Consultor Jurídico

Comentários de leitores

9 comentários

pergunte à outra parte

Bellbird (Funcionário público)

Bem, seria ideal perguntar à outra parte o que ela achou da sentença. Não é de hoje que a polícia tem apurado venda de sentenças, mas os Deuses nunca são punidos. Lembro de um lívro. " Eram os deuses astronauta??? Seria melhor: Eram os deuses juízes?

Apoio ao digno Carreira Alvim

JAAG (Advogado Sócio de Escritório - Criminal)

Lamentável sob todos os aspectos, muito mais ainda por se tratar de dignos juízes e ou ministros. Mas é assim mesmo. São percalços do direito e são percalços da justiça. O senhor, digno professor Carreira Alvim, em quem sempre busco modelar meu estudo e conhecimento, é um exemplo de dignidade e heoísmo em nosso País. Dignidade porque além de seu notório saber, sempre pautou sua vida pela observância das lei e aplicação da justiça. Heroísmo, porque é um guerreiro que se assemelha aos grandes nomes da história da humanidade. Não se trata de buscar o elogio fácil, mas de reconhecer quando um homem atesta dua força e sua sabedoria, com talento, esforço, compreensão e pena daqueles que, não se sabe o porquê, tanto buscaram eclodir setas aventureiras e perdidas, porque sem nenhum lastro de autenticidade. Parabéns pela firmeza e pelo caráter que possui. Imediatamente irei comprar o seu livro. É assim; todo o justo pode também sofrer a mazela da incompreensão.

A MELHOR PIADA DO GOVERNO: POLÍCIA REPUBLICANA!

Luiz Carlos de Oliveira Cesar Zubcov (Advogado Autônomo)

A compreensão é um atributo de homens admiráveis, portanto, Senhor Desembargador, esteja preparado para conviver com as desconfianças e críticas malévolas.
Leviano é adotar postura acusatória ou de defesa alheias ao conteúdo dos autos e dos fatos.
A vala comum da humanidade é a mediocridade.
Quem já leu os tais relatórios de “inteligência(?)” teve oportunidade de conhecer com que qualidade, seriedade, isenção e cuidado que são elaborados.
Meras peças passionais que seriam bem aproveitadas nos cursos de psiquiatria.
Longe de pretensa defesa de mérito, no mínimo houve excessos em todas essas operações monstruosas.
Abusos esses cometidos em função do método de investigação inaugurado pelo angelical diretor geral da PF que repousou em terras lusitanas e seus acólitos: descobrir ou industriar fatos típicos a partir de escutas telefônicas e prender para investigar.
O povo brasileiro acredita em tudo, até em polícia republicana.

LIVRO EXPLICA MAS NÃO PROVA.

Fernando José Gonçalves (Advogado Sócio de Escritório)

Não é tão difícil apurar algumas coisas, em especial quando o dinheiro está por trás delas. Nada que uma boa análise financeira sobre eventual e rápida ascensão patrimonial não possa evidenciar maracutaia. Dinheiro não cai do céu, exceto para Palocci. Simples assim. Se desse imbróglio todo não restarem evidências de enriquecimento fácil e desmotivado, o caminho é responsabilizar os culpados pela desgraça do Ministro, isso, antes de lançar qualquer livro, pois o livro pode explicar, mas.... não faz prova à ombrear-se àquelas que porventura já existam nos feitos.

As vezes pior que as ações são as intenções.

acs (Advogado Assalariado)

Não conheço o processo para formular juízo de valores quanto a culpabilidade do ministro mais uma coisa é certa;Manter uma interceptação telefonica por dois anos e meio,especialmente sem coletar, ab initio, evidencias de atividade criminosa já é em si uma condenação e evidencia que havia um desejo inabalavel,pessoal ou institucional no sentido de marginalizar o suspeito,de torna-lo reu a qualquer custo.O autor dessa violencia quer agora o cumprimento de penas antes do julgamento do recurso...Pena que apenas ele acredita tanto na qualidade da justiça brasileira, porque quem trabalha com ela a anos tem muitas vezes ansias de vomito...

Carreira Alvim, vitima de uma bem engendrada máquina!

Habib Tamer Badião (Professor Universitário)

O Professor Carreira Alvim foi vitima de uma bem engendrada maquina de fazer dinheiro. Todos estamos sujeitos a este rolo compressor montado pela elite dominante, a financeira. É preciso fazer um escândalo todo dia e manter o povo morrendo de medo e com isto manteremos o dinheiro de todos nos bancos e ganharemos taxas, juros e outras mazelas mais....a violência tem endereço certo!!! Precisamos desmilitarizar a Policia Federal que é hoje uma máquina de fazer depressivos e servir aos interesses da elite financeira internacional!

A versão dele

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

De qualquer forma, uma ótima leitura independentemente da inocência ou culpa de Carreira Alvim. Já vou encomendar o meu exemplar.

Violação da Constituição Federal

Cícero José da Silva (Advogado Autônomo - Criminal)

Não tenho como fazer comentário do caso, visto não ter lido uma linha sequer do processo, mas com certeza estamos vivendo um momento perigoso, onde se escolhem os culpados para se dar uma resposta a sociedade. A intimidade e a vida privada passou a ser violada constantemente, e a Lei 9.296/96, que deveria ser interpretada a luz da Constituição Federal acaba sendo um instrumento para a utilização de interceptação telefônica desprovida de fundamentação por prazos infinitos, e a tudo se observa e nada se faz, porque o pior do que uma ditadura é uma falsa democracia, onde em nome da liberdade se cometem verdadeiras atrocidades. É certo que o crime deve ser combatido, mas não a qualquer custo, onde agentes policiais fazem a interpretação do que foi ouvido ao telefone, para ancorar uma um encarceramento, uma denúncia e até mesmo uma condenação.

Sinta-se feliz

Wagner Göpfert (Advogado Autônomo)

Pois é Dr. Carreira Alvim, Injustiçado ou não, futuramente será absolvido pela Justiça, (o que, cá pra nós, nada significa, já que são sempre absolvidos todos os grandes bandidos neste país), mas permanece com vencimentos de desembargador, prestígio e espaço na mídia para lançar livro, dar sua versão e resgatar seu nome. Sinta-se feliz por não ser um dos muitos “Joãos da Silva” que, como eu, são do mesmo modo vítimas de devaneios e irresponsabilidades de autoridades, mas que só podem se defender por meio de blog: http://wagnergopfert.blogspot.com/

Comentar

Comentários encerrados em 17/06/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.