Consultor Jurídico

Comentários de leitores

6 comentários

http://www.conjur.com.br/2012-abr-21/conselheiro-cnmp-propoe

Carlos Jordão-Carvalho (Advogado Sócio de Escritório - Família)

Ao Consellheiro do CNPJ bastaria recomendar a leitura do Decálogo do Promotoria de Justiça de autoria de J.A. César Salgado, Promotor do Estado de S.Paulo e Promotor das Américas:
I- Ama a Deus acima de tudo, e vê no homem, mesmo desfigurado pelo crime, uma criatura à imagem e semelhança do Criador.
II- Sê digno de tua grave missão. Lembra-te de que falas em nome da Lei, da Justiça e da Sociedade.
III- Sê probo. Faze de tua consciência profissional em escudo invulnerável às paixões e aos interesses.
IV- Sê sincero. Procura a verdade, e confessa-a, em qualquer circunstância.
V- Sê justo.Que teu parecer dê a cada um o que é seu.
VI- Sê nobre. Não convertas a desgraça alheia em pedestal para teus êxitos e cartaz para tua vaidade.
VII- Sê bravo. Arrosta os perigos com destemor, sempre que tiveres um dever a cumprir, venha o atentado de onde vier.
VIII- Sê cortês. Nunca te deixes transportar pela paixão. Conserva a dignidade e a compostura, que o decoro de tuas ações exige.
IX- Sê leal. Não macules tuas ações com o emprego de meios condenados pela ética dos homens de honra.
X- Sê independente. Não te curves a nenhum poder, nem aceites outra soberania, senão a Lei.
J. A. CÉSAR SALGADO
Presidente da Associação Interamericana do Ministério Público
II Congresso Interamericano do Ministério Público
Havana - Cuba
De 20 a 26 de novembro de 1957

Chover no molhado

ubirajara araujo (Advogado Autônomo - Civil)

A etica não se impõe por leis, regimentos eou códigos, ate por tudo isto já existe, e se eficiente fosse não veríamos os absurdos que vemos.
A etica esta na consciência e na formação de cada ser humano, no meu entendiemento tal proposição e uma redundancia, ou uma forma de iludir a sociedade... Ah agora sim...
O CNMP alterou ou pelo menos houve proposição de alterar seu regimento interno para favorecer a indicação de agentes do MP para cargos políticos o que é vedado pela Constituição Federal.Veja-se estes procedimentos 0116 2011 18, 0149 2011 50 e 0043 2011 56, este, há quase ano meio, devidamente instruido, paralisado sem quqlquer decisão. A ética começa aqui.

Quem tem chefe é índio e promotor de justiça, dizia-se

Francisco Lobo da Costa Ruiz - advocacia criminal (Advogado Autônomo - Criminal)

Ora, se já há legislação basta utilizá-la, com seriedade e todo rigor, de modo que em breve tempo, não nos deparemos com condutas de alguns que insistem em denegrir a classe, achando que podem tudo, sem qualquer limite. Por outro lado, na vida privada/particular a norma emerge da honradez do cidadão, de seu berço, e de quem servirá de exemplo dentro da instituição, pois que a influência positiva ou negativa é adquirida no meio em que se vive. A sociendade precisa de um Ministério Público firme, duro, promotores independentes que não acolhem ordens superiores ilegais (geralmente com asco político e contra inimigos) e que respeitem a carta política. Torço para que o MP venha a ser a mais digna e operosa instituição de nosso país.

Rezo para mudar

Pek Cop (Outros)

Espero que o CNMP faca o quanto antes para ver se os prepotentes donos da razão enxerguem que sao seres humanos tb! Já tive duas decepções: Dr. Baracat(plantão da barra funda) e Dra. Sandra Rodrigues(Gaeco) a maneira diferenciada e o descaso principalmente pela promotora foi algo que me afastou em confiar tanto no Ministério Publico! Espero que as regras mudem para torna-los mais acessíveis a sociedade que implora por JUSTICA!!!...

Chover no molhado.

Ricardo (Outros)

Isso tudo a CF e os Estatutos já prevêem!

Perda de tempo e recursos

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Há alguns anos o CNJ criou o chamado "Código de Ética da Magistratura". Foi exatamente o mesmo que o nada.

Comentar

Comentários encerrados em 29/04/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.