Consultor Jurídico

Comentários de leitores

4 comentários

Faz tempo!

Richard Smith (Consultor)

Pô, amigo Arraes, faz tempo!
.
E isto perante uma população imbecilizada e condicionada por uma mídia hostil, esquerdopata e "Católicofóbioca" e a inércia de uma Igreja dividida e atingida por dentro por maus Sacerdotes e Bispos.
.
Mas o Dia da Justiça chegará. Tememo-lo!...

incoerencias!!!!!!!

Marcos Arraes (Procurador do Município)

Penso que o voto que mais adequa-se ao que penso é o do Min.Peluso. Os demais, data venia, são irrazoáveis, em minha otica. Creio que revigoraram a otica de Hitler de que um bebe que nao poderá dar alegrias a sua familia nao é digno de vida...alem de terem usado de sofismas, pois nao são 100% dos anencefalos que morrem...exemplos são varios na midia: Vitoria de Jesus, Marcela, e tantos outros...so é lermos na internet via google...carissimos querem transformar o estado laico em estado ateu!!!!!

muito pior...

Richard Smith (Consultor)

Ler IDIOTICES proferidas por pessoas orientadas por posições ideológicas absolutamente anti-naturais é muito pior!
.
Já vou tratar de ver se arranjo alguma indenização Federal, pois estou com as córneas doendo até agora.

Decisão

Observador.. (Economista)

Assisto ao julgamento.Todos muito didáticos e convictos das suas decisões.Natural penso eu.
Não queria estar no lugar destes senhores e senhoras.Acho o tema complexo, delicado e sujeito ( espero estar errado ) a abrir precedentes perigosos para nossa sociedade.
Tem horas que temo um futuro Brasil árido, cru, com baixa religiosidade, sem lugar para sentimentos ou sentimentalismos, onde a ciência é usada de forma taxativa para nortear decisões.Tenho receio da eugenia, da ciência usada sem critérios mas disfarçada em teses longas e de difícil compreensão para sociedade.Ciência que, como sabemos, está sempre avançando e, em muitos casos, alterando diagnósticos, tratamentos e visões anteriores.
Enfim.Vejo pessoas comemorando e me pergunto se há motivos para se comemorar algo.

Comentar

Comentários encerrados em 19/04/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.