Consultor Jurídico

Comentários de leitores

4 comentários

PUXA!!! ARBITRAGEM ACABA PUXANDO TAMBÉM!

Deusarino de Melo (Consultor)

E eu, aqui, miseravelmente suplicando para conseguir, com ENORME DIFICULDADE, umas migalhas...
Chego mesmo a implorar que alguém financie uma edição de um livro que tenho iniciado dentre meus muitos rascunhos sobre o tema.
Acabo me dobrando a que advogado é quem tem mesmo prestígio, mesmo sem precisar dos 47 tipos de recursos que derrubam decisões dos magistrados. Ah! Preciso esclarecer que não tenho nada contra causídicos... Eles apenas aproveitam as brechas das Leis e suas potentes amizades jurisprudenciosas (se me permitem inovar à moda da Marina Silva).

... aos palpiteiros ...

Luiz Eduardo Osse (Outros)

... de plantão, recomendo: falem apenas por vocês! Se lhes falta competência, por favor, não generalizem.

Fora da realidade II

Cristiano Candido (Advogado Sócio de Escritório - Tributária)

Em um país onde advogados são contratados como motoboys pelas grandes bancas, chega a ser absurda a veiculação de uma notícia como essa.
A maioria dos advogados brasileiros está a anos-luz de representar uma empresa em um caso de conflito internacional.
Qualificar-se para esse tipo de trabalho leva tempo e dinheiro. Ao final, o advogado ainda corre o risco de sequer ser contratado pelo escritório pelo fato de não ter-se formado em uma "faculdade de ponta".
O mundo jurídico precisa tomar cuidado com as bolhas de ilusão que vem criando. O melhor sempre fica nas mãos dos mesmos - nem sempre por uma questão de melhor competência ou capacidade.

Fora da realidade

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Doce ilusão. A arbitragem para nós é o mesmo que enchente para o habitante do deserto.

Comentar

Comentários encerrados em 16/07/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.