Consultor Jurídico

Comentários de leitores

20 comentários

"Apartheid" é apoiar escritórios estrangeiros

Luiz C. Souza (Advogado Autônomo - Trabalhista)

Apoiar um possível fechamento da Ordem é o primeiro caminho apra a abertura de mercado aos escritórios estrangeiros. Coisa que muito interessa a alguns tanto quanto interessa aqueles que estãos entados no banco dos réus no STF por conta do mensalão. Um justiça fragmentada, uma Ordem esfacelada. STF midiatizado e a bandalheira correndo solta... Tudo o que é necessário para que uns poucos enriqueçam com o dinheiro público.
Acordemos e oremos!

Somente a obrigação

Luiz C. Souza (Advogado Autônomo - Trabalhista)

Fizeram certo: Garantir que se cumpra o lei e garanta-se o direito... Vale para todas as ações. O resto é besteirol puro

53 dias são 53 dias... Chova ou faça sol

Luiz C. Souza (Advogado Autônomo - Trabalhista)

17 de Abril de 2012 - OAB pede que restabeleça a carga rápida (http://s.conjur.com.br/dl/nalini-oab-carga.pdf) e (http://www.conjur.com.br/2012-abr-17/oab-sp-revogacao-regra-impede-carga-rapida-processos) .........................................
30 de Maio de 2012 - Toron pede que restabeleça a carga rápida (http://s.conjur.com.br/dl/peticao-carga-rapida.pdf)
.........................................
São 53 dias de diferença.

O "aparthaid" criado na Ordem II

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

(continuação)
"III - O pedido de consulta apresentado à Comissão de Ética e Disciplina enseja ao impetrante o direito de obter uma resposta, seja ela qual for (CF, artigo 5º, XXXIII). Não se admite que a autoridade silencie, quede-se inerte sobre o pedido devidamente formulado. IV - Violado o direito líquido e certo do impetrante, o mandado de segurança há de ser provido para que seja emitida uma resposta ao pedido, no prazo razoável de 30 (trinta) dias. V - Apelação provida." ACÓRDÃO Vistos e relatados estes autos em que são partes as acima indicadas, decide a Egrégia Terceira Turma do Tribunal Regional Federal da 3ª Região, por unanimidade, dar provimento à apelação, nos termos do relatório e voto que ficam fazendo parte integrante do presente julgado. São Paulo, 19 de julho de 2012. CECÍLIA MARCONDES Desembargadora Federal Relatora."
.
O problema é que sempre temos a esperança de resgatar a Ordem da situação atual através do convencimento e conscientização no sentido de que a Entidade se perdeu em meio a pretensões pessoais, favorecimento de certo grupos, e perseguição implacável a outros. Se for extinta, nossas esperanças no sentido de resgatar a entidade vai junto, infelizmente.

O "aparthaid" criado na Ordem

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Creio que para os advogados independentes, não ligados ao "grupinho" que domina a OAB, não deve haver diferença alguma se a Instituição for extinta, prezado JrC (Advogado Autônomo - Civil). Veja esse exemplo:
.
"EMENTA "PROCESSUAL CIVIL - MANDADO DE SEGURANÇA - ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL - OAB - CONSULTA ADMINISTRATIVA - PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE ÉTICA E DISCIPLINA DA OAB - LEGITIMIDADE - PEDIDO SEM RESPOSTA - VIOLAÇÃO DE DIREITO LÍQUIDO E CERTO. I - O impetrante protocolou consulta junto à E. Comissão de Ética e Disciplina da 22ª Subseção da OAB/SP objetivando esclarecer situação de seu interesse no tocante à possibilidade de utilização de peças de procedimentos administrativos instaurados contra si para instruir reclamações a serem propostas contra magistrados, não obtendo qualquer resposta. Correta, assim, a interposição da ação constitucional contra o Presidente do Tribunal de Ética, o qual tem competência para corrigir o ato impugnado. II - A Ordem dos Advogados do Brasil desempenha um serviço público (art. 44 da Lei nº 8.906/94) e, nessa qualidade, está obrigada a respeitar em seus procedimentos as regras gerais do procedimento administrativo comum e da legislação processual civil (art. 68 da Lei nº 8.906/94). O pedido administrativo apresentado pelo impetrante enseja a abertura de um procedimento, o qual está sujeito à incidência de certos princípios, dentre os quais o do devido processo legal, o do impulso oficial e o da efetividade. (...)" (continua).

Dr Pintar

JrC (Advogado Autônomo - Civil)

Dr Pintar. Se numa realidade paralela, a OAB fosse extinta será que a vida dos advogados seria TÃO diferente do que é hoje em dia? Nada por nada...

Inclusive pode acontecer de a Câmara pagar mico

Luiz C. Souza (Advogado Autônomo - Trabalhista)

Não sei e não tenho números ou procuração, mas creio que o Dr. Ophir Cavalcante conduziu seu período de gestão na OAB com responsabilidade e coerência. Já a Câmara dos Deputados em Brasília, há pelo menos 60 anos não é pra se levar a sério. Não votaram até hoje a CPI dpo Banestado ... Dá pra acreditar!

Mais perigo à vista

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

O que é terrível nesse comportamento dos ocupantes de cargos e funções da Ordem, nos termos do já explicitado por vários comentaristas logo abaixo, é a fragilização da entidade. Veja-se o que foi divulgado pelo site Migalhas hoje:
.
"De acordo com o matutino Valor Econômico, a Câmara articula um movimento para fragilizar a OAB. Segundo a reportagem, o movimento consiste no recolhimento de assinaturas para instalar uma CPI da OAB, com o objetivo de investigar fraudes no exame e a movimentação financeira da entidade, que não tem fiscalização dos tribunais de contas. Além disso, alguns deputados não estariam medindo esforços para avançar na tramitação do PL que acaba com o exame de Ordem."
.
E caso essa CPI seja criada, tudo pode acontecer.

Ofício sem resposta

JrC (Advogado Autônomo - Civil)

E cadê a resposta do ofício que a OABSP protocolou ao Dr. Nalini pedindo o restabelecimento da carga rápida?
.
A única decisão CONCRETA que se tem, consubstanciada no direito à carga rápida, foi proferida pelo CNJ por meio de PROCEDIMENTO ABERTO PELO DR. TORON E NIEMEYER.

Carmem_Soares (Outros)

JrC (Advogado Autônomo - Civil)

Seu comentário não faz sentido: "Desembargador Ivan Sartori junto com os advogados apresentaram reclamação ao Conselho Nacional de Justiça, que acatou o pedido."

Datas são datas

Luiz C. Souza (Advogado Autônomo - Trabalhista)

17 de Abril de 2012 - OAB pede que restabeleça a carga rápida (http://s.conjur.com.br/dl/nalini-oab-carga.pdf) e (http://www.conjur.com.br/2012-abr-17/oab-sp-revogacao-regra-impede-carga-rapida-processos) .........................................
30 de Maio de 2012 - Toron pede que restabeleça a carga rápida (http://s.conjur.com.br/dl/peticao-carga-rapida.pdf)
.........................................
São 53 dias de diferença. E sinceramente... Fazer politicagem com este assunto é pouco, muito pouco. Mesquinhez pura! Até parece que acabaram de salvar o Planeta Terra da extinção. Foi só uma ação de ambos os lados que resultou numa coisa só: Garantir que se cumpra a lei e o direito do advogado. Me poupe!

Vamos falar da conquista, ou inventar créditos?

Carmem_Soares (Outros)

Marcos da Costa protocolou pessoalmente ofício na Corregedoria.
Diversas tentantivas foram feitas pelo Toron, pelo Marcos da Costa e também pelo D'Urso.
Essa luta foi iniciada em 2004, pelo D'Urso coroada pelo Provimento 20 de 2011, da Corregedoria, revogado e agora restabelecido!
Desembargador Ivan Sartori junto com os advogados apresentaram reclamação ao Conselho Nacional de Justiça, que acatou o pedido.
O ofício da OAB SP foi protocolado no TJ-SP pessoalmente pelo presidente em exercício da OAB SP, Marcos da Costa; pela secretária-geral adjunta, Clemencia Beatriz Wolthers; pelo diretor-tesoureiro, José Maria Dias Neto; pelo presidente da Comissão de Direitos e Prerrogativas da OAB SP, Antonio Ruiz Filho; pelos vice-presidentes da Comissão, Livio Enescu e Luiz Roberto Mastromauro e pelo presidente da Comissão dos Acadêmicos de Direito, Alecksander Mendes Zakimi.
Conquistou e lutou pelo reconquista...

Usurpação e Inverdade

Orlando Maluf (Advogado Sócio de Escritório)

À total falta de criatividade e ação por parte dos atuais diretores da OAB/SP, em vista da brilhante conquista de dois advogados serios como Sergio Niemeyer e Alberto Toron junto ao CNJ (carga rápida), não surpreende sua atitude em tentar tomar para si os louros que não lhe pertencem, além do que, lamentavelmente, o presidente licenciado e candidato a vice do bacharel Russomano continua a fantasiar a verdade afirmando aleivosias como ter recebido a Ordem quase falida em 2003, afirmação tão veraz como a que negou que de seu gabinete não saiu o malfadado e espurio projeto do paralegal.

Sobre "atuações pífias" e maledicência

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Se for assim, prezado Luiz C. Souza (Advogado Autônomo - Trabalhista), devo concluir que o colega Toron não deve ter nenhum cliente. Será que essa colocação está correta?

Oportunismo

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

O pior de tudo é que os ocupantes de cargos e funções na OAB/SP, além de terem omitido a brilhante atuação dos colegas Toron e Sérgio Niemeyer no site da instituição (www.oabsp.org.br), ainda estamparam que o atual Presidente está tomando providências em relação ao caso, peticionando à Presidência do TJSP. Puro e simples oportunismo, tentando esconder a inércia na defesa das prerrogativas e ainda omitir as ações concretas e proveitosas de Toron e Sérgio Niemeyer na defesa das prerrogativas de toda a classe.

Declaração de Luiz F. Borges D´Urso

Luiz C. Souza (Advogado Autônomo - Trabalhista)

Está no Facebook dele, para quem quiser ver: Toron rompeu com o grupo dirigente da OAB/SP, e que até então defendia, passando a atacá-lá, pois Toron:
"... como todos sabem, exigiu continuar como Diretor do Conselho Federal, representando SP, cargo que ocupou por 6 anos, até 2009, pois compete a indicação à Seccional paulista. Sua pretensão não pôde ser atendida.
Sua recondução não foi possível por dois motivos, primeiro porque sua atuação como Diretor do Conselho Federal foi pífia e inexpressiva na defesa dos interesses da advocacia de SP, chegando até a votar contra as posições da Seccional paulista, e segundo porque para esse cargo, na última eleição conduziu-se a então operosa vice-presidente de SP, Márcia Melaré, filha do ex-presidente Rubens Approbato Machado..."
...........................
Meu Deus, "pífia e inexpressiva" ... Já pensou se ele repete a dose na defesa de João Paulo Cunha?

Fazer o trabalho sem fazer Campanha Eleitoral

Luiz C. Souza (Advogado Autônomo - Trabalhista)

17 de Abril de 2012 - OAB pede que restabeleça a carga rápida (http://s.conjur.com.br/dl/nalini-oab-carga.pdf) e (http://www.conjur.com.br/2012-abr-17/oab-sp-revogacao-regra-impede-carga-rapida-processos)
.........................................
30 de Maio de 2012 - Toron pede que restabeleça a carga rápida (http://s.conjur.com.br/dl/peticao-carga-rapida.pdf)
Ambos fizeram o mesmo: Que se cumpra o lei e garanta-se o direito... Sem campanha política por favor!

A vergonhosa carona da oab/sp nos ombros do toron!!!

Sandra Paulino (Advogado Autônomo)

No último sábado, recebi um e-mail de um “fake” identificado como kleber.pr48@hotmail.com trazendo falsa notícia da Coluna Sonia Racy, tecendo considerações depreciativas ao TORON, supostamente feitas por "Brecailo (Advogado Autônomo - Consumidor)", sempre segundo o tal “Kleber”, sob o título “O MIDIÁTICO TORON QUER FAZER DO PROCESSO DO MENSALÃO UM CIRCO”. O jornal O Estado de São Paulo e a coluna de Sonia Racy em 07/07/2012, NUNCA publicaram uma linha sequer parecida com o sofrível texto elaborado por essa escumalha. Respondi o e-mail informando sobre medidas de investigação que seriam tomadas e que já estão em andamento e soube que se trata de FUNCIONÁRIO DA OAB! Sim, funcionário PAGO PELOS COFRES DA CASA, escondido em covarde anonimato, típico de jogador medíocre, que só golpeia abaixo da linha da cintura. Agora, fico sabendo da VERGONHOSA “apropriação” pela OAB, da vitória conseguida no CNJ pelo TORON e Niemeyer no restabelecimento da carga rápida. Essa "carona" já é conhecida, sendo apenas “reprise” do uso/costume de incompetentes, como feito no projeto de lei criminalizando ofensas às prerrogativas, iniciativa de LAERTES DE MACEDO TORRENS, não do mandatário político e perseguidor de advogados que dela se apropriou trocando apenas o nome... MOSTRAM ASSIM, OS INIMIGOS DA ADVOCACIA, AOS VERDADEIROS ADVOGADOS, qual o nível da campanha... Sucesso, TORON, os verdadeiros advogados PRECISAM E QUEREM UM ADVOGADO PRESIDINDO A OAB/SP!

O direito não socorre os que dormem OAB/SP!!!

Manente (Advogado Autônomo)

http://www.conjur.com.br/2012-ago-01/cnj-libera-carga-rapida-advogados-nao-constituidos-autos-sp
O Conselho Nacional de Justiça decidiu liberar a chamada carga rápida para advogados não constituídos nos autos em São Paulo. O pedido para derrubar provimento da Corregedoria Geral de Justiça de São Paulo foi feito pelos advogados Alberto Zacharias Toron e Sérgio Niemeyer em Procedimento de Controle Administrativo.
PARABÉNS aos advogados Alberto Zacharias Toron e Sérgio Niemeyer!!!

que piada!

Feller (Advogado Sócio de Escritório - Criminal)

é incrível como a OAB está se apropriando, na cara de pau, da vitória conseguida no CNJ pelo Alberto Zacharias Toron, candidato da oposição para a presidência da Ordem em São Paulo.
Será que estão com medo que fique óbvio que o Dr. Toron, mesmo sem fazer parte da OAB/SP, já fez mais pelos advogados paulistas do que a própria instituição que comandam?
Muito embora seja abjeta, a mentira da OAB/SP não surpreende: Sem qualquer transparência em sua Gestão, não poderíamos esperar outra atitude.

Comentar

Comentários encerrados em 9/08/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.