Consultor Jurídico

Comentários de leitores

7 comentários

ERUDIÇÃO, TEORISMO e IDEAIS INATINGÍVEIS.4

Citoyen (Advogado Sócio de Escritório - Empresarial)

Numa breve síntese de tudo quanto acima explicado, a tendência de pretender que o ESTADO supra as "NECESSIDADES HUMANAS" e que essas sejam IDÊNTICAS para TODOS os INDIVÍDUOS é uma característica daqueles que buscam SEGURANÇA e ESTABILIDADE através de uma FUNÇÃO em que EXERÇA o que DESEJA sem que possa ser cobrado ou pressionado pelos vetores que a ECONOMIA ou a SOCIOLOGIA chamam de PRODUTIVIDADE.
Tais perfis sociais são daqueles que ENCONTRAM no SERVIÇO PÚBLICO a PLENITUDE de suas satisfações.
Mas é mister que se reconheça que, mesmo a ATIVIDADE PÚBLICA, descobriu que NÃO TERIA RECURSOS para sobreviver com SEGURANÇA, se NÃO REDUZISSE os "SEUS QUADROS", adotando a chamada TERCEIRIZAÇÃO.
E foi o PODER que "descobriu" NA TERCEIRIZAÇÃO uma forma de dissimular a contratação indireta da mão de obra, distorcendo o INSTITUTO.
É mister que os ESTUDIOSOS NÃO CONFUNDAM as SOLUÇÕES e NEM VEJAM num INSTITUTO que NASCEU SADIO as DETURPAÇÕES que o dia-a-dia das realidades econõmico-sociais "DESCOBRIRAM", para assim apelidar as variações perniciosas.
É mister, outrossim, que os estudiosos deixem os LIVROS e passem à VIDA COTIDIANA e às EXPERIÊNCIAS HISTÓRICAS das EMPRESAS para entenderem que os IDEAIS vistos para o SER HUMANO diferem de sociedade para sociedade e SÃO, de fato, INATINGÍVEIS COLETIVAMENTE e ESTATUTARIAMENTE.
Há, sim, que propiciar a LIBERDADE para que CADA SER HUMANO busque a SATISFAÇÃO daquilo que, efetivamente, QUER SATISFAZER, porque neste exercício descobriremos COMO QUEREM DIFERENTEMENTE os DIFERENTES SERES HUMANOS!
Por exemplo, SENDO vinculado a MAGISTRADOS, que foram meus professores, JAMAIS a MAGISTRATURA me SEDUZIU e NÃO PAGARIA em hipóteses alguma, COM TODAS AS PRERROGATIVAS e PRIVILÉGIOS QUE TEM, o PREÇO para o SEU EXERCÍCIO.

ERUDIÇÃO, TEORISMO e IDEAIS INATINGÍVEIS.3.

Citoyen (Advogado Sócio de Escritório - Empresarial)

Outros valores foram sendo desenvolvidos pelos que assim foram se formando, tal como os ESTUDOS SÉRIOS demonstram que está ocorrendo na CHINA.
E lá, diferentemente do que ocorre com o BRASIL atual, os JOVENS já estão sendo incentivados a ALCANÇAREM níveis de COMPREENSÃO diferentes, pelo incentivo à CONSTATAÇÃO de que VIVERÃO uma ERA também DIFERENTE daquelas de seus ANCESTRAIS, aí incluídos até os PAIS!
A Terceirização é um mal NECESSÁRIO, porque NENHUMA ESTRUTURA ECONÔMICA suporta os ENCARGOS dos BENEFÍCIOS que INSTITUIR para a sua CATEGORIA de EMPREGADOS, sem distinguir, em CADA CATEGORIA PRODUTIVA, uma DISTINÇÃO entre o que CADA UMA SUPORTA PROPICIAR. Há diferenças, sim, e HAVERÁ SEMPRE DIFERENÇAS. E ao SER HUMANO compete ESCOLHER dentre o que o MERCADO lhe OFERECE, QUE PRIORIDADES quer para SI, como gozo de BEM ESTAR.
Não me esqueço que, ao surgir a CONSTITUIÇÃO, assessorava um CLIENTE na IMPLANTAÇÃO do MODELO de TURNOS ININTERRUPTOS de REVEZAMENTO. Jamais aceitei a teoria de alguns, juristas e professores, de que o HORÁRIO de ALMOÇO descaracterizava o TURNO. No assessoramento, tínhamos convencionado, dentre as várias opções de TURNOS, oferecer aos EMPREGADOS a ESCOLHA do que mais lhes agradasse. E eu apostei que seria um tipo de turno que lhe desse possibilidade de criarem ALTERNATIVAS pessoais de escolhas, inclusive profissional. Para surpresa, e por SIGNIFICATIVA MAIORIA, ganhou a OPÇÃO que MAIS EXIGIA em HORAS de TRABALHO SEGUIDAS, com a CONDIÇÃO de que TIVESSEM TRÊS OU QUATRO DIAS LIVRES, para.....PESCAR! Indaguei se não queriam APERFEIÇOAMENTOS ou ALTERNATIVAS PROFISSIONAIS. Não NÃO QUERIAM, PREFERIAM aquele sistema. E foram CENTENAS e CENTENAS de ESCOLHAS, já que o CLIENTE TINHA MILHARES de EMPREGADOS!

ERUDIÇÃO, TEORISMO e IDEAIS INATINGÍVEIS 2.

Citoyen (Advogado Sócio de Escritório - Empresarial)

CUSTOS é o vocábulo MATER de qualquer sistema, porque ele representa O QUE CUSTA alguma coisa, no caminho para o PREÇO.
Ora, a crítica que se faz à CHINA atual é que, quanto à mão de obra, ela vive, sem importar escravos, na época da NOSSA ESCRAVIDÃO. A diferença é que sua MÃO de OBRA é naturalmente de seus NACIONAIS, que aceitam o que lhes é OFERECIDO, porque, NÃO FOSSE ISTO NADA TERIAM.
Se os TEÓRICOS e PROFESSORES ao invés de lerem teorias fizessem PESQUISAS de CAMPO, teriam a CHANCE de ENTENDER o que FAZ um SER HUMANO aceitar condições SUB-HUMANAS de TRABALHO. Mas, como os próprios chineses estão demonstrando, ELES ESTÃO EM FASE EVOLUTIVA, isto é, ESTÃO PASSANDO de um SISTEMA PRIMITIVO para um SISTEMA de MELHORIAS e EVOLUÇÃO ao RESPEITO HUMANO.
No início do Século XX, empresas EUROPÉIAS tiveram que se PREOCUPAR com as FAMÍLIAS, já que os NÚCLEOS SOCIAIS eram FORMADOS por um HOMEM com uma MULHER e FILHOS, mas GREGÁRIOS. Um dia estavam aqui e noutro ali. As empresas os CONTRATAVAM e passaram as LHES DAR CASA, PROFISSÃO e o que ELAS chamavam ESTABILIDADE. Foi quando DESCOBRIRAM que ERAM SOCIEDADES FÁTICAS e NÃO JURÍDICAS. Incentivaram, então, as UNIÕES ESTÁVEIS com a RELIGIÃO e o FINANCIAMENTO das CASAS aos CASAIS, passando, nas EMPRESAS, a lhes darem uma PROFISSÃO e, pois, criando a VALORIZAÇÃO SÓCIO-ECONÔMICA do INDIVÍDUO, com o incentivo ao SEDENTARISMO ou à FIXAÇÃO ao POSTO de TRABALHO e ao TERRITÓRIO. Criaram VARIAS atividades econõmicas ALTERNATIVAS, e algumas chegaram, na EUROPA, a serem PROPRIETÁRIAS de MAIS QUE 300.000 imóveis, com SUPERMERCADOS e LOJAS, para que seus EMPREGADOS pudessem encontrar o QUE QUISESSEM e COMPRÁ-LOS com os FINANCIAMENTOS que FAZIAM, porque o MERCADO não os reconhecia, anteriormente!

ERUDIÇÃO, TEORISMO e IDEAIS INATINGÍVEIS.

Citoyen (Advogado Sócio de Escritório - Empresarial)

Certamente, os que se deram ou derem ao trabalho de lerem o texto que comento poderão dizer: parágrafos eruditos, idealísticos, tipificadores de todos os modelos que, se adotados, o MUNDO afundou ou reconheceu como ABSOLUTAMENTE FRACASSADOS.
O primeiro parágrafo do trabalho é absolutamente costurado sob vocábulos que não dialogam entre si e buscam tão somente capturar críticas feitas no tempo pelos teóricos que nele viveram, alguns brilhantes, outros nem tanto.
Os fatos são: 1) nenhum sistema suporta a cadência das chamadas "conquistas" que o Ser Humano imagina que deve ser propiciado pelo ESTADO; 2) o que o Ser Humano busca deve ser alcançado pelas GARANTIAS ESSENCIAIS de que ele PODERÁ desenvolver sua PLENITUDE PESSOAL de VONTADE, mas a variação dos gostos e das prioridades consumistas deverá ser uma consequência da ORDEM de PRIORIDADES PESSOAIS de cada Ser Humano. Lembro-me bem dos resultados das últimas pesquisas de INTERESSES SOCIO-ECONÔMICOS desenvolvidos entre CIDADÃOS EUROPEUS JOVENS. Percentual esmagador RECUSOU maiores conquistas que aquelas que lhe permitissem ter um MEIO de GANHAR o SUSTENTO, SATISFAZER um MÍNIMO de ATIVIDADES de PRAZER e, apenas, um LUGAR para VIVER. Uma minoria, porém, BUSCAVA uma UNIVERSIDADE, PESQUISA, REALIZAR um OBJETIVO TECNOLÓGICO e VIVER como QUEREM os MODELOS dos TEORÉTICOS do MUNDO. E o são, afinal, porque se FOCAM na realidade TEMPORAL daquele que produz a pseudo teoria, que normalmente perde de vista o TEMPO e o ESPAÇO dos INDIVÍDUOS. Se tomarmos as HISTÓRIA das EMPRESAS do ínício e de boa parte do SÉCULO XX, bem poderemos COMPREENDER porque fracassaram, no TEMPO. E as que perduram SE MODERNIZARAM, abandonando os seus MODELOS iniciais, adotando SEJA a TECNOLOGIA, seja a TERCEIRIZAÇÃO, pelos CUSTOS!

Rivaldo Ribeiro (Técnico Telecom)

Rivaldo Campos Ribeiro (Outros)

Isto anteriormente era motivo dos sindicatos gritarem, como se realmente estivessem interessados nos direitos do trabalhador. Agora eles ficam calados porque estão dentro do sistema e ganhando muita "ajuda" $$$$. Não veem ou fingem que não que, estes direitos são fatores de estabilidade social. Estão apostando em um mundo em que nem eles terão segurança patrimonial e física. É gol contra.

Agora é conveniente atacar o obreiro

MSRibeiro (Administrador)

Agora que chegamos ao Poder e não somos mais oposição ou proletariado, faremos o jogo daqueles que sempre o detiveram. A propósito, quem são os maiores financiadores das campanhas políticas neste país?

TRANSPARÊNCIA, NÃO APARÊNCIA

Antonio D. Guedes (Professor Universitário - Tributária)

Se um diretor de sociedade anônima contrataswe terceirizados com os mesmos salários e vantagens de empregados diretos, ainda pagando o percentual da terceirizadora e perdendo o poder de comando do seu pessoal, seria demitido por má gestão. A terceirização foi defendida para especialização da empresa e dos empregados, cada um cuidando daquilo em que é excelente, mas não se concebe especialização e excelência em trabalhos não qualificados, campo majoritário da terceirização. Ela, pois, é burla aos direitos trabalhistas, tributários e previdenciários: a tomadora busca terceirizadoras que rebaixem ao máximo o preço que cobram,as quais operam,pois, na sonegação trabalhista, previdenciária e tributária. Buscam legitimar isto, legalizando essa sonegação de terceirizadoras e micro-empresas, agora argumentando com a facilitação da vida empresarial das mesmas, mas na verdade ampliando a exploração e a margem de lucro das grandes que com essas contratam (e que absorverão a pretensa redução de custos). E com isto perde-se a noção social e política de que Estado e empresas são meios de melhoria de vida para seres humanos, a qual deve ser vivenciada por todos, sem a concentração de riqueza a que se presta, como agente, o Estado do neoliberalismo, que não é "neo", pois busca retroceder ao superado liberalismo; não é liberal nem democrático, pois vem através de manipulação e imposição legal elitista. Sem trabalhador com tempo e renda, morrem o consumo, a economia e as empresas nacionais. O autor, com cultura e consciência, joga brilhante facho de luz sobre as mazelas atuais e as desgraças futuras.

Comentar

Comentários encerrados em 24/02/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.