Consultor Jurídico

Comentários de leitores

31 comentários

AO SR. VRM

Fernando José Gonçalves (Advogado Sócio de Escritório)

E eu arrisco algumas respostas: Fazer especialização com dinheiro público é imoral sim ! Se quer se especializar, peça afastamento "não remunerado" e custeie os seus próprios estudos. Afinal, ninguém chamou esse juiz para 'ser juiz' . Ele é que se propôs a sê-lo. Portanto, se carece de maior conhecimento ou quer ampliar os que já têm , que o faça ás suas expensas . Não estamos aqui pagando impostos para essa finalidade, embora sendo seu conhecido, o folgado.
SDS.

Juízes também devem ANDAR na LEI

Mariana de Cássia Araújo (Outros)

Eu, Mariana de Cássia Seabra Figueiredo de Araújo filha de Dr. Marcos Antônio Figueiredo de Araújo, venho argumentar que o meu pai é uma pessoa INTEGRA,HONESTA,LEAL que ama a JUSTIÇA e a VERDADE.
Como o próprio nome diz , JUSTIÇA é a virtude que consiste em dar ou deixar a cada um o que por direito de alguém, de atender suas reclamações e queixas. Em Paulista - PE esse juiz já é conhecido por ser arbitrário, prepotente e com "excesso de poder." Onde descontradiz o ato de fazer JUSTIÇA. O fato comentado pelo mídia mostra uma perseguição desde de 2006, aonde um advogado exausto de ser perseguido cobra seus direitos!! No campo pessoal o Dr. Marcos Antônio é EXTRAORDINÁRIO, HUMANO, AMOROSO, JUSTO e acima de tudo seu lema é o DIREITO DOS POBRES, priorizando aqueles que são humilhados, envergonhados por uma sociedade alienada e mesquinha. Como PAI é o MEU ORGULHO!!
Agora, irei com certeza plena confiar na Justiça do Brasil, na OAB, pois certamente logo logo isso se resolverá! Não só no caso do meu pai, mas todas as situações que ainda acontecem INJUSTIÇA.

COMO JULGAR SEM CONHECER OS FATOS VERDADEIROS.

Marcos Filipe Seabra (Outros)

É incrivel como a impresa que têm obrigação de levar a verdade, não faz apuração dos fatos e noticia imformações sem precisam, com um sério descompromisso com a veracidade da informação.
O advogado acima criticado e condenado sem julgamento adequado é um cidadão de boa reputação, cheio de princípios que valorizam a ética.
A jústiça teve seus olhos vendados, para não se envolver com nenhuma das partes, onde não há distinção, muito menos acepção do pobre do rico, do operário e do patrão, do sem poder e do magnata; o conceito de Direito não se restringe a julgar e condenar e sim lutar em prol daqueles que foram marginalizados e excluídos pela sociedade tantas vezes arbitrária.
Como podemos acusar e criticar sem tomar ciência de um ocorrido.
Quando 1 não quer dois não brigas.
Sabendo que cada Fórum tem a sua política de vestuário; no Fórum da cidade de Paulista, os homens só entram de calças compridas, sapatos e jamais de camisetas, já para o sexo feminino a Lei muito liberal, mulheres podem entrar de short, minisaia, sandálias de dedos e muitos decotas sesuais.
Como um advogado de calça, camisa, paletó, sapatos, portando dos documentos em dia com OAB, foi impedido de realizar uma audiência, num país onde a Jústiça é tão lenta devido ao excesso de processos, inúmeras vezes arquivado.
Profissão a sua de advogado, motivo de seu próprio orgulho, da famílía, amigos e clientes. O advogado Marcos Antônio tornou-se um pai de família, vitorioso diantes das dificuldades vividas na infância e adolescência onde pescava para comer com seus irmãos, para aliviar a fome, onde sua mãe ao anoitecer colocava os filhos na cama dizendo "Dorme que a fome passa".
Um exemplo notável da força de superação do brasileiro!

PRESTAÇÃO JURISDICIONAL.

Hamilton Caldas Silva (Outros)

A OAB fala tanto em prestação jurisdicional, o que essa turma ta fazendo é o que. o jurisdicionado fica assistindo esse episódio na arquibancada.
Ta bom magistrado e advogado, punição para os dois.

Alhos e bugalhos

VRM (Assessor Técnico)

Não posso deixar de perguntar: o que tem o c* a ver com as calças?! O pedido de afastamento remunerado para estudos no exterior não tem qualquer ligação com o infeliz episódio de violência noticiado na matéria. São fatos ocorridos em épocas distintas e que não se relacionam.
Conheço o Juiz Teodomiro da vida profissional e acadêmica. Homem inteligente, dedicado ao trabalho e aos estudos, de temperamento brando. Pessoalmente, estou convencido de quem é o ofensor e o ofendido, embora desconheça as razões do agressor.
Quanto aos comentários acerca do pedido de afastamento, arrisco algumas perguntas: não deve o Estado investir na qualificação de seus agentes? É imoral, portanto, que um magistrado possa afastar-se da função jurisdicional para aperfeiçoar os seus conhecimentos na área em que atua?
Pergunto mais: o mesmo vale para a iniciativa privada? Se uma empresa ou um escritório custeia a pós-graduação de alguém de seus quadros, dentro ou fora do país, comete uma imoralidade? O que dirão os seus sócios?
Uma última pergunta (retórica, como as demais): é menos importante investir na qualificação de um magistrado que de um executivo ou de um advogado?
Às vezes o "zelo" com o interesse ou com os recursos públicos flerta com o obscurantismo.

entendi mas não compreendi

Ricardo (Outros)

resumo da ópera: o juiz foi ameaçado de morte porque pediu autorização para estudar fora do país e, com isso, milhares de processos permanecerão sem julgamento. globo e você, tudo a ver...
essas ferramentas de busca na web são muito interessantes, nelas você encontra quase tudo, inclusive consegue entender a dinâmica de certos comentários ...

entendi mas não compreendi

Ricardo (Outros)

resumo da ópera: o juiz foi ameaçado de morte porque pediu autorização para estudar fora do país e, com isso, milhares de processos permanecerão sem julgamento. globo e você, tudo a ver...
essas ferramentas de busca na web são muito interessantes, nelas você encontra quase tudo, inclusive consegue entender a dinâmica de certos comentários ...

É isso aí!

Edmilson_R (Outro)

A duração razoável do processo é tão importante, mas tão importante que de agora em diante todos os juízes estão proibidos de gozar férias, licenças para tratamento da própria saúde, licenças-maternidade e paternidade e outros direitos que são os únicos obstáculos para a concretização da justiça célere neste insólito Brasil.
Como disse antes, se discordas da lei, tente mudá-la. Ou mude de país. Ou de idéia.
Mas não se esqueça. Antes de fazer tudo isso:
.
.
.
Bofetada neles!

Piada e falta de ideia de humanidade

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Assim, vale a pergunta: será que é mesmo DIREITO de um funcionário público deixar crianças sem receber pensão alimentícia; mães amargando a desolação causada pelo riso largo do assassinos de seus filhos, que aguardam a prescrição da ação penal (Animal?); idosos, doentes e inválidos amargando a fome enquanto aguardam por uma ação previdenciária que dura 15 anos? Basta verificarmos as respostas a essa pergunta para constarmos que a ideia de constitucionalidade ou inconstitucionalidade, bem como de igualdade, é uma piada no Brasil.

Ganhar sem trabalhar enquanto outros passam fome

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

"Art. 5.º ...
.....
LXXVIII a todos, no âmbito judicial e administrativo, são assegurados a razoável duração do processo e os meios que garantam a celeridade de sua tramitação." (Constituição Federal).
.
"Artigo 8º - Garantias judiciais
1. Toda pessoa terá o direito de ser ouvida, com as devidas garantias e dentro de um prazo razoável, por um juiz ou Tribunal competente, independente e imparcial, estabelecido anteriormente por lei, na apuração de qualquer acusação penal formulada contra ela, ou na determinação de seus direitos e obrigações de caráter civil, trabalhista, fiscal ou de qualquer outra natureza." (Pacto de São José da Costa Rica).

Ora bolas a Lei

Edmilson_R (Outro)

LOMAN
"Art. 73 - Conceder-se-á afastamento ao magistrado, sem prejuízo de seus vencimentos e vantagens:
I - para freqüência a cursos ou seminários de aperfeiçoamento e estudos, a critério do Tribunal ou de seu órgão especial, pelo prazo máximo de dois anos";
É, buscar um direito realmente é motivo de bofetadas. Eis a lição preconizada por alguns advogados neste espaço: não busque o seu direito! Faz "muito sentido" que advogados defendam esse tipo de postura...
Aliás, no tocante às prerrogativas dos agentes públicos, se você discorda, como advogado ou cidadão, tente mudar a lei, tente mudar de país (quem sabe haja um governado por associação de advogados, né?). Mas não criminalizem o beneficiário.
Do contrário, vai faltar porrete para bater nos juízes preguiçosos que em média julgam "apenas" 4000 processos por ano (aproximadamente ONZE por dia).

Impossível comentar

Le Roy Soleil (Outros)

Não há como tecer juízo de valor sobre a notícia. Faltam dados elementares sobre os fatos. Seria temerário emitir qualquer comentário, a favor de "A" ou de "B". É preciso um pouco mais de bom senso e aguardar a apuração dos fatos.

inversão de valores

Ricardo (Outros)

só nesse sítio vítima se torna réu...
o que tem a ver afastamento negado com agressão e ameaça...
traça-se o perfil da vítima para justificar a ação tresloucada;
qual é o nexo entre ação e resultado. nenhum,
obviamente...
existem de fato milhões de processos sem julgamento, muitos deles com recursos e expedientes protelatórios...

Ganhar sem trabalhar

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Sou contra qualquer forma de violência ou glamorização de ofensores mas, cá entre nós, em um País na qual 80 milhões de ações judiciais aguardam eternamente por um desfecho enquanto juiz quer ir cuidar de interesses pessoais na Europa recebendo vencimentos pagos por nós talvez uma bofetadas... Bom, deixa pra lá.

Qume é o juiz

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

No site do Conselho Nacional de Justiça tá assim: "Esse foi o entendimento do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), na sessão plenária desta terça-feira (27/05), que indeferiu, por unanimidade, pedido apresentado pelo juiz Teodomiro Noronha Cardozo, de Pernambuco. O magistrado pretendia reverter decisão do Tribunal de Justiça/ PE, que negou solicitação de afastamento para estudos, apresentada por ele. No pedido, o juiz alegou que a decisão do TJ/PE violou os princípios da legalidade e da isonomia, prevista pela Lei Orgânica da Megistratura (Loman). O juiz pediu afastamento, sem prejuízo da remuneração, para estudar Direito Penal Internacional em Portugal e Holanda e, assim, complementar a segunda fase do curso de doutorado promovido pela Faculdade de Direito do Recife. No entanto, quando solicitado, não apresentou comprovante de matrícula ou eventual vínculo com as instituições de ensino sediadas no exterior. O processo está no Procedimento de Controle Administrativo (PCA) 200810000000108." (fonte: http://www.cnj.jus.br/index.php?option=com_content&view=article&id=4630:projeto-cidadania-no-mt-visa-prevenir-crimes-ambientais&catid=1:notas&Itemid=675)

O que diz o advogado

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Em um site está dito assim: "Eles seriam desafetos desde 2006, quando o advogado teria comparecido a uma audiência sem vestir gravata e foi recriminado pelo juiz. Desde então, Marcos Antônio alega que é perseguido por Teodomiro e que interrompeu a sessão para acabar com a divergência." (fonte: http://jconline.ne10.uol.com.br/canal/cidades/policia/noticia/2011/10/20/advogado-invade-audiencia-em-paulista-e-e-preso-19630.php)

Oh, doce ironia...

Edmilson_R (Outro)

É engraçado como as coisas são. Fosse um agente público, notadamente delegado, membro do Ministério Público ou um Juiz, já teríamos por aqui as mais ignóbeis generalizações e os brados por justiça imediata.
"Chamem o CNJ, o CNMP, as corregedorias policiais, chamem o papa, se necessário for! Mas punam por favor".
Ah.... Mas foi um advogado que "supostamente" cometeu a violência. Aí as coisas mudam! E o direito dele ser ouvido? Contraditório? Ampla defesa? E o direito de não ser enxotado pela imprensa? De ser julgado pelo seu conselho de ética? De receber no máximo uma "suspensãozinha"?*
O advogado sendo o agressor a vítima é que está errada de apanhar e, segundo alguns aqui neste espaço, deve prestar esclarecimentos como se delinquente fosse.
É, as generalizações são sempre ruins.
* Aliás, o regime de sanções do estatuto da OAB é de fazer inveja para a LOMAN!

pingos nos is

Ricardo (Outros)

a advocacia tem muita gente séria, a imensa maioria por sinal, assim como nas demais carreiras públicas tão criticadas nesse sítio.
esse é o mal da generalização. fatos isolados, de caráter pessoal, servem de fundamento para o ataque desmedido a Instituições, distintas de seus componentes.
Se a Justiça anda ruim nesse país (verdade, por sinal), a culpa não é só de juízes, mas sim de todos os operadores do direito, sem exceção, mas, principalmente, dos legisladores.
gente boa e gente ruim tem em todo lugar, em todos os segmentos da sociedade, na medicina, na engenharia, na advocacia, na magistratura, no mp, na polícia, etc. (quanto à classe política, prefiro não emitir opinião)

pingos nos is

Ricardo (Outros)

a advocacia tem muita gente séria, a imensa maioria por sinal, assim como nas demais carreiras públicas tão criticadas nesse sítio.
esse é o mal da generalização. fatos isolados, de caráter pessoal, servem de fundamento para o ataque desmedido a Instituições, distintas de seus componentes.
Se a Justiça anda ruim nesse país (verdade, por sinal), a culpa não é só de juízes, mas sim de todos os operadores do direito, sem exceção, mas, principalmente, dos legisladores.
gente boa e gente ruim tem em todo lugar, em todos os segmentos da sociedade, na medicina, na engenharia, na advocacia, na magistratura, no mp, na polícia, etc. (quanto à classe política, prefiro não emitir opinião)

pingos nos is

Ricardo (Outros)

a advocacia tem muita gente séria, a imensa maioria por sinal, assim como nas demais carreiras públicas tão criticadas nesse sítio.
esse é o mal da generalização. fatos isolados, de caráter pessoal, servem de fundamento para o ataque desmedido a Instituições, distintas de seus componentes.
Se a Justiça anda ruim nesse país (verdade, por sinal), a culpa não é só de juízes, mas sim de todos os operadores do direito, sem exceção, mas, principalmente, dos legisladores.
gente boa e gente ruim tem em todo lugar, em todos os segmentos da sociedade, na medicina, na engenharia, na advocacia, na magistratura, no mp, na polícia, etc. (quanto à classe política, prefiro não emitir opinião)

Comentar

Comentários encerrados em 29/10/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.