Consultor Jurídico

Notícias

Sem acordo

OAB quer mudanças no convênio de assistência judiciária

Comentários de leitores

10 comentários

acrescento!

Ricardo T. (Outros)

Acrescento: com o valor pago pelo Estado, a título de convênio, daria para a Defensoria ter uma estrutura melhor do que a do MPF, em todas as cidades.

Doutor, o senhor tem razão!

Ricardo T. (Outros)

Doutor Marcos, o senhor tem razão. Mas vou lhe dizer a verdade. A defensoria não vem para o interior porque não quer dividir o bolo. Os defensores querem ficar nas grandes cidades, distribuindo ações civis públicas e fazendo júri de grande repercurssão. Ninguém quer ficar em cidade pequena. É o que se fala nos corredores.

Doutor, o senhor tem razão!

Ricardo T. (Outros)

Doutor Marcos, o senhor tem razão. Mas vou lhe dizer a verdade. A defensoria não vem para o interior porque não quer dividir o bolo. Os defensores querem ficar nas grandes cidades, distribuindo ações civis públicas e fazendo júri de grande repercurssão. Ninguém quer ficar em cidade pequena. É o que se fala nos corredores.

Só nas grandes cidades

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Ocorre, prezado marcelo - concurseiro (Outros), é que a Defensoria está instalada em algumas poucas cidades do Estado, sendo que na mais interioranas e pequenas o único atendimento que existe é o prestado através do Convênio. Assim, se o Convênio acaba, milhares vão ficar simplesmente sem qualquer assistência.

engodo

Cid Moura (Professor)

Em Portugal não existe defensoria pública. A defensoria do Brasil é uma "comédia", a da União nem se fala. São filas de pessoas que não conseguem ser atendidas, milhares de audiências sem a presença de defensores. Juris que acontecem com o defensor conhecendo o acusado 1h antes da seção...
Até que ponto vale a pena esta defensoria?

fim do convênio!

Ricardo T. (Outros)

Não sou conveniado, mas defendo o fim do convênio. As causas remetidas aos advogados não demonstram nenhum grau de complexidade, não contribuindo em nada para o nosso aprimoramento. As melhores e mais interessantes ficam com os Defensores. Além de se pagar pouco, não existe conteúdo nas demandas. Chega de convênio e os defensores devem abraçar tudo!

Advogados

MARCUS Advogado (Advogado Autônomo - Civil)

Não sou conveniado mas os colegas que são, reclamam do pouco dinheiro, da demora e burocracia para recebimentos. Infelizmente seria o caso da OAB (em âmbito nacional) abandonar o auxílio as Defensorias e deixar os Estados suprirem a lacuna certamente, com custos elevadíssimos. Ora juízes, promotores, defensores, procuradores todos procuram valorização profissional tendo como base uma contraprestação financeira legítima. Tá na hora de esquecer de política e fazer o que melhor para classe dos Advogados.

Tem toda a razão a OAB

analucia (Bacharel - Família)

O ideal seria que o Estado Executivo controlasse o sistema de justiça gratuita e que a Defensoria fosse apenas um dos prestadores do serviço, o qual se daria em rede e caberia ao carente escolher que se quer um arrogante Defensor Público ou um advogado do convênio.

Finalmente a OABSP resolveu efetivamente nos representar...

Mirelli Cristina Rodero Calderero (Procurador do Município)

A DEPSP ultimamente tem recusado o pagamento de certidões cuja fundamentação está até mesmo entre as exceções para a regra do não-pagamento instituído arbitrariamente pela mesma através dos malfadados enunciados (p. ex. o de número 08 - que prevê o não pagamento de certidões de honorários para o patrono do autor nos casos de extinção pelo artigo 267 do CPC), ou seja, mesmo com a comprovação do serviço "efetivamente prestado" (como enfatizam), bloqueiam a certidão e não as devolvem para retificação e nova apresentação visando o devido pagamento! Nem reclamar vem sendo possível, porque o único canal é um e-mail que nunca é respondido! Absoluta falta de respeito para com os conveniados!!! Basta, após inúmeras reclamações, até que enfim nossa entidade de classe resolveu atuar em nosso favor, iniciando pela substituição do presidente da Comissão de AJ e agora com essa nota pública subscrita pelo Presidente! Agora sim, não daria mais para ficar à mercê desse órgão que não tem o mínimo de consideração para com o nosso árduo trabalho diário junto aos beneficiários!!!

Falta de ética

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Com razão a OAB. Além dessa medida, deveria ser ainda instaurado procedimento administrativo disciplinar contra os defensores que estão criando todos esses problemas e prejudicando intencionalmente os colegas que dependem do convênio para tirar o sustento de suas famílias.

Comentar

Comentários encerrados em 3/11/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.