Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Crime eleitoral

TRE-MT tem 14 ações contra candidatos eleitos

Acusado de abuso de poder econômico pela Coligação Mato Grosso em Primeiro Lugar, Wilson Santos (PSDB), ex-prefeito de Cuiabá e candidato ao governo do estado no ano passado, será julgado nesta terça-feira (18/1) pelo Tribunal Regional Eleitoral. Além dessa Ação de Investigação Judicial Eleitoral contra o então candidato, outras 14 contra candidatos eleitos tramitam no tribunal. As informações são do portal Midia News.

Das 14 ações, seis são contra o governador Silval Barbosa (PMDB). Ele é acusado de compra de votos, uso da máquina e abuso de poder econômico. Uma das ações, protocolada pela mesma coligação, informa que o presidente da Empresa Mato-grossense de Pesquisa e Extensão Rural (Empaer), Enock Alves dos Santos, teria promovido uma reunião entre os servidores do órgão com o governador e o candidato na época da reeleição.

Os servidores se deslocaram do interior com veículos oficiais e tiveram diárias pagas pelo estado, conforme a denúncia da coligação de Mauro Mendes (PSB). O ofício de Alves Santos dizia que o encontro seria para discutir o Plano de Cargos, Carreira e Salários, concurso público e o projeto de construção da nova sede da Empaer.

Tramita também uma ação contra o candidato derrotado Mauro Mendes, por propaganda eleitoral extemporânea. Outras cinco ações se referem aos candidatos proporcionais, ou seja, deputados federais e estaduais. 

Revista Consultor Jurídico, 16 de janeiro de 2011, 17h34

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 24/01/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.