Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Além da fronteira

Universidade nos EUA vai estudar Justiça mexicana

Frente à situação cada vez mais complexa na fronteira dos Estados Unidos com o México, em razão da violência decorrente do recrudecimento das ações originadas pelo tráfico de drogas, o interesse de juristas norte-americanos em leis mexicanas  tem aumentado. O Centro de Estudos Legais da Universidade de Houston, no Texas, tomou a iniciativa pioneira de fundar um centro acadêmico focado em pesquisar apenas a intersecção entre leis americanas e do país vizinho.

A escolha do local, em Houston, se deu pela proximidade da cidade texana com a fronteira com México. "A criação de um centro de pesquisa independente sobre lei mexicana em uma universidade dos EUA surge completamente atrasada", declarou o professor de Direito Stephen Zamora, da Universidade de Houston, que deve integrar a equipe que comandará os estudos na nova unidade de pesquisa.

De acordo com Zamora, que falou ao semanário de Justiça americano The National Law Journal esta semana, 33 milhões de pessoas nos EUA são cidadãos mexicanos ou descendentes de mexicanos, mas os americanos não sabem praticamente nada do sitema legal mexicano nem sobre suas instituições.

Além de acordos com a chancelaria mexicana e com a iniciativa privada do país, o centro também se associou a importantes juristas do México e do Canadá. O juiz da Corte Suprema de Justiça da Nação, José Ramón Cossío Díaz, aceitou ser o primeiro jurista convidado a tomar parte de atividades no novo centro.

Revista Consultor Jurídico, 14 de abril de 2012, 8h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 22/04/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.