Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Condições de presídios

CNJ inicia mutirão carcerário na Paraíba

O Conselho Nacional de Justiça inicia um mutirão carcerário na Paraíba nesta quarta-feira (12/1). A ação será coordenada pelo juiz de Canoas (RS) Paulo Augusto Oliveira Irion, diretor do Departamento de Promoção da Cidadania e de Direitos Humanos da Associação dos Juízes do Rio Grande do Sul (Ajuris).

A equipe que fará o mutirão também será composta por juízes e servidores do Tribunal de Justiça da Paraíba, representantes do Ministério Público, da Ordem dos Advogados do Brasil e do CNJ. O objetivo é analisar as condições dos presídios e cadeias públicas do estado. "Já sabemos que encontraremos instalações com número de detentos superior à capacidade dos presídios, mas o trabalho do mutirão é traçar o quadro completo do sistema carcerário da Paraíba", afirmou Irion. Com informações da Assessoria de Imprensa do TJ-RS.

Revista Consultor Jurídico, 11 de janeiro de 2011, 7h43

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 19/01/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.