Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Benefícios previdenciários

PF prende advogados suspeitos de fraudes no INSS

A Polícia Federal prendeu, nesta quarta-feira (5/11), advogados e contadores suspeitos de integrar uma organização criminosa que atuava nas cidades paulistas de Itatiba, Bragança Paulista e região. De acordo com a Polícia, a organização é dedicada à intermediação fraudulenta, especialmente de benefícios previdenciários de pensão por morte.

A operação chamada de El Cid 2 é resultado de uma Força Tarefa composta pela PF, Ministério da Previdência Social e Ministério Público Federal. As investigações, iniciadas ao final de 2010, constataram a presença de intermediadores, dentre eles advogados e contadores que, se utilizando da senha da conectividade social, efetuavam inclusão nos sistemas da Previdência Social, de dados ideologicamente falsos com empresas desativadas, gerando vínculos empregatícios que tinham por objetivo a percepção imediata ou futura de benefícios previdenciários, tanto na via administrativa quanto na via judicial, induzindo a erro os servidores do INSS e do Poder Judiciário.

O período investigado foi o de 2003 a 2012. As atividades criminosas geraram o prejuízo de R$ 4,7 milhões até junho desse ano, que pode ser projetado, estimativamente, de acordo com a expectativa de vida do IBGE, ao montante de R$ 22,8 milhões.

Os autores dos delitos serão indiciados por estelionato qualificado contra a Previdência Social, formação de quadrilha, falsidade material, falsidade ideológica,  uso de documento falso e fraude processual. Com informações da Assessoria de Imprensa da Polícia Federal.

Revista Consultor Jurídico, 6 de dezembro de 2012, 13h15

Comentários de leitores

3 comentários

...

RAFAEL ADV (Procurador do Município)

Infelizmente se fosse uma pessoa doente, não conseguiria se aposentar, mas a vagabundagem facilmente consegue...
é muita fraude Trabalhista reconhecendo tempo de serviço etc etc etc...
Mas, tem gente que se preocupa com "Deus seja louvado" em cédulas de dinheiro, ao invés de achar estes bandidos...

Segurança da informação

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Respondo ao questionamento do colega Eloy (Advogado Autônomo): no dia em que o Executivo implementar um sistema seguro de dados.

Outra Vez

Eloy (Advogado Autônomo)

Quando será que Previdencia Social terá capacidade de proteger-se contra atos de quadrilheiros?

Comentários encerrados em 14/12/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.