Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Nova campanha

CNJ lança programa de valorização de magistrados

O Programa Valorização dos Magistrados: Juiz Valorizado, Justiça Completa, do Conselho Nacional de Justiça, foi lançado nesta sexta-feira (24/8). Ele é voltado aos juízes e desembargadores da região Centro-Oeste. A solenidade aconteceu na sede da Associação dos Magistrados do Estados de Goiás (Asmego) e foi conduzida pelo conselheiro José Lucio Munhoz, presidente da Comissão Permanente de Eficiência Operacional do CNJ.

Segundo Munhoz, o programa surgiu da constatação de que as pessoas têm uma compreensão equivocada da atuação do magistrado, somada à percepção de que os juízes estão sobrecarregados de trabalho, sem estrutura para dar conta dele. “O magistrado sofre ameaças, sofre violência e é pressionado por uma estrutura interna que privilegia a quantidade e não a qualidade do trabalho do profissional. E isso vai causando problemas de toda ordem. Então precisamos refletir sobre o tema. Por isso a importância desse programa que estamos lançando”, afirmou.

Durante o evento, também foi exibido um vídeo do ministro Ayres Britto, presidente do CNJ e do Supremo Tribunal Federal, que chamou atenção para o decrescente interesse pelo ingresso na magistratura. “De fato, é preciso valorizar o Poder Judiciário, que passa por um processo, por uma quadra temerária de desprofissionalização no plano remuneratório. Mesmo pelo seu segmento de magistrados, remunerados por subsídio, o Judiciário já não é a carreira atraente de antes”, afirmou ele.

Além de Munhoz, fizeram parte da mesa de abertura do evento o conselheiro Emmanoel Pereira; o presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, desembargador Leobino Valente Chaves; o presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região, desembargador Mário Sérgio Bottazzo; o vice-presidente e corregedor do Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE-GO), João Waldeck; Felix de Sousa, presidente da Asmego; e o presidente da Associação dos Magistrados do Trabalho da 18ª Região (Anamatra), Platon Teixeira de Azevedo Neto.

O encontro regional centro-oeste do programa foi feito por meio de parceria entre o CNJ, TJ-GO, Anamatra e Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe). Participaram das discussões juízes e desembargadores de tribunais, associações e escolas da magistratura da região Centro-Oeste. Com informações da Assessoria de Imprensa do CNJ.

Revista Consultor Jurídico, 24 de agosto de 2012, 18h08

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 01/09/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.