos nessas faculdades de fim-de-semana. O Sr. CACHOEIRA, como outro ACUSADO QUALQUER, tem direito a uma DEFESA, seja ela feita pelo Dr.MÁRCIO ou não (até mesmo por um DEFENSOR PÚBLICO, pago pelos cofres públicos, nosso imposto de cada dia). A questão da 'ética' (a que 'ética' se está referindo, afinal de contas) não se coloca quando se trata de DEFENDER um ACUSADO, sobretudo no caso do CACHOEIRA que não está sendo acusado de homícidio, sequestro, extorsão, etc., mas de crimes ligados a DINHEIRO, resultante de manobras permitidas pelas frestas do sistema...e de esquema de jogo ilegal, um crime, é de se ver, de menor potencial delitivo. No final das contas, não me surpreenderia se ele fosse absolvido da maiorias das acusações e mais uma vez o CARNAVAL midiático ficasse chupando o dedo por ver perdidos níveis de audiências já contabilizadas como certas. Como diz uma canção antiga 'primeiro é preciso julgar prá depois condenar'...No caso, não só estão julgando o acusado, mas, também, seu ADVOGADO...quanta ignorância.

pulso de aço!

Ricardo T. (Outros)

Estão vendo que este juiz tem pulso de aço. è melhor vazar, senão vai sobrar!

no minimo o "criente" bateu a carteira dele........

hammer eduardo (Consultor)

Partindo-se do principio de que todos tem direito a ampla defesa etc etc etc , acredito que seria menos "imoral" o vetusto e babado adevogadio abraçar a causa de "outros" Clientes de estirpe como por exemplo o Fernandinho Beira Mar que por comparação , é um santo homem , basta compararmos o espectro de pessoas diretamente prejudicados por um e pelo outro.
Marcio thomaz bastos deixa muito claro que não existe aquela tal de "etica" , o negocio é faturar e se fosse possivel defenderia Hitler e ate Osama Bin Laden , desde que pagassem o seu cachê , o lado moral NÃO EXISTE , é grana pela grana e fim de papo.
Alguem la atras ja levantou uma interessante peteca de "como" seria a justificativa do dinheiro do Dr.Cachoeira para pagar os "modicos" honorarios de 15 milhões que o MBT cobrou de saida , se a grana tem origem ilicita , como fica o ato de recebe-la???????????? Perguntinha sem vergonha não acham? Ou será que teremos algum tonto de plantão para alegar que o Cachoeira teria uma "poupança" regularnas CEF's da vida escondida para emergencias desse calibre? Sera que o MBT vai devolver uma parte dos 15 milhões ou ficará tudo "no love" ?
MTB vai passar para a historia do Direito Brasileiro como notorio adevogadio de vagabundos de grosso calibre como por exemplo o tambem "criente" wagner canhedo ex-Dono da enterrada VASP.
Na moita bem que poderia defender Beira Mar e Marcola, a falta de escrupulos ja esta provada sem maiores duvidas , agora basta ir em frente......
Que Paiszinho nojento esse nosso não acham ?

Ruptura prematura

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Pensei que os 15 milhões supostamente ajustados a título de honorários seria para a defesa em todo o processo, até o final. Será que haverá devolução de valores?

Juiz sob suspeita!

Silvio Cesar de Souza ()

o povo tem que saber que o Juiz também pode ser considerado suspeito em processo, há várias situações, uma dela é ser amigo íntimo do réu. no caso do "mensalão" e público e notório a amizade de um magistrado do STF com réus do PT. Há de ser requerida a suspeição, será que algum Advogado fará tal requerimento no momento oportuno. Vamos assistir de camarote. rsrsrs

Ética para escolher clientes

wagner-cam (Promotor de Justiça de 1ª. Instância)

Tadinho do Márcio Thomaz Bastos, ele não conhecia a "estirpe" do cliente... e a estória do Gilmar Mendes, hein, nem uma linha nesse site...

Mensalão e marcio thomaz bastos

Jose Antonio Dias (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

Se tivesse um pouco de ética e vergonha, o ex ministro jamais deveria aceitar o patrocínio desta causa.

Comentar

Comentários encerrados em 8/08/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.