Consultor Jurídico

Artigos

Acesso à informação

Divulgação de salários coloca servidor como inimigo

Comentários de leitores

11 comentários

Me desculpem...

Renato Saldanha Lima (Serventuário)

eu atualizei a página para ver se outros comentários forma publicado e o meu acabou sendo publicado várias vezes.

Seria muito mais interessante... e os moinhos de traques

Renato Saldanha Lima (Serventuário)

Seria muito mais interessante a divulgação de cada licitação e de cada contrato administrativo individualizadamente esmiuçados por seu valor e objeto, com facilidades para comparação de preços no mercado e com campos públicos para a divulgação desses preços ao lado do preço contratado.
Seria muito mais interessante que os portais de transparência dos órgão públicos fossem matemática, contábil e finaceiramente manipúláveis com facilidade e não uma coleção de documentos PDF planos.
Seria muito mais interessante a abertura de portais independentes de denúncia do Povo, publicadas sem pejo, contra toda e qualquer administração pública ineficiente, fraudulenta ou ineficaz.
Os moinhos que ora atacam apenas expelem traques inofensivos, já que há o teto constitucional. Quero ver é a transparência por a nu o que deveras fede nesse país.

Seria muito mais interessante... e os moinhos de traques

Renato Saldanha Lima (Serventuário)

Seria muito mais interessante a divulgação de cada licitação e de cada contrato administrativo individualizadamente esmiuçados por seu valor e objeto, com facilidades para comparação de preços no mercado e com campos públicos para a divulgação desses preços ao lado do preço contratado.
Seria muito mais interessante que os portais de transparência dos órgão públicos fossem matemática, contábil e finaceiramente manipúláveis com facilidade e não uma coleção de documentos PDF planos.
Seria muito mais interessante a abertura de portais independentes de denúncia do Povo, publicadas sem pejo, contra toda e qualquer administração pública ineficiente, fraudulenta ou ineficaz.
Os moinhos que ora atacam apenas expelem traques inofensivos, já que há o teto constitucional. Quero ver é a transparência por a nu o que deveras fede nesse país.

Seria muito mais interessante... e os moinhos de traques

Renato Saldanha Lima (Serventuário)

Seria muito mais interessante a divulgação de cada licitação e de cada contrato administrativo individualizadamente esmiuçados por seu valor e objeto, com facilidades para comparação de preços no mercado e com campos públicos para a divulgação desses preços ao lado do preço contratado.
Seria muito mais interessante que os portais de transparência dos órgão públicos fossem matemática, contábil e finaceiramente manipúláveis com facilidade e não uma coleção de documentos PDF planos.
Seria muito mais interessante a abertura de portais independentes de denúncia do Povo, publicadas sem pejo, contra toda e qualquer administração pública ineficiente, fraudulenta ou ineficaz.
Os moinhos que ora atacam apenas expelem traques inofensivos, já que há o teto constitucional. Quero ver é a transparência por a nu o que deveras fede nesse país.

Noruega...?!

Prætor (Outros)

O Brasil, porém, não é, nem nunca vai ser, a Noruega. E o erro de uns não pode resultar na culpa de todos. Isto deveria ser um tanto quanto elementar para um advogado...

A preocupação exacerbada, se auto-incrimina

Fernando José Gonçalves (Advogado Sócio de Escritório)

Se há preocupação exacerbada com essa divulgação, é porque há muitos coelhos comendo demais. E se há coelhos obesos temos que conhecê-los para controlar a possível epidemia, além do que, somos nós que compramos a sua ração, cada vez mais cara.

Salários de funcionários públicos

Camilofo (Engenheiro)

A população tem sim o direito de saber o quanto e como está sendo gasto o seu dinheiro e, portanto, o nome e o salário daqueles a quem os paga.
Se estas pessoas ocupam cargos públicos, o problema é delas.
Como se faz na iniciativa privada, se o funcionário não está satisfeito, que peça as contas.
O que nao pode acontecer é uma pessoa trabalhar uma vida inteira, após ter estudado um mínimo de 18 anos para obter um diploma e ter que sustentar um auxiliar de serviços numa assembleia estadual ( APENAS UM EXEMPLO ), com salário três vezes superior ao seu.
Isto, sem citar os salários dos marajás que ocupam cargos mais importantes sem fazrem m... alguma e ainda fazem mau uso do que é nosso.
Manobrista de carro, para mim, tem que ter aproximadamente o mesmo salário, seja ele da assembléia, seja do estacionamento particular, etc.
Na verdade, a culpa não me parece ser de quem assume o cargo mas de que estabelece as regalias dos mesmos mas, infelizmente, a população não pode ser injustiçada, seja quem for o culpado.
Quando uma pessoa quer fazer média com outrem, através de aumentos de salários, que o faça usando o seu próprio bolso.

Presunção de culpa

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Essa presunção que cita, prezado Prætor (Outros), deriva do fato de que o brasileiro suporta a maior carga tributária do mundo, e pouco ou quase nada recebe de volta por parte do Estado, o que leva muitos a crerem que os servidores públicos são presumidamente culpados. Talvez, se o Brasil tivesse um serviço público como da Noruega, essa presunção não existiria.

inversão de valores

Prætor (Outros)

No Brasil hoje é assim: os traficantes, os roubadores, os estupradores, os homicidas têm direito à presunção de inocência, a mentir em audiência, a não serem presos até que o último recurso seja julgado pela máxima corte do país, após décadas do crime.
Os servidores públicos, não. Eles são presumidamente culpados e as garantias constitucionais previstas no art. 5.º da CF não se aplicam a eles.
É completa a inversão de valores.

Divulgação de salarios

ACUSO (Advogado Autônomo - Dano Moral)

Nota dez (10) para o trabalho de autoria do Dr. Hugo Barbosa Ferreira, que de plano já demonstra ser um bom magistrado! A divulgação dos vencimentos dos servidores publicos, atenta contra o principio inscrito no artigo 5º, inciso X da constituição federal. Os salarios dos funcionarios publicos pertencem aos proprios e não à presidente da Republica!Ademais, a divulgação aleatoria e desnecessaria só induz à hostilidade contra os mesmos trabalhadores publicos, que aos olhos de muitos idiotas, são meros vagabundos!

Não tem como não ser

andreluizg (Advogado Autônomo - Tributária)

É inegável que somos um país pobre que paga salários de país rico para funções na maioria das vezes pouco técnicas. Salários várias vezes mais altos que cargos equivalentes aos da iniciativa privada.
Não me refiro só aos ascensoristas e motoristas que ganham quase R$20.000,00 por mês, mas cargos de analista com inicial pagando 7 mil reais, os quais muitas vezes os servidores são relegados a funções de ficar carimbando páginas ou preenchendo formulários básicos... É contra isso que se insurge. Contra toda a sistemática. É um sindicalismo forte e uma falta de meritocracia na distribuição dos cargos públicos que revolta. É a falta de segurança econômica e de distribuição da renda, da qualidade dos serviços públicos que indigna!
Todo o nosso serviço público foi parametrizado sob o estigma da perseguição política dos servidores, sob o apadrinhamento dos cargos, e consequentemente sob o concurso público. O fato é que as fraudes continuam a acontecer, e pior, engessamos toda a administração pública. Só nos países pobres como o nosso, com alto grau de corrupção e volatilidade econômica, é que a carreira pública é tão atrativa. Isso que precisa ser combatido!
Acompanhei agora em meu Estado, na qual os servidores de uma recém criada no universidade federal entraram em greve. Os servidores são recém concursados, sabiam da carreira e das suas benesses quando fizeram o concurso, e agora já estão fazendo greve, sendo que a maioria tem pouco mais de um ano de serviço público! Quando passaram estouraram foguetes, agora já não está tão bom...

Comentar

Comentários encerrados em 27/07/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.