Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Solução em Cascavel

Justiça Federal do PR inaugura Centro de Conciliação

A Justiça Federal do Paraná inaugurou na última quinta-feira (9/6) o Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania  (Cejuscon) na Subseção Judiciária de Cascavel. A solenidade de implantação contou com a presença do desembargador federal Álvaro Eduardo Junqueira, coordenador do Sistema de Conciliação (Sistcon) da 4ª Região.

O mutirão de inauguração teve 16 audiências, sendo nove execuções de título extrajudicial (Sistema Financeiro de Habitação e contratos de empréstimo bancário), cuja parte é a Caixa Econômica Federal, e sete ações movidas contra o INSS, que tramitam no Juizado Especial Federal Previdenciário.

A juíza federal Marize Cecília Winkler, coordenadora do Cejuscon da Subseção Judiciária de Cascavel, explicou que a conciliação, como forma de resolução de conflitos, já é aplicada na Justiça Federal em  inúmeros casos — principalmente em matéria previdenciária e em SFH. O Cejuscon, que atende as diretrizes da Resolução CNJ nº 125 de 2010,  vem em apoio a estas práticas, visando ampliá-las e desmistificá-las, criando uma nova cultura de acordos entre as partes.

As atividades do Centro de Conciliação ocorrem principalmente com a  realização de mutirões periódicos, distribuídos por matérias. Os interessados serão chamados a comparecer na sede da Justiça Federal por intimação, via oficial de Justiça, como  por meios mais rápidos e econômicos, como ligações telefônicas. Caso a  parte interessada queira propor um acordo ou obter maiores informações a respeito, também poderá buscar diretamente a Central, independente de prévia intimação por parte do Judiciário. Com informações da Assessoria de Imprensa da Justiça Federal do PR.

Revista Consultor Jurídico, 11 de junho de 2011, 14h38

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 19/06/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.