Consultor Jurídico

Código Florestal

José Sarney é contra anistia a desmatadores

O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), se posicionou em relação ao novo Código Florestal em tramitação na Casa. Ele afirmou que não se pode anistiar proprietários que promoveram desmatamento. A Emenda 164, incluída no texto durante análise na Câmara dos Deputados, anistiou os proprietários rurais que plantaram ou fizeram pastos em áreas de proteção permanente APPs, até julho de 2008

“Pessoalmente, acho que os desmatadores não podem ser anistiados. Temos que preservar cada vez mais nossas florestas que são hoje muito importantes para o país”, argumentou Sarney. O presidente defende que o Senado precisa de mais tempo para analisar o tema, ao contrário da Câmara, que fez tudo muito rápido.

Na semana passada, o líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), disse que os líderes da base pediriam à presidente Dilma Rousseff que prorrogasse o Decreto 70/29, do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O decreto, que vence no dia 11 de junho, adia a aplicação de multas para os agricultores que desrespeitaram a legislação ambiental. Com Informações da Agência Brasil.


 




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 30 de maio de 2011, 16h20

Comentários de leitores

1 comentário

SERÁ QUE É CONTRA O 'MATAMENTO' TAMBÉM ?

Fernando José Gonçalves (Advogado Sócio de Escritório)

QUAL A MORAL DESSA PÚSTULA INFECTA, TIRANO E FEUDAL, CHEFE DE JAGUNÇOS POR TODO O PAÍS PARA SE MANIFESTAR CONTRA OU A FAVOR A ALGUMA COISA ? E SOBRE O 'MATAMENTO' SERÁ QUE ELE É CONTRA TAMBÉM, CONSIDERANDO AQUELES QUE, INFORTUNADAMENTE, ATRAVESSARAM O SEU CAMINHO E NÃO VIVEM MAIS PARA CONTAR ?

Comentários encerrados em 07/06/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.