Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Queda em carnaval

Atriz que caiu de carro alegórico deve ser indenizada

A atriz Neuza Borges deve ser indenizada pela Escola de Samba Unidos da Tijuca em mais de R$ 700 mil por um acidente ocorrido quando desfilou pela escola em 2003. A atriz sofreu uma fratura de bacia após cair de um dos carros alegóricos da escola de samba, na madrugada de 4 de março de 2003, durante o desfile do Grupo Especial do Rio de Janeiro. Para garantir o pagamento, foi determinado o bloqueio do futuro repasse das cotas de transmissão de TV, a que a Unidos da Tijuca terá direito. As informações são do site Espaço Vital.

O carro em que Neuza estava vinha sofrendo problemas desde o início do desfile, com uma roda quebrada. Depois de despencar do carro no início do desfile, ela foi socorrida pelos bombeiros e encaminhada ao hospital Souza Aguiar, na região central da cidade. De lá, foi transferida para um hospital particular, na zona sul, onde foi submetida a uma cirurgia. Teve que colocar 22 parafusos na bacia e uma placa de titânio num dos joelhos.

Neuza Borgesdois começou sua carreia em São Paulo, como crooner de orquestra, em casas noturnas. Sua estréia na televisão foi na telenovela Venha ver o sol na estrada, com Márcia de Windsor, na TV Record. No começo de carreira ainda atuou em Beto Rockfeller, na extinta TV Tupi. Após o acidente passou dois anos afastada das novelas da TV Globo. Em março deste ano, admitiu publicamente que passava por dificuldades financeiras. Foi, então, a uma premiação, com uma peruca loura para protestar. "A TV é das louras", disse na época. Pediu e obteve um papel em "Araguaia". 

Revista Consultor Jurídico, 16 de setembro de 2011, 18h32

Comentários de leitores

1 comentário

Crys

CrYs (Outros)

Justo, justíssimo. A justiça foi feita.

Comentários encerrados em 24/09/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.