Consultor Jurídico

Notícias

Em débito com ISS

Impedir emissão de nota fiscal é inconstitucional

Comentários de leitores

1 comentário

O PIOR é que o SUJEITO ATIVO quer MATAR o SUJEITO PASSIVO!

Citoyen (Advogado Sócio de Escritório - Empresarial)

A frase que dá título aos meus comentários, creio, DEFINE o que significa a atitude completamente DESINTELIGENTE de quem pratica o ABUSO!
O SUJEITO PASSIVO quer MATAR o SUJEITO PASSIVO!
Deveria ser julgado não só por EXCESSO de EXAÇÃO, mas, também, por ASSASSINATO de PESSOA JURÍDICA, CONTRIBUINTE.
É que, se o CONTRIBUINTE fraudou, RESPONDERÁ pela FRAUDE. Mas, até para responder pela FRAUDE, é PRECISO que ESTEJA em ATIVIDADE, para que dele possam ser tirados os RECURSOS que pagariam por sua fraude!

Responder



Comentar

Comentários encerrados em 10/01/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.