Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Entrevista coletiva

Procurador é suspenso por revelar dados sigilosos

Por conceder uma entrevista coletiva à imprensa sobre investigação de suposto superfaturamento em obras do Complexo Viário do Rio Baquirivu, na Grande São Paulo, o procurador de Justiça Matheus Baraldi Magnani, do Ministério Público Federal em São Paulo, foi suspenso por 90 dias.

A decisão de aplicar a pena de demissão convertida em suspensão por 90 dias foi dada nesta quarta-feira pelo Conselho Nacional do Ministério Público. O procurador será apenado por “divulgar a jornalistas informações protegidas por sigilo”. A entrevista ocorreu no dia 29 de maio de 2009, após cumprimento de mandado de busca e apreensão na sede da prefeitura de Guarulhos e na construtora OAS.

O relator do processo, conselheiro Almino Afonso, teve seu voto seguido pelos conselheiros Luiz Moreira, Adilson Gurgel, Tito Amaral, Jarbas Soares, Fabiano Silveira, Claudia Chagas, Alessandro Tramujas, Tito Amaral e Taís Ferraz. Ficaram vencidos os conselheiros Lázaro Guimarães e Mario Bonsaglia. Com informações da Assessoria de Imprensa do CNMP.

Revista Consultor Jurídico, 18 de abril de 2012, 19h00

Comentários de leitores

1 comentário

Demissão nao!

Pek Cop (Outros)

Uma suspensão esta justo...mas se continuar a aprontar, dai nao tem jeito.

Comentários encerrados em 26/04/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.