Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Notícias alopradas

MP de Minas pede investigação de reportagem de revista

O Ministério Público de Minas Gerais acusa a revista CartaCapital de usar documento forjado para amparar suas reportagens a respeito do chamado mensalão mineiro (ou tucano). Os textos publicados pela revista, assinados por Leandro Fortes, sustentam que os desvios praticados pelo PSDB são mais graves que os do PT e, portanto, deveriam ser igualmente punidos.

Para apurar o possível estelionato jornalístico, o Coordenador do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça Criminais (Caocrim), Joaquim José Miranda Júnior, requisitou à Delegacia do Departamento de Falsificações e Defraudações de Belo Horizonte a instauração de inquérito policial.

As reportagens da revista afirmam que o ex-governador de Minas, Eduardo Azeredo, teria sacado mais de R$ 100 milhões de estatais mineiras para remeter a uma lista de políticos e personalidades, quase todas ligadas ao PSDB. A lista, com requintes esquisitos para anotações clandestinas, como registro em cartório e firmas reconhecidas, foi produzida por falsário identificado e preso por isso bem antes da publicação das reportagens. Há erros grosseiros, como a caracterização dos supostos beneficiados com cargos que eles só iriam ocupar anos depois da data do “documento”.

Na nota distribuída pela Superintendência de Comunicação Integrada do MP-MG, a Procuradoria-Geral de Justiça de Minas Gerais informa que, “em 3 de dezembro de 2012, encaminhou à redação da CartaCapital o ofício nº 108/2012-SCI-PGJ, pelo qual esclarece à Chefia de Redação da revista quanto à improcedência da informação veiculada na matéria De volta à origem, da edição de 14 de novembro deste ano”.

O interesse especial do Ministério Público se dá pelo fato de o material usado pela revista estampar assinatura falsificada do promotor de Justiça Adriano Estrela, o que levou o MP a considerar o alicerce da notícia “absolutamente inidôneo” e “forjado”.

Revista Consultor Jurídico, 31 de dezembro de 2012, 14h49

Comentários de leitores

10 comentários

Há um outro lado da história.

Willson (Bacharel)

Antes que o shit-it (vulgo Hamster), e seus segue-dores tenham um "intelectual orgasm" (RSRS), é bom lembrar que tudo tem um outro lado. A CC emitiu resposta, em que rebate os argumentos aqui expendidos, possibilitando o contraditório que aqui foi negado. O famigerado "ouvir o outro lado", de que tanto se fala nas primeiras aulas do curso de jornalismo. Reafirma a veracidade da notícia publicada em novembro, bem como a idoneidade de suas fontes, além da disposiçao de ir até as últimas consequências para provar o alegado.
.
Não sei quem está com a razão. Afinal, ainda não temos uma sentença trânsita em julgado. Também não sou parente da mãe dináh. Só posso analisar a postura tendenciosa revelada nesta matéria.
.
Sim, ao acusar a CC, de forma tão, digamos, parcial, o Conjur se contamina da mesma nódoa. Da mesma forma que a CC, esta matéria peca por se posicionar ao lado de uma das partes, concluir que de um lado estão anjos e de outros, demônios. Com isso, hipertensos e reacionários desatam a emitir comentários unilaterais, raivosos e preconceituosos, bem no estilo VEja, imcompatíveis como um sítio eletrônico destinado a comentários jurídicos.
.
Por último, só um apelo, senhores redatores do Conjur: Sejam fieis a sua formação: ouçam atentamente o outro lado, publiquem imparcialmente as razões de cada um, e esperem que cada leitor tire suas próprias conclusões. Isso, sim, é jornalismo. Será que é pedir muito? Deixem também um médico de plantão. Porque, qualquer hora o Shit-it-Hamster infarta. (rsrs)

A Revista do PT

Rinaldo Maciel de Freitas (Advogado Sócio de Escritório - Tributária)

A coisa da ficando perigosa... O PT tem sua revista e agora emissora de televisão que é a TVT - Televisão dos Trabalhadores. Segundo a Folha de São Paulo, o ex-presidente após o escândalo da Rose Noronha e as revelações do Marcos Valério (que todo mundo já sabia), somente concede entrevista para a TVT, até porque, o que ele tem a dizer? Quem se habilita a escutar? A democracia corre riscos e quem lutou por ela foi Tancredo; Covas; FHC e outros. Não essa turma condenada no mensalão (falta o Lula) que queria estabelecer aqui um regime castrista ou Bolívar.

A Revista do PT

Rinaldo Maciel de Freitas (Advogado Sócio de Escritório - Tributária)

A coisa da ficando perigosa... O PT tem sua revista e agora emissora de televisão que é a TVT - Televisão dos Trabalhadores. Segundo a Folha de São Paulo, o ex-presidente após o escândalo da Rose Noronha e as revelações do Marcos Valério (que todo mundo já sabia), somente concede entrevista para a TVT, até porque, o que ele tem a dizer? Quem se habilita a escutar? A democracia corre riscos e quem lutou por ela foi Tancredo; Covas; FHC e outros. Não essa turma condenada no mensalão (falta o Lula) que queria estabelecer aqui um regime castrista ou Bolívar.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 08/01/2013.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.