Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Sem comprovação

Justiça Federal arquiva inquérito contra Erenice Guerra

A Justiça Federal de Brasília arquivou inquérito contra a ex-ministra da Casa Civil Erenice Guerra, acusada de tráfico de influência. A decisão, do juiz federal Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara Federal da capital, foi tomada depois de recomendação do Ministério Público Federal. As informações são do portal Terra.

Erenice era acusada de ter beneficiado parentes em contratações de serviços aéreos para os Correios, estudos para projetos de mobilidade urbana e outorgas de concessão de serviço móvel especializado. Segundo relatório da Controladoria-Geral da União, houve irregularidades no contrato entre os Correios e a MTA, empresa acusada de pagar propina ao governo federal em troca de favorecimentos.

A ex-ministra assumiu a pasta em substituição a Dilma Rousseff, que a deixou para concorrer à Presidência da República, em 2010. Antes, Erenice comandou o Ministério de Minas e Energia. Ela deixou o governo por conta das acusações de tráfico de influência que não foram comprovadas.

Israel Guerra, defendido pelo escritório Eduardo Ferrão Advogados Associados, também teve o inquérito arquivado pela Justiça.

Revista Consultor Jurídico, 26 de julho de 2012, 8h50

Comentários de leitores

2 comentários

Apenas duas perguntas

Fernando José Gonçalves (Advogado Sócio de Escritório)

1) A traficante de influência, Berenice, não era amiga íntima de Dilma ? 2) O M.P. não é um órgão do Poder Executivo? . Não precisam responder, já entendi. Obrigado.

escândalo vergonhoso

preocupante (Delegado de Polícia Estadual)

Isso é mais um caso vergonhoso pela falta de auração séria por motivos que não são difíceis de se imaginar.
Se as acusações contra essa senhora fosse contra um cidadão comum ou um político que não do esquema do governo e do PT o resultado seria o mesmo?
Esse tipo de coisa só prejudica o presente e o futuro do Brasil e dos brasileiros de bem.

Comentários encerrados em 03/08/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.