Consultor Jurídico

Comentários de leitores

6 comentários

O ESTRANGEIRISMO NOVAMENTE

Gusto (Advogado Autônomo - Financeiro)

Faço uma pergunta muito simples: por que essa tal de "anistia internacional" não vai verificar o "rabo" dos seus conterrâneos, notadamente os americanos que barbarizam em todos os lugares mais medievais que ainda existem no Planeta? Por que não cuidam dos seus "índios" e deixam os nossos conosco? Ora, quem não quer se submeter ao desconforto das celas que não cometam crimes, afinal cadeia não é hotel 5 estrelas, e quem tiver dó que leve uns cinco desses detentos para sua casa, e, ainda, os coloquem para dormir com suas mulheres, filhas e netas.
Chega de hipocrisia. Já não basta o que o STF vem fazendo, colocando vagabundo a torto e a direito nas ruas, como se a sociedade honesta fosse a culpada? Portanto, ao inferno essa tal "anistia internacional" e vá "anistiar" os seus culpados. Os nossos devem pagar pelo que fizeram, com ou sem conforto!

SR. MAT (OUTROS)

Fernando José Gonçalves (Advogado Sócio de Escritório)

Falou e disse.Quem assistiu ao Fantástico, ontem, pôde ter uma idéia do que "é prisão" em outros países. Como exemplo tivemos a reportagem feita no Condado do Arizona, Fênix, onde os presos vivem em barracas de campanha , que foram usadas pelos militares americanos em batalhas no Afeganistão, etc. Presos obrigados a usarem 'cuecas cor de rosa';os mais perigosos forçados a trabalharem para o estado, no mínimo 5 horas por dia, acorrentados pelos pés, uns aos outros num calor de 45º graus. Sem direito a celulares, sem poder fumar; sem revistas; sem visitas íntimas; sem rádio, sem nada. Refeições limitadas a lanches e sopas. Isso, no Brasil seria tido como uma afronta mortal aos direitos e de dignidade humanas. Prisão no Brasil é uma piada; só vai quem quer.

Papagaio garantista

mat (Outros)

Mais um papagaio garantista repetindo sem qualquer crítica o que escuta por aí. Há que se ter um mínimo de informaçao para se opinar sobre um tema. Quantidade de pessoas vítimas de erro judicial que leve à prisão. Em que mundo o Sr. vive. Um preso injustamente no Brasil seria uma coisa tão absurda que mereceria (algumas vezes já aconteceu) reportagem no fantastico. Por falta de exemplos sempre citam o antiquíssimo caso do irmãos naves. temos policia sem estrutra, inquerito que muitas vezes é arquirvado, mais de uma dezena de instrumentos que evitam completamente a prisão (transação, sursis processual e da pena, substituiçao da pena, regime aberto, um dos mais rigorosos regimes para a concessão de cautelar do mundo (com o novo regramento deixou de ser rigoroso para beirar o impossível). isso sem falar em um processo penal idealista impossivel de ser reproduzido, segundo certos entendimentos, no mundo dos fatos. Tem que caprichar muito, muito mesmo para frequentar as "prisões" brasileiras. Quanto ao elevadíssimo númeor de reformas o Sr. Bacharel tem algum dado para fundamentar a afirmação. recomendo dados. Em artigo publicado esta semana na folha, comprovou-se que tal argumento é meramente retórico, já que a citada EC interferiria em quantia matematicamente irrelevante de casos (menos de 1%).

As Masmorras poderão ficar ainda mais abarrotadas !

bacharel - dano moral (Bacharel - Dano Moral)

E com tudo isso o Ministro Presidente do STF saí pelo mundo defendendo a PEC dos Recursos, com início do cumprimento da pena já na segunda instancia. E mais, como os Tribunais de segunda instancia, em sua grande maioria, se acostumaram a ser meros tribunais de passagem, dá para imaginar a enorme quantidade de pessoas vítimas de erros judiciais, que serão recolhidas a tais masmorras. Se alguém duvida, é só ver a grande quantidade de recursos providos pelos tribunais superiores. Colocar estes infelizes nessas cadeias chega a beirar o sadismo. E não se esqueçam, que ninguém esta livre da perseguição de um desafeto, ilações de policiais despreparados etc.. Esperamos para o bem do estado democrático de direito, que o ilustre Ministro da Justiça tenha a lucidez de não apoiar, pelo menos enquanto permanecerem as atuais condições carcerárias, esta absurda PEC.

Já estão agindo

mat (Outros)

injusto dizer que o governo não tem feito nada. Há poucos dias a presidenta sancionou projeto que proibe (claro que da forma hipócrita como sempre acontece no Brasil) a prisão no país. pegou o esposo com a amante no sofá, venda este que o problema está resolvido.

Apenas reconhecer não é suficiente. Falta ações.

Leitor - ASO (Outros)

A admissão do Ministro da Justiça não surpreende, porque o problema não é novo. O que precisa ficar claro é quais são as ações concretas para solucionar o problema.
O Sistema Penitenciário é administrado e financiado pelos Estados. Que ações concretas se vai tomar para que a questão penitenciária seja incluída entre as Políticas Públicas?

Comentar

Comentários encerrados em 22/05/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.