Consultor Jurídico

Notícias

Vanguarda tecnológica

Só o Brasil tem lei que acaba com o papel na Justiça

Comentários de leitores

4 comentários

É o fim da picada

Wilianjorge (Estudante de Direito)

Se o computador apresentar problemas é só ir até a lanhouse da esquina e acessar de lá, ou melhor ainda tenha um pc e um notbook ou um tablet, aí vc pode acessar de qualquer lugar.

INTIMAR, E CITAR O ADV, ELETRÔNICAMENTE, CARECE DE CERTEZA !

Cesar A. Castro (Advogado Autônomo - Civil)

LJC ! Fiquei surpreso quando, para obter minha senha na
JF junto aos JUIZADOS DE PEQUENAS CAUSAS,me foi exigida
que eu poderei ser,CITADO,por via eletrônica !!! E EU INDAGO : SE O COMPUTADOR USADO PELO ADV. SOFRE PANE, A-
POS HAVER-SE CONSUMADA A ENTRADA NA CAIXA POSTAL DO PATRONO DA CAUSA ??? APÓS 10 DIAS,SERÁ TIDA COMO EFICAZ
A CITAÇÃO E, OBVIAMENTE, CARACTERIZANDO-SE A CONDIÇÃO DE REVEL ! A JUSTIÇA DO TRABALHO, INOVADORA EM MUITOS ASPECTOS, NO PROCESSO TRABALHISTA, QUANDO O AR PARA CITAÇÃO (NOTIFICAÇÃO) NÃO É DEVOLVIDO PELO CORREIO (ORA
EM ESTADO DE GREVE), AINDA SE CONCEDE A OPORTUNIDADE DE
DEMONSTRAR-SE O NÃO RECEBIMENTO DO MANDADO CITATÓRIO E A CÓPIA DA INICIAL (CONTRA-FÉ)! ESTA SEGURANÇA JURÍDICA
É VITAL PARA O CUMPRIMENTO DA GARANTIA CONSTITUCIONAL DO DEVIDO PROCESSO (ART. 5º,LV)! CONSIDERE-SE, TAMBÉM,
A FIGURA DA PENHORA ON LINE, PARA AS HIPÓTESES DE REVELIA DECRETADA, EM FACE DO NÃO OFERECIMENTO DE DEFESA OCASIONADO POR FALHA TÉCNICO-INFORMÁTICA NO COMPUTADOR DO ADVOGADO CADASTRADO ! IMPLODE-SE TODA A SOLENIDADE DO ATO DE CITAÇÃO INICIAL, DE FORMA INEQUÍVOCA, ATÉ PARA QUE SE ENSEJE,A POSTERIORI,A VIA
EDITALÍCIA. Cesar Abreu de Castro - Insc. 11.046 - OAB-RJ.

Será que a coisa é 100% segura???

Ramiro. (Advogado Autônomo - Criminal)

Que me perdoem o ceticismo, mas será que a digitalização dos processos judiciais vieram acompanhadas de esforços em segurança de informática suficientes?
Os arquivos PDF sempre foram vulneráveis, não é de hoje.
http://info.abril.com.br/aberto/infonews/102007/29102007-8.shl
http://www.techtudo.com.br/noticias/noticia/2011/09/novo-virus-para-mac-se-disfarca-de-arquivo-pdf.html
E a vigilância, inclusive de ataques contra o Governo Brasileiro, tem sido realizada por outros países.
http://idgnow.uol.com.br/seguranca/2011/09/23/preso-acusado-de-integrar-grupo-cracker-que-atacou-sony-e-governo-brasileiro/
http://idgnow.uol.com.br/seguranca/2011/09/22/adobe-conserta-bug-no-flash-que-ja-era-explorado-por-hackers/
O próprio flash player, necessário para o gerenciamento de alguns processos administrativos virtuais de órgãos públicos fragilizados.
Não se trata de ser cético ao estilo afirmar que o homem nunca pousou na Lua, e sim outro tipo de ceticismo, quanto às reais possibilidades de os Tribunais brasileiros se tornarem uma espécie de alvo, inclusive de competição, de crackers do mundo inteiro.
O custo da segurança digital não é barato. E falando apenas como mera especulação, sem sugerir idéia alguma. Determinado tribunal que dispoem de verbas fecha contrato com uma empresa de segurança digital A, as empresas concorrentes B, C e D e E em quanto se beneficiariam se o sistema A fosse vazado por crackers e bagunçado todos os registros processuais?

De que adianta uma lei, se não a cumprem ?

daniel (Outros - Administrativa)

Os demais países nem precisam de lei para informatizar o judiciário, pois isto é uma lógica inquestionável.
Não precisamos de uma lei para informatizar os bancos.
O problema é que advogados e servidores do judiciário não querem informatizar, pois temem perder poder e seus empregos.
Chegam ao absurdo de Corregedorias não permitirem a publicação na internet ao argumento de que a Lei não diz "internet". Ora, e também não diz "jornal de papel"....., mas nada questionam sobre isto.
A culpa é da velharada que não sabe manusear internet, nem computador, mas não aposentam.

Comentar

Comentários encerrados em 3/10/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.