Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Inovação e rádio

STJ vence Prêmio Nacional de Comunicação e Justiça

O Superior Tribunal de Justiça foi um dos contemplados com o X Prêmio Nacional de Comunicação e Justiça. Concorrendo em quatro categorias, o tribunal foi premiado pelos projetos Facebook.com/STJNotícias (categoria "Inovação") e Cidadania no Ar (categoria "Programa de Rádio"). A reportagem especial VT Preso/Engano ficou em segundo lugar na categoria "Reportagem de TV" e o Calendário Institucional 2012 – Dez Anos dos Projetos Socioeducativos do STJ ficou em terceiro na categoria "Publicação Especial".

A premiação aconteceu, na última sexta-feira (29), durante o Congresso Brasileiro de Assessores de Comunicação da Justiça (Conbrascom 2012), na cidade de Fortaleza (CE). Ao todo, concorreram 51 trabalhos em 17 categorias.

O prêmio foi criado em 2003, com o objetivo de valorizar os trabalhos desenvolvidos pelas assessorias de comunicação dos órgãos do Poder Judiciário, Ministério Público e outras instituições ligadas à Justiça em todo o país. (Veja aqui a relação integral de finalistas que concorreram ao prêmio)

O projeto Facebook.com/STJnotícias é um canal adicional que o tribunal mantém com a sociedade. O serviço foi pensado como meio de ampliação do alcance das informações, integrando o conteúdo multimídia disponível e consolidando sua distribuição. (Clique aqui e acesse a página do STJ no facebook)

O Cidadania no Ar tem a finalidade de traduzir a linguagem jurídica para que o cidadão possa compreender as decisões do STJ e entender o que ele faz em benefício da sociedade. O programa é produzido semanalmente. São três blocos de notícias, com quadros entre os boletins para dinamizar e dar mais leveza ao radiojornal. Todo material é produzido pela Coordenadoria de Rádio do STJ. (Clique aqui e acesse a edição do Cidadania no Ar apresentada aos jurados em Fortaleza) Com informações da Assessoria de Imprensa do STJ

Revista Consultor Jurídico, 2 de julho de 2012, 18h33

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 10/07/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.