Consultor Jurídico

Ajuste de conduta

Defensoria regularizará situação de estagiários

A Defensoria Pública do Estado da Paraíba firmou Termo de Ajuste de Conduta (TAC) com o Ministério Público do Trabalho para regularizar a situação de seus estagiários. O órgão se comprometeu a fazer processo seletivo público dos candidatos às vagas disponíveis. Os que forem mantidos sem participar da seleção terão de ser dispensados imediatamente.

Em caso de descumprimento do TAC, a multa será de R$ 1 mil por cada constatação de irregularidade. Os valores serão revertidos ao Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

O processo seletivo deverá ser pautado pelos princípios da publicidade, impessoalidade e isonomia, mediante critérios objetivos de pontuação fixados no edital, de acordo com o TAC.

O termo prevê, ainda, que 10% das vagas serão reservadas a pessoas com deficiência. Os estagiários terão direito a bolsa ou outra forma de contraprestação, bem como auxílio-transporte, na hipótese de estágio não obrigatório. Com informações da Assessoria de Imprensa do Ministério Público do Trabalho na Paraíba.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 22 de janeiro de 2011, 8h52

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 30/01/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.