Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Acusação de corrupção

Ex-ministra da economia da Argentina é condenada

A ex-ministra da Economia argentina, Felisa Miceli, foi condenada a quatro anos de prisão por corrupção e por acobertar uma suposta operação financeira ilegal. Ela foi acusada de obstruir a Justiça e fazer sumir um documento policial. Ela também fica impedida, por oito anos, de assumir cargos políticos e deverá devolver o dinheiro.

Miceli assumiu a pasta durante o governo de Nestor Kirchner, entre 2003 e 2007. No último ano, ela renunciou depois que uma mala contendo 100 mil pesos e mais de 30 mil dólares foi encontrada no banheiro de seu escritório. A descoberta aconteceu durante uma operação de rotina da Brigada de Explosivos argentina. O escândalo foi revelado pelo jornal argentino Perfil.

Felisa alegou que o dinheiro era seu, e não público, e que havia sido emprestado de seu irmão para a aquisição de uma nova casa. Após a sentença, a ex-ministra continuou a afirmar sua inocência. Ela disse que vai recorrer de todas as formas possíveis para cassar a condenação.

As informações são da agência BBC Brasil, e dos jornais argentinos Clarín e Perfil.

Revista Consultor Jurídico, 28 de dezembro de 2012, 15h03

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 05/01/2013.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.