Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Gestão Lula

Governo expulsou três mil servidores por corrupção

Em oito anos, o governo federal expulsou 2.969 mil servidores por corrupção. Em nota divulgada nesta terça-feira (10/1), a Controladoria-Geral da União anunciou que vai tomar as providências necessárias para que os funcionários sejam punidos. Os dados constam no último levantamento realizado pelo órgão, que trata de demissões, destituições de cargos comissionados e cassações de aposentadorias aplicadas a servidores do Executivo Federal. As informações são do jornal O Estado do S. Paulo.

Segundo o relatório, foram 2.544 casos de demissão. Em 2010, 521 servidores foram penalizados por práticas ilícitas no exercício da função, representando um aumento de 18,9% em relação ao ano anterior. A demissão foi o principal tipo de punição usada em 2010, com 433 servidores perdendo seus cargos. Enquanto isso, 35 penas de cassação de aposentadoria e 53 de destituição de cargo em comissão foram aplicadas.

Valer-se do cargo para obtenção de vantagem é o principal motivo de expulsão registrado no período analisado. São 1.579 casos, ou 33,4% do total. A improbidade administrativa vem a seguir, com 933 casos. Situações de recebimento de propina somaram 285 casos e de lesão aos cofres públicos, 172.

Revista Consultor Jurídico, 10 de janeiro de 2011, 20h23

Comentários de leitores

4 comentários

Glamorização

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

O comentário do colega Raphael Fernandes nos põe a pensar novamente na pouca importância que a mídia em dispensa à comprovação da injustiça. Glamoriza-se as acusações, noticia-se repetidamente as condenações, mas muitos pouco se fala a respeito das absolvições. De fato, quando foram os servidores públicos que foram reintegrados ao cargo após exoneração irregular? Poucos se preocupam com isso, deixando os servidores inclusive vulneráveis a demissões irregulares por motivos políticos, pessoais, etc., criando ainda a falsa impressão de que a corrupção de fato está sendo combatida.

Mas não faltou alguém???

Mauro Garcia (Advogado Autônomo)

Veja só. 3 mil expulsos mas o chefe dos 40 ladrões ficou, com direito a descer a rampa pela frente e companhia do Sr. Sarney. Ao que parece, a valorosa CGU esqueceu-se de fazer o principal dever de casa...

Funcionários expulsos por corrupção...

Zerlottini (Outros)

Mas só do décimo escalão para baixo. Os do primeiro e segundo escalões podem se corromper à vontade, que ninguém tem nem de devolver o que rouba! A começar pela "família real"! Depois, os "sinistros", parlamentares e outros. Esses podem "meter a mao grande" numa boa, que fica tudo como dantes no setor de Abrantes... Basta ver o mensalão, quando o Jefferson jogou a "caca no ventilador" porque estava recebendo menos que os outros. Leiam o livro PATARRA, IVO - O CHEFE, que pode ser baixado da Internet, gratuitamente, sob a forma de e-book, no site http:\\www.escandalodomensalao.com.br.
Vale a pena ler.
Francisco Alexandre Zerlottini. BH/MG.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 18/01/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.