Consultor Jurídico

Solução de conflitos

Núcleo de conciliação do TJ-RS começará a funcionar

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul instala, na quarta-feira (18/5), em Porto Alegre, a Central de Conciliação do segundo grau. A cerimônia ocorre na sala 107 do prédio-sede do Tribunal, localizado na Avenida Borges de Medeiros, 1565.

Logo após o evento oficial, serão feitas as três primeiras audiências de conciliação, todas envolvendo relações bancárias. Os processos foram selecionados dentre indicações feitas pelos próprios bancos, em resposta a edital publicado pelo TJ gaúcho.

Além do desembargador José Aquino Flôres de Camargo, primeiro vice-presidente, participam da Coordenadoria do Núcleo os desembargadores Liselena Schifino Robles Ribeiro (terceira vice-presidente), Vanderlei Teresinha Tremeia Kubiak (presidente do Núcleo), Ivan Balson Araújo e Sérgio Fernando de Vasconcellos Chaves.

A iniciativa integra as etapas de implementação do Planejamento Estratégico no Judiciário Estadual. A conciliação se constitui num instrumento de apoio à exigência constitucional de conferir maior celeridade à prestação jurisdicional. A decisão de implantar o Núcleo foi tomada considerando, ainda, a necessidade de disseminar a cultura da conciliação como alternativa de resolução de conflitos. Com informações da Assessoria de Imprensa do TJ-RS.

 

 




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 17 de maio de 2011, 10h15

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 25/05/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.