Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Fim de entrevistas

TJ-SP decide encerrar Contraponto, da TV Justiça

A nova presidência do Tribunal de Justiça de São Paulo decidiu que o programa da TV Justiça Contraponto, apresentado pela advogada e mestre em jornalismo Cacilda Decoussau Affonso Ferreira, deixará de ser exibido na TV Justiça.

Veiculado desde 2005, passaram pelo programa cerca de 300 entrevistados. Entre eles, ministros dos Tribunais Superiores, desembargadores federais e estaduais, presidentes de entidades ligadas ao Poder Judiciário, advogados, promotores, delegados de Polícia e jornalistas.

Entre outros, passaram pelo Contraponto os ministros do Supremo Tribunal Federal Ayres Britto, Cezar Peluso, Marco Aurélio, Gilmar Mendes e Luiz Fux (quando ainda era do STJ), o ministro do STF Cesar Asfor Rocha; o desembargador Fausto De Sanctis; o ex-presidente da Associação Paulista de Magistrados (Apamagis), desembargador Paulo Dimas Mascaretti; José Eduardo Martins Cardozo, entrevistado em 2006 quando era presidente da Comissão Especial de Reforma do Judiciário e hoje ministro da Justiça; o então presidente da OAB nacional, Cezar Britto, e o atual presidente da OAB-SP, Luiz Flávio Borges D’Urso.

Revista Consultor Jurídico, 2 de abril de 2012, 15h49

Comentários de leitores

3 comentários

Mera propaganda institucional.

Eduardo.Oliveira (Advogado Autônomo)

Mera propaganda institucional. Nada mais, nada menos.
Era uma forma de afago de egos...

VOLTE LOGO

Raul Haidar (Advogado Autônomo)

Considerado maior Tribunal do mundo, o TJSP precisa ampliar sua comunicação com a sociedade. O "Contraponto" era um instrumento de grande valia para a sociedade. Espero que que se trate de uma parada estratégica e que volte logo.

Pena

MARCELO-ADV-SE (Advogado Associado a Escritório)

Uma pena.
Fará falta.

Comentários encerrados em 10/04/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.