Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Reclamações trabalhistas

Justiça do Acre chega a regiões de difícil acesso

A Justiça do Trabalho Itinerante no Acre reiniciará na segunda-feira (7/11), na Câmara Vereadores, o atendimento à população da região de Santa Rosa do Purus, município com cerca de 80% da população de origem indígena. A equipe percorrerá a bordo de avião bimotor, no período de 7 a 10 de novembro de 2011, quatro municípios de difícil acesso na fronteira do Acre com o Peru e a Bolívia para receber reclamações trabalhistas.

A chamada "Justiça a bordo" é um dos dois únicos meios dos juízes e servidores do TRT da 14ª Região atenderem os trabalhadores rurais e urbanos dessa parte de fronteira. O atendimento segue durante três outros dias nos Centros Integrados de Cidadania de Jordão (8/11), Marechal Thaumaturgo (9/11) e Porto Walter (10/11).

As localidades, onde só é possível chegar a bordo de avião pequeno ou de barco, pertencem às circunscrições das Varas do Trabalho dos municípios acrianos de Sena Madureira, Feijó e Cruzeiro do Sul. As audiências, com a presença do juiz do trabalho e das partes, estão previstas para serem realizadas no período de 5 a 8 de dezembro de 2011.

Em Santa Rosa, o juiz realizará audiências na Câmara (5/12), e nos Centros de Cidadania, chamados, também, de "Cartórios Eleitorais" de Jordão (6/12), Marechal Thaumaturgo (9/12) e Porto Walter (8/12). De acordo com a Secretaria Judiciária, responsável pela coordenação dessas ações na região de fronteira, o atendimento começa às 8h, com um intervalo para almoço, reinício às 14h e encerramento somente depois do recebimento da última reclamação. Com informações da Ascom do TRT-14.

Revista Consultor Jurídico, 6 de novembro de 2011, 8h34

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 14/11/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.