Consultor Jurídico

Comentários de leitores

12 comentários

Elementar, meu caro Watson!

Jcandal (Advogado Autônomo - Civil)

Porque o mensalão trata de matéria de interesse de toda a nação! Veja que o "toda a nação" difere, em muito, do simples "interesse público", em seu conceito lato, presente mesmo nos processos de interesse particular!

Pobreza acadêmica

Adilson Cabral de Souza Júnior (Servidor)

Filhão, para de envergonhar seus pais dizendo besteiras na internet e vá estudar um pouco!
"Resolvido em poucos meses"? 07 anos não é o bastante para o senhor? Ou, melhor, 84 meses, não é o bastante?
"Por que o Delúbio merece um julgamento mais rápido que o de meu cliente?" Porque seus clientes não atentaram contra os pilares da República (a menos que o senhor seja advogado de alguns dos mensaleiros) e, sendo assim, não merece atenção maior.

É simples

. (Professor Universitário - Criminal)

Porque a Nação brasileira espera uma resposta à tamanha desfaçatez praticada por membros do governo.

O erro é de base

Mauro Abramvezt advogados (Advogado Autônomo - Comercial)

A indagação do nobre causídico não está aí a reclamar a resposta, mas as conjunturas que cercam a gênese do Supremo Tribunal Federal quanto à indicação de seus membros.
Se ao STF se reserva julgamento até da própria autoridade máxima da Nação, atribuir-se a indicação de seus membros a bel prazer do Presidente da Republica, é, no mínimo, com o perdão pela comparação - que se roga aos bodes - deixá-los tomando conta, por exemplo, do gramado do Estádio do Pacaembu...
A atual composição da Casa de Justiça, raríssimas exceções, lá está por ingerência do PT, que elegeu Presidente, que assim laborou. Desta maneira, o STF torna-se um feudo, sem que os brasileiros em geral, as entidades representativas da Justiça do País, os advogados e os cultores do Direito possam indicar, estes sim, os membros da mais alta Corte de Justiçá do País! Diante disto, até mesmo a pauta de julgamentos deste STF segue as conveniências politicas, que quase sempre não são aquelas amparadas pelo Direito e pela Justiça que o cidadão comum almejou.
O erro é de base, como se enunciou acima, pois.

resposta:

Leneu (Professor)

pq seu cliente não vende matéria na VEJA.
reflita.

Reflexão

Observador.. (Economista)

Com todo respeito ao articulista, poderia ter refletido mais antes de escrever tal artigo.
A não ser que seja um artigo feito com objetivo diverso do exposto em suas linhas.
Se for então membro do mesmo partido do "Zé Dirceu", como alguém aqui comentou antes, poderia arrumar um outro pretexto; embasar melhor a tese já que há um objeto maior e poderoso a defender.

Clamor social?

George Rumiatto Santos (Procurador Federal)

Ora, caro Flávio Canduzini, o STF não está lá pra atender ao clamor social. Pelo seu comentário, o julgamento será uma mera solenidade de proclamação da condenação dos acusados.
O julgamento não é resposta social contra a corrupção coisa nenhuma. Não é porque é Delúbio e companhia que o Supremo fica obrigado a acatar a vontade da sociedade - ou se deve ler "grande mídia"?.
O articulista escreveu um texto muito simplório, pouco reflexivo, mas não deixa de ter razão ao se queixar de um processo sob seu patrocínio estar a um ano na conclusão, sem qualquer movimentação.
O processo do chamado "mensalão" tem grande repercussão social, mas seu julgamento não tem nada que ver com resposta social contra a corrupção.

Profundidade

Flávio Canduzini Manoel (Advogado Associado a Escritório - Consumidor)

Antes de ser advogado, deve-se ser cidadão. Quando não levantamos a cabeça além do nosso próprio mundo, deixamos de pensar no que é importante para a coletividade. O julgamento do "mensalão" é a resposta social contra a corrupção, é a oportunidade que já se perdeu por inúmeras vezes e que hoje novamente se apresenta.
O comportamento do articulista demonstra que a maioria considera democracia como o "estado esgoísta" onde vale mais que seu recurso, que provavelmente é desnecessário e só serviu para protelar o processo, seja julgado do que a resposta da corte ao clamor social.

Resposta...

Eduardo. Adv. (Advogado Autônomo)

Porque os mensaleiros apostam na lentidão da Justiça!

O mensalão não é um caso novo.

Diogo Duarte Valverde (Advogado Associado a Escritório)

O mensalão já não tramita no STF há uns sete anos? A crítica do articulista não se justifica.

O autor se esqueceu de um pequeno detalhe ao se identificar

Alex Tube (Outros)

O detalhe é que, além de "advogado em Brasília", o autor do artigo também é petista.

Comentar

Comentários encerrados em 28/04/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.