Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Eleições na Ordem

Ricardo Sayeg publica carta oficial sobre eleição

Foi divulgada nesta segunda-feira (3/12) a contagem de votos da eleição para a presidência da seccional paulista da Ordem dos Advogados do Brasil, em que o advogado Marcos da Costa saiu vitorioso, com 59.770 votos (38.38%). Alberto Zacharias Toron recebeu 54.819 votos (35,2%) foi o segundo mais votado. Em terceiro lugar, ficou Ricardo Sayeg, com 31.864 votos (20,46%).

O candidato a presidente na Chapa 2 — Sayeg, Hermes, Arruda Alvim – OAB 100% você — agradeceu, em pronunciamento oficial, divulgado nesta terça-feira (4/12), o apoio dos seus mais de trinta mil eleitores e afirmou que continuará trabalhando e acompanhando a trajetória da OAB.

Derrotado nas urnas, Sayeg disse, em nota, que seu grupo político sai da disputa fortalecido. “Saímos desta eleição, mais fortes do que entramos, com a alma alimentada pelos anseios que nos foram confessados e assumindo, ainda mais, a tarefa de valorizar a nossa classe indispensável à administração da Justiça”, afirmou o advogado.

Leia o pronunciamento oficial de Ricardo Sayeg

Colegas Advogadas e Advogados,

Proclamado oficialmente, na presente data, o resultado das eleições 2012 para a OAB em São Paulo, na qual totalizamos 31.864 votos, com a participação de 20,46%, queremos agradecer a Deus pela caminhada, às nossas famílias pela compreensão e a todos pelo apoio, força e confiança.

Foram quase seis meses de uma campanha difícil, exigente e, sobretudo, vibrante, tempo em que tivemos a oportunidade de conhecer ainda melhor a realidade da Advocacia, bem como, colegas valorosos que lutam para transformá-la em todas as regiões deste grande Estado.

Registramos um especial agradecimento àqueles que nos acompanharam mais de perto nesta jornada, companheiros e amigos que, junto conosco, não  mediram esforços para levar e defender nossas bandeiras.

Enfim, passado o calor do processo eleitoral, emergem os mais puros sentimentos de gratidão e a certeza de que a trajetória valeu a pena, em razão das bandeiras que empunhamos, dos amigos que fizemos, dos obstáculos que superamos, das batalhas que lutamos e do sucesso da enorme frente que construímos.

Pelo término do processo democrático, parabenizamos a todos os Advogados e Advogadas da OAB-SP na pessoa de seu Presidente eleito.

Desejamos-lhe sucesso, discernimento e sabedoria na condução da Entidade que mais representa os ideais democráticos, de liberdade e dos princípios constitucionais do Estado de Direito Brasileiro.

Estamos, pela presente, deixando gravado, na tinta e na pena, a certeza de que não nos distanciaremos da missão que nos foi confiada pelos mais de trinta mil votos recebidos, aos quais reafirmamos nossos agradecimentos.

Foram mais de trinta mil expectativas! Mais de trinta mil olhares atentos e receptivos às mudanças propostas no decorrer desta jornada!

Saímos desta eleição, mais fortes do que entramos, com a alma alimentada pelos anseios que nos foram confessados e assumindo, ainda mais, a tarefa de valorizar a nossa classe indispensável à administração da Justiça.

Assim, somos testemunhas e porta-voz da esperança de transformação daqueles milhares de Advogadas e Advogados que aderiram aos ideais institucionais e propostas coorporativas que levantamos.

Hoje, reside em nós a satisfação do dever cumprido, a sensação do bom combate e a responsabilidade de representar essa parcela significativa da gloriosa Advocacia Paulista.

Tenham a certeza de que continuaremos trabalhando, mobilizando e acompanhando a trajetória da nossa amada OAB.

Nossa luta não se encerrou, pelo contrário, com este resultado, fica 31.864 vezes mais estimulada. Ela continuará para cada um de nós e para todos que sonharam e lutaram ao nosso lado por uma OAB-SP 100% VOCÊ, representativa da Advocacia e defensora dos Advogados e Advogadas, como também, do povo de São Paulo.

Somos um!

Muito obrigado a todos e que Deus abençoe a Advocacia.

Ricardo Sayeg
Eduardo Arruda Alvim
Raimundo Hermes Barbosa

Revista Consultor Jurídico, 5 de dezembro de 2012, 4h05

Comentários de leitores

2 comentários

Sujeito da pior espécie

Ética e Justiça (Outros)

Esse Ricardo Sayeg foi meu professor na faculdade e minhas lembranças dele são as piores possíveis. Nunca ia dar aulas. Ao invés, levava um bando de assistentes despreparados.
Escreveu um livro de leitura sofrível e conteúdo nulo e obrigava os alunos a comprarem, lerem e resumirem à mão (em pleno século XXI), para lhe garantir uma rendinha com aquela "obra prima".
Não sei como alguém ainda dá credibilidade a esse sujeito.

Vitoriosos

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Claro que saíram fortalecidos. Montaram uma chapa cujo objetivo era tão somente diluir os votos da oposição, e assim permitir a vitória da chapa de situação. Ganharam, junto com a situação.

Comentários encerrados em 13/12/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.