Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

AVC e infecção

Morre ex-secretário de Justiça de Rondônia

Morreu no sábado (7/4) o delegado aposentado da Polícia Civil e ex-secretário de Justiça de Rondônia, Walderedo Paiva dos Santos. Após sofrer dois acidentes vasculares cerebrais (AVC) e três infecções hospitalares, Santos morreu de falência de múltiplos órgãos.

Nascido em João Pessoa (PB), Santos se mudou para Rondônia no começo da década de 80. Naquela época, foi secretário de Justiça e secretário da Segurança Pública na gestão do governador Jorge Teixeira, além de fundar e dirigir, em 1981, a Associação dos Policiais Civis de Rondônia.

A seccional de Rondônia da Órdem dos Advogados do Brasil emitiu nota de pesar pela morte de Walderedo Santos, lembrando alguns de seus feitos, como ter participado da elaboração da primeira Constituição de Rondônia. Com informações da Assessoria de Imprensa da OAB-RO e jornal Rondônia Dinâmica.

Leia abaixo a nota da OAB-RO 

Nota de Pesar

É com profundo pesar que a Seccional Rondônia da Ordem dos Advogados do Brasil cumpre o doloroso dever de registrar o falecimento do advogado Walderedo Paiva dos Santos, um verdadeiro pioneiro de Rondônia, estado a que dedicou parte de sua vida para ajudar a construí-lo. Depois de cumprir sua missão como delegado de Polícia que fez história ao participar da ‘Operação Caça Pistoleiro’, para prender, principalmente foragidos de outros estados que vinham se esconder nas selvas amazônicas.

Atualmente, Walderedo Paiva se dedicava, ao lado de alguns membros da família, à advocacia, mas deu sua contribuição ao desenvolvimento de Rondônia ao integrar a Assembleia Legislativa, como deputado estadual, tendo se destacado na elaboração da primeira Constituição do Estado. Também exerceu o cargo de secretário de Segurança Pública e de Justiça, sempre desempenhando com denodo as missões a que lhe foram confiadas.

Natural de João Pessoa (PB), graduou-se em Direito pela Faculdade de Ciências Jurídicas e Sociais do Instituto Paraibano de Educação - IPE/PB e colou grau em 24/06/1976. Atualmente dedicava-se a advocacia em Rondônia e na Paraíba.

Ao lamentar o falecimento de Walderedo, com quem trabalhou quando exerceu a função de Agente de Polícia, no fim dos anos 80, o presidente da OAB Rondônia conclui que Rondônia perde um grande homem público e a família perde uma importante referência de vida. O Conselho Seccional da OAB solidariza-se com os familiares e amigos e roga ao Criador que acolha Walderedo em sua morada eterna.

Hélio Vieira da Costa
Presidente

Revista Consultor Jurídico, 9 de abril de 2012, 17h14

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 17/04/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.