Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Acesso à carreira

Exame de Ordem aprova 15% dos inscritos

De 109.649 bachareis que fizeram o VII Exame de Ordem Unificado para exercer a advocacia, 16.419, ou 15%, foram aprovados. A rede de ensino com maior índice de aprovação foi a Fundação Getulio Vargas do Rio de Janeiro, que elabora o Exame de Ordem. Ela aprovou 73,68% dos 19 bacharéis que fizeram a prova. Em segundo lugar no ranking, a Universidade Federal de Viçosa, com 73,08% dos 26 inscritos.

A faculdade que aprovou mais alunos foi a PUC de São Paulo, que garantiu a entrada de 163 dos 369 alunos que inscreveu no concurso. A lista com todos os aprovados também foi publicada pela OAB.

Segundo nota divulgada pelo Conselho Federal da Ordem dos Advogados de São Paulo, não é objetivo do Exame eliminar candidatos ou limitar seu acesso à carreira, “haja vista a inexistência de quantidade de vagas definidas”.

A OAB fez duas listas com as entidades que mais aprovam no exame. Uma lista com instituições de ensino públicas e outra com escolas privadas. Vale lembrar que entre 2005 e 2012, o número de cursos de Direito no Brasil aumentou de 886 para 1.259, segundo informações do INEP/MEC.

O Exame de Ordem pode ser prestado por bacharel em Direito, ainda que pendente  a sua colação de grau, formado em instituição regularmente credenciada na OAB e por estudante do último ano do curso de graduação em Direito.

As inscrições para o 8º Exame de Ordem Unificado estão abertas até as 23h59 do dia 16 de agosto, e devem ser feitas, exclusivamente, pelo site da FGV.  Com informações da Assessoria de Imprensa da OAB.

Clique aqui para ler a lista de aprovados.

 

 

 

 

 

 

 


Revista Consultor Jurídico, 14 de agosto de 2012, 21h39

Comentários de leitores

4 comentários

Exame de Ordem necessário

Lucas da Silva (Advogado Autônomo)

É absurdo imaginar que ainda tramitam inúmeros projetos de lei que querem acabar com o Exame. Politiqueiros oportunistas de plantão que insistem com a idéia, mesmo após o Supremo Tribunal Federal reconhecer a constitucionalidade do impontantíssimo Exame para a sociedade e também para a classe.
OAB, fique de olho!

Ué...

Radar (Bacharel)

Cadê a USP? Ela não é a melhor universidade do país???

Carta marcada

Frank Ruiz Martins (Administrador)

É brincadeira. Qual foi a instituição que aprovou os examinandos ao provão da oab? Nem te digo!!!!!!

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 22/08/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.