Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Mais patentes

Governo e indústria querem incentivar inovação

O Ministério da Ciência e Tecnologia e a Confederação Nacional da Indústria (CNI) criaram nesta sexta-feira (17/6) um grupo de trabalho para estudar formas de facilitar o registro de patentes no Brasil. A iniciativa foi anunciada em reunião do Movimento Empresarial pela Inovação, organizada periodicamente pelo CNI para discutir ações para o desenvolvimento da indústria nacional. As informações são da Agência Brasil.

Segundo o ministro da Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante, uma das medidas que já foram discutidas é o aumento do número de profissionais capacitados para analisar os pedidos de registro de invenções. O ministro afirmou que, hoje, existem apenas 300 pessoas com essa função, o que é um "problema".

O grupo de trabalho deve ser uma empresa nos mesmos moldes da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), com participação de capital privado. Segundo o presidente da CNI, Robson Braga Fernandes, "o investimento não é muito grande, é palatável para o setor". A empresa de inovação, segundo ele, deve ter capital entre R$ 40 milhões e R$ 50 milhões. Com informações da Assessoria de Imprensa do MCT.

Revista Consultor Jurídico, 18 de junho de 2011, 8h45

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 26/06/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.