Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Olho na validade

Cliente ganhará produto se encontrar um com prazo vencido

O Procon do Rio de Janeiro, em parceria com a Associação de Supermercados do Estado do Rio de Janeiro (Asserj) e com o Núcleo de Defesa do Consumidor da Defensoria Pública, assinará, nesta segunda-feira (30/7), acordo que garante ao consumidor o direito de receber gratuitamente outro produto caso encontre nos estabelecimentos mercadorias com o prazo de validade expirado. Se não existirem mais unidades do item, ele deverá receber outro que seja equivalente.

De acordo com a secretária municipal de defesa do consumidor, Solange Amaral, a campanha “Todos de Olho na Validade” é uma forma de alertar sobre a importância de se verificar a validade dos produtos. “A iniciativa faz com que os supermercados zelem para não ter dentre as suas prateleiras quaisquer produtos, especialmente alimentícios, que estejam vencidos”, disse.

Cerca de 500 lojas que integram as redes de supermercado participarão da campanha em todo o município, que começará a valer a partir do dia 15 de agosto.

“Essa é uma conquista significativa, porque vai educando o consumidor para questões de defesa de sua saúde e, ao mesmo tempo, amplia o compromisso que o comércio e os fornecedores de alimento têm com os cidadãos”, concluiu Solange. Com informações da Agência Brasil.

Revista Consultor Jurídico, 30 de julho de 2012, 11h50

Comentários de leitores

1 comentário

P i a d a !

Fernando José Gonçalves (Advogado Sócio de Escritório)

E não encontrará mesmo nenhum com a validade vencida. É que os grandes supermercados adquirem os produtos em grande quantidade e, às vésperas do vencimento, os dividem em fatias, porções, pedaços, etc.,(conforme o caso), etiquetando-os com 'novos' prazos (e, claro, muito além dos originais). A exemplo disso temos o Carrefour. Quando peças inteiras de queijos e frios (que normalmente têm prazo de validade curta) permanecem nas 'gôndolas' e se aproxima o vencimento datado pelo fornecedor, os dividem em pedaços com diversos pesos e tamanhos e colocam 'novas etiquetas', em cada porção cortada, com 'novas' datas de validade, para não perderem o produto. Essa prática é comum também em vários outros mercados congêneres. Assim realmente fica fácil 'burlar' os prazos e premiar clientes.

Comentários encerrados em 07/08/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.