Consultor Jurídico

Notícias

Informação desnecessária

Kfouri é condenado a indenizar médico do Corinthians

Comentários de leitores

4 comentários

E daí?

Jorge (Jornalista)

Se o seu médico é alcoólatra e mandar vpcê parar de beber, só aceite a prescrição se ele não estiver sóbrio.

COMO DIZIA VINÍCIUS DE MORAES: O HOMEM JÁ NASCE COM DUAS DOS

Fernando José Gonçalves (Advogado Sócio de Escritório)

É fácil saber se o Desembargador está certo ou errado e qualquer um pode aferir isso. Você se consultaria com um médico calibrado com duas doses a mais ? Não ? E se deixaria operar nessas mesmas condições ? Também não? Talvez o eminente desembargador não tenha pensado nisso. A questão posta em foco atinge, sim, a capacidade profissional de alguém que se dispõe a cuidar dos outros, sem se preocupar se está apto, física, ética e intelectualmente, para tal mister, desempenhando o ofício com o cuidado e responsabilidade que se exige. E isso deve ser de conhecimento público, para o bem dos pacientes, (jogadores), que a ele se submeterão.

Velha mania

lfspezi (Procurador do Trabalho de 2ª. Instância)

Mais uma do Kifuro. Esse não aprende.

MISTUROU O TORCEDOR E COMENTARISTA

Cláudio João (Outros - Empresarial)

Nada como separar um do outro! É razoável alegar alcoolismo como fator que impeça o bom desempenho de uma profissão? Ele tem de se tratar, é claro! Tanto quanto o distinto jornalista!

Comentar

Comentários encerrados em 23/01/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.