Consultor Jurídico

Colunas

ESTANTE LEGAL

Grandes advogados e histórias de paixão pelo Direito

Por 

Grandes nomes costumam ter sempre boas histórias para contar, não importa a área em que atuam. Melhor para o leitor quando ele pode ter acesso a várias delas de uma só vez, narradas pelos próprios protagonistas, alguns com atuação decisiva na vida pública ou em casos de ampla repercussão no país nos últimos anos. São vários nomes de destaque no mundo jurídico reunidos nas 352 páginas do livro Grandes Advogados, com lançamento nesta terça-feira (25/10) à noite em São Paulo.

Coordenado por Pierre Moreau, advogado e professor, o livro reúne entrevistas feitas por ele com uma constelação do universo jurídico brasileiro. Os encontros ocorreram entre março e maio deste ano na Casa do Saber, um centro de estudos e debates sobre diferentes áreas do conhecimento. Entre os entrevistados, estão três ex-ministros da Justiça, todos criminalistas: José Carlos Dias e Miguel Reale Júnior, que ocuparam a pasta do governo de Fernando Henrique Cardoso, e Márcio Thomaz Bastos, que permaneceu no cargo nos cinco primeiros anos de governo do presidente Lula e por três meses, no segundo mandato.

Eros Grau, ministro do Supremo Tribunal Federal entre junho de 2004 e agosto de 2010, quando se aposentou, e os advogados Modesto Carvalhosa, Maria Cristina Cescon, Celso Cintra Mori, Ary Oswaldo Mattos Filho, Priscila Correa da Fonseca, Alexandre Bertoldi, Antonio Meyer, Jairo Saddi, Sergio Spinelli, e Cássio Mesquita Barros completam a relação de entrevistados. Professor aposentado de Direito do Trabalho da Universidade de São Paulo, Barros espera que "os modelos de vida e as formas diferenciadas de trabalho dos entrevistados possam servir de inspiração aos jovens advogados".

Pierre Moreau diz que são vários e complexos os fatores por trás do sucesso profissional no Direito, mas que nas diversas histórias que emergiram naturalmente das conversas com alguns dos mais destacados nomes da advocacia brasileira foi possível destacar pelo menos um traço em comum. "A dedicação aos estudos, o empenho, a habilidade na arte da palavra e do convencimento e até mesmo o acaso de estar no lugar certo na hora certa, sem dúvida, são alguns desses fatores, mas o elemento comum a todos eles é mesmo a paixão pela ciência do Direito", afirma.

Mais do que simples histórias de sucesso, os depoimentos agora transformados em livro revelam um rico panorama do meio jurídico atual nas suas diferentes especializações e funções. Todos consagrados profissionalmente, os entrevistados abandonam por momento discussões jurídicas ou filosóficas para compartilhar sonhos, desafios e até mesmo frustrações. Fora do ambiente profissional, ficam à vontade para falar sobre os seus hábitos e a rotina de trabalho, revelar detalhes de casos em que atuaram e até mesmo relembrar algumas polêmicas em que se envolveram ao longo da carreira.

"É do encontro das inclinações e das vocações com o saber jurídico que surgem os desafios dessa complexa construção humana que é o Direito, base ideal e milenar da cidadania", diz Moreau. "Se o leitor já tem essa paixão, terá contato neste livro com diversos caminhos para transformá-la em atividade gratificante. Se não tem, é grande a chance de que essas histórias de vida, de causas e carreiras sirvam como exemplo e grande estímulo."

Serviço:
Título: Grandes Advogados
Editora: Casa da Palavra
Coordenação: Pierre Moreau
Páginas: 352
Preço: R$ 54
Lançamento: 25 de outubro, terça-feira — 18h30
Local: Livraria da Vila — Shopping Cidade Jardim — São Paulo

 é jornalista.

Revista Consultor Jurídico, 24 de outubro de 2011, 13h04

Comentários de leitores

2 comentários

INJUSTIÇA

acdinamarco (Advogado Autônomo - Criminal)

PERDOEM-ME OS COLEGAS, MAS NÃO VOU COMPRAR E NEM LER ESSE LIVRO. APENAS ADVOGADOS LIGADOS DIRETAMENTE À POLÍTICA, ESTÃO PRESENTES NA OBRA, SE É QUE SE PODE ASSIM CHAMAR. TODOS CONHECEMOS UMA DEZENA DE COLEGAS TÃO GABARITADOS E QUE ESTÃO FORA. CERTAMENTE É UM LIVRO PARA MORRER NAS PRATELEIRAS, COBERTO DE POEIRA E TEIAS DE ARANHA, COM TODO O RESPEITO AOS ENTREVISTADOS.
acdinamarco@adv.oabsp.org.br
(REENVIADO POR FALHA NO ANTERIOR)

INJUSTIÇA

acdinamarco (Advogado Autônomo - Criminal)

PERDOEM-ME OS COLEGAS MAS NÃO VOU COMPRAR E NEM LER ESSE LIVRO. APENAS ADVOGADOS LIGADOS, DIRETAMENTE À POLÍTICA ESTÃO PRESENTES NA OBRA, SE É Q

Comentários encerrados em 01/11/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.