Consultor Jurídico

Comentários de leitores

20 comentários

MIG

Júnior Brasil (Advogado Autônomo - Consumidor)

realmente o judiciário é uma vergonha, e começa pela maioria dos juízes.

CORAÇÃO CHEIO

Richard Smith (Consultor)

Somente agora eu notei o comentário do tipo: "...é a velha direitinha de MERDA, perdida, cansada de apanhar nas urnas, sem ter o que fazer..." (grifo meu).
Bem diz o Nosso Senhor Jesus Cristo: "A boca fala do que está cheio o coração".
BINGO!

"NÃO BOTE A IRMÃ NO MEIO QUE EU BOTO NO MEIO DA IRMÃ!"

Richard Smith (Consultor)

oh, amigo Magist_2008, saiba que apesar do seu generoso conselho, eu me importo sim! Porque lixo gera moscas e tem cheiro ruim! Ressalto novamente a "ira santa" que a PeTralhada-tarefeira-partidária tem de qualquer um que ouse discordar de sua doxa! Primeiro eles acham que podem dizer qualquer asnice. Pegos em flagrante nas suas contradições, fazem-se de "vítimos", distorcem a coisa e, quando razoavelmente oculto o objeto principal pela nauseabunda névoa por eles produzidas, mostram a sua verdadeira e "cheirosa" natureza!
Mas a mim, que estou acostumado há anos a dissecar a natureza e composição "disto", como um paciente anatomo-patologista faz com os especimens contidos em potinhos e latinhas no laboratório...não estou nem aí.Por derradeiro, me lembro de que, quando era moleque (e imperava mais ética e moral num bando de moleques daqueles dias do que nas altas rodas de hoje em dia!), havia um mandamento terminativo, quando um MOLEQUE se excedia: "Não bota a mãe [irmã] no meio que eu boto no meio da mãe [irmã]!". Acho que não se ensina isso nas melhores faculdades, não é?!
Um abraço.

Tá bom juizinho, confesso...cabulei sim...

Mig77 (Publicitário)

Verdade santidade, cabulei algumas aulas para ir na zona.Numa cidade próxima tinha esse lugar sabe e íamos em 3 ou 4, faziamos uma vaquinha e foi aí que aprendi a negociar.Sabe, eu gosto de mulher...não tem jeito.
Se vc, juizinho, está esperando que eu diga que vi sua irmã lá, saiba que não direi.Não abaixarei o nível neste forum.Não obstante essas aulas cabuladas, eu me formei.E bem.Nível superior e trabalhando por minha conta desde 1977 quando fundei minha empresa com 27 anos, que apesar de Collors, Sarneys etc ela vai bem.E vc, juizinho.Fale de seu patrão,o Judiciário.Como ele está?Pergunte aos advogados que por aqui comentam o que eles acham do Judiciário.Eles devem ter algo a dizer.O q escuto aqui fora é que vcs são muito ruins, péssimos, falidos mesmo.Mas a pompa e arrogância continuam.A propósito,pago folha de pagamento do meu pessoal, impostos e também pago o seu salário.Vc não anda escrevendo essas baboseiras em horário de serviço, anda?Saiba que vc tem dono, juizinho...Não se esqueça disso...

Tá bom juizinho, confesso...cabulei sim...

Mig77 (Publicitário)

Verdade santidade, cabulei algumas aulas para ir na zona.Numa cidade próxima tinha esse lugar sabe e íamos em 3 ou 4, faziamos uma vaquinha e foi aí que aprendi a negociar.Sabe, eu gosto de mulher...não tem jeito.
Se vc, juizinho, está esperando que eu diga que vi sua irmã lá, saiba que não direi.Não abaixarei o nível neste forum.Não obstante essas aulas cabuladas, eu me formei.E bem.Nível superior e trabalhando por minha conta desde 1977 quando fundei minha empresa com 27 anos, que apesar de Collors, Sarneys etc ela vai bem.E vc, juizinho.Fale de seu patrão,o Judiciário.Como ele está?Pergunte aos advogados que por aqui comentam o que eles acham do Judiciário.Eles devem ter algo a dizer.O q escuto aqui fora é que vcs são muito ruins, péssimos, falidos mesmo.Mas a pompa e arrogância continuam.A propósito,pago folha de pagamento do meu pessoal, impostos e também pago o seu salário.Vc não anda escrevendo essas baboseiras em horário de serviço, anda?Saiba que vc tem dono, juizinho...Não se esqueça disso...

Ao Mig (Publicitário) e ao Robespierre

Directus (Advogado Associado a Escritório)

Juizinho, eu? Mas quem são vocês para dizer isso? Aposto que não passam de uns fracassados ignorantes, bons petralhas que são.
Tipos como vocês sentem inveja de pessoas civilizadas, cultas, honestas e que se encontram em um nível muita acima da lama em que vocês chafurdam.
Por isso, direi ao amigo Richard Smith e aos outros que não se importem com vocês. Vocês são aqueles que matavam aulas na escola, repetiram de ano, não conseguiram um bom emprego por que não têm méritos para isso e agora vêm aqui importunar quem estudou e progrediu na vida com suas próprias forças.
Petralhinhas, por que vocês não vão estudar, hein? Já sei. O modelo de cultura de vocês é o Apedeuta vagabundo. Quem sabe, com a "educação" que cada um de vocês recebeu das senhoras suas mães, vocês não tenham a esperança de ser um dos muitos bastardos que o apedeuta diz ter feito por aí, não? A combinação é perfeita.

Argumentação vazia

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Saber enxergar um problema é fácil. Difícil é propor uma solução convincente.

O mesmo conhecido e rematado tipo

Richard Smith (Consultor)

Esclareça-se, que o Sr. que se assina "Robespierre" é apenas um heterônimo do mesmo e inefável "fessô" PeTralha etc.. É que o tipo fujão, quando é sovado, costuma desaparecer pelos desvãos do ciberespaço ou apenas continua a disparar os seus chavões e "raciossímios" através de outras "personas". Freud (o de Viena e não o Godoy!) explica.

"O estilo é o homem"

Richard Smith (Consultor)

Caro Dr. Júlio:
Me considero uma pessoa urbana e dotada de razoável bom humor. No entanto, considero que o País vem passando uma quadra aonde houve uma sistemática predação das instituições. Com uma "autoridade" derivada de suposta popularidade e das urnas (ne tanto assim) todos os procedimentos foram considerados aceitáveis, mesmo os mais descabidos, bisonhos e bizarros, tudo em prejuízo da formação da geração atual e das futuras.
Acho que tais procedimentos e, principalmente, as pessoas que tentam sacramentá-los na "marra" e se nos enfiá-las pela goela, detestáveis e merecedores de análise a mais profunda e de critica.
E o senhor considera a crítica acerba e viril, proporcional à desfaçatez e à gravidada da ação desses predadores, falta de civilidade de minha parte. Que pena.
Passar bem.

Pode-se não concordar....

PAULO FRANCIS (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

Pode-se não concordar com Cesar Peluso.
Uma coisa entretanto é verdadeira, está entre os melhores Ministros.
Critica e falta de educação são coisas distintas.
O Consultor deveria não permitir baixar o nível dos comentários.

Combate pelo combate

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

De fato, prezado colega Valdecir Trindade, é lamentável se verificar que alguns, ao invés de trazer ao debate argumentos sólidos baseado em fatos e conceituações, partem para o embate pessoal. Não sou simpático à atuação do Ministro Cesar Peluso, por inúmeras razões que já expus publicamente várias vezes, mas não podemos fazer do debate democrático um festival de futricas e agressões pessoais, que procura tão somente combater o homem pelo mero prazer do combate. Tal tipo de atitude em nada colabora em nada com a solução dos problemas. Muito pelo contrário.

CARRANCISMO

Valdecir Trindade (Advogado Autônomo - Trabalhista)

Carrancismo é o modo de proceder do carranca. E carranca trata-se do semblante sombrio, fechado, carregado, com aspecto de mau humor. Tá no Aurélio. Creio que essa qualificação cabe bem ao professor e ao Mig77 (anônimo). Veja-se que ambos divorciam-se do debate das idéias e filiam-se às agressões pessoais e morais. Entendo que a Procuradoria da República tem o dever de requisitar as identidades de embos os "comentaristas" e fazê-los responder na justiça pelas suas imprecações. Concordo com o Magist2008 e com o Consultor. E acrescento, graças a Deus vivemos numa democracia, via da qual podemos resistir aos pretensos vanguardistas e salvadores da pátria.

Neofascistas

Robespierre (Outros)

Os fascistóides como esse juizinho abaixo e o seguidor da Opus Dei e defensor de pedófilos não se vexam de defender o que há de pior no STF. Peluso e Mendes envergonham o direito brasileiro. Acordem, vocês foram derrotados novamente e não adianta espernearem.

Muito bem...o que temos aqui????

Mig77 (Publicitário)

ora...ora...não seria, de novo, o juizinho(de 1a. instância) claro, com o asco (não vou colocar o nome dele para não dar cartaz) mas é um nome muito bonito, gay, mas muito bonito, agarrado no saco "imperial" do minúsculo magistrado.A ditadura acabou moças, não volta mais e se voltasse seria prazeiroso enfrenta-las nas ruas.Não sou petista, votei na Dilma e digo que a doença de vcs não tem nada a ver com partido político.É moral.Perdoe-os professor, é a velha direitinha de merda, perdida, cansada de apanhar nas urnas, sem ter o que fazer...

Ups!

Richard Smith (Consultor)

Ups! "hora" e não "ora". Sorry!

Agradecimentos

Richard Smith (Consultor)

Obrigado, caro amigo Magist_2008, porque nem sempre dá saco esculhambar o nosso caro e inefável "fessô" PeTralha, etc. (que de matemática não deve ser, pois segundo o tipo, para quem ante supostos 87% de aprovação do Molusco sem-dedo - aquela velha lenda propagada pelo sempre atuante PIG - Partido da Imprensa Governista - seriam apenas 4% os descontentes).
O estalinista, que possui um afeto quase erótico pelo nefelibata e sua marionete, deve ser discípulo daquele tal de NAIR - na realidade Roberto Lyra Jr. que instituiu na UnB, nos anos 70/80, o famoso NAIR, que pode ser traduzido pomposamente como "Nova Escola Jurídica Brasileira" e que gerou o não menos famoso "Direito Achado na Rua" (porcerto pelas sras. progenitoras dos seus propugnadores, quando "em serviço") que pretende libertar o Direito do seu legalismo (?!!!).
Há então que tentar explicar ao tipo, que o Direito é achado na Lei e que magistrados não devem ir às ruas consultar a patuléia a fim de beber da sua pretensa "sabedoria" na ora de julgar.
É que como todo PeTralha/Leninsita/Gramsciano eles se acham "intérpretes", "líderes" e "vanguarda" do povo a que sodomizam!
Querem, supostamente, achar o Direito na "rua", para largá-lo, certamente, na sargeta!
Mas, como todos nós de bom senso sabemos, essa fauna é incorrigível. Resta-nos apenas então, desnudá-los e expormos a sua face cretina e autoritária à multidão dos desorientados de hoje.
Um abraço.

Ao "fessô" petralha:

Directus (Advogado Associado a Escritório)

Se todos têm direito de se manifestar, nem todos têm a obrigação de ler ou ouvir tamanha besteira, muito coerentemente vindo de um defensor do maior golpista de todos os tempos: o PT.
Por isso, professor de araque, pergunto: por que não te calas?

Peluso golpista

Armando do Prado (Professor)

Esse senhor junto com o GD, digo GM, estão urdindo o golpe que nem os militares ousam mais. Aguardem, pois nos encontrarão pela frente. 1964 nunca mais!

Gilmar menos especuloso

Armando do Prado (Professor)

O Judiciário precisa ir às ruas. Peluso procure conversar mais com seu par, Joaquim Barbosa, pois o senhor continua sofrendo influência do nefasto GD, digo GM.

importante que o STF apóie a advocacia pro bono também

analucia (Bacharel - Família)

importante que o STF apóie a advocacia pro bono também e estimule uma rede privada de atendimento aos carentes, sem monopólio de pobre pela Defensoria como está sendo atualmente na gestão do PT.

Comentar

Comentários encerrados em 17/01/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.