Consultor Jurídico

Notícias

Toque de recolher

Menores de Fernandópolis não podem sair depois das 23h

Comentários de leitores

9 comentários

O Pequeno Príncipe Liberticida

Simone Andrea (Procurador do Município)

Sua Alteza, Evandro Pelarin, aquele mesmo que mandou uma mãe assistir aulas junto com a filha, como se a mulher (mãe) tivesse mais deveres do que o homem (pai): a Constituição e a isonomia foram jogadas no lixo por quem lhes deveria respeito acima de tudo. E, pior, com o apoio de profissionais do Direito, que deveriam, por formação e ofício, insurgir-se contra os sucessivos atos autoritários desse aspirante a monarca absoluto. Em Direito, os fins não justificam os meios. Meus cumprimentos ao Delegado de Polícia Ari Carlos, pelas sábias palavras.

SERIA CÔMICO SE NÃO FOSSE TRÁFICO

Delegado Ari Carlos (Delegado de Polícia Estadual)

Absurda decisão essa. E o direito de ir e vir dos adolescentes? Proibir todo e qualquer adolescente de sair de casa após as 23 horas é uma tremenda violação à Constituição Federal. A Portaria do Magistrado será facilmente burlada, pois certamente os jovens procurarão cidades vizinhas, onde o "toque de recolher" não existe. Neste casos terão que solicitar "salvo conduto" para não serem detidos por Policiais; Conselheiros Tutelares em treinamento e Oficiais de Justiça, quando estiverem indo ou voltando de cidades vizinhas.
Não seria o caso do fiscalizar quem vende, não só álcool, mas qualquer substância que cause dependência física e psíquica aos adolescentes e a eles aplicar a lei com vigor?
Lamentável que o Tribunal de Justiça tenha "homologado" tamanha ilegalidade.
Com a palavra o Ministério Público, a quem caberá recorrer desta decisão.

Concordo...

Agoraeutomoposse (Outros)

com os dizeres do prof. Marcelo Lima. As demais opiniões não passam de mero puxa-saquismo.

Ordem e Progresso

wAilson (Investigador)

Grande magistrado mão de ferro! isso deveria ser estendido a todas as cidades do Brasil. Quem sabe outros juizes o acompanhe.

Grande magistrado!

Ricardo T. (Outros)

Conheço o trabalho realizado em Fernandópolis, uma vez que fui juiz em Jales (cidade vizinha)e, assim, posso dizer: parabéns Doutor Evandro, um juiz abnegado em favor da sociedade.Registro que há muito ele vem desenvolvendo um trabalho brilhante. Aliás, desde que ingressou na carreira de juiz. Alex Ricardo dos Santos Tavares - Juiz da 1a Vara Cível da Comarca de Barretos

Calma com o andor

Marcelo Lima (Professor Universitário)

Primeiro em relação aos bares e restaurantes que vendem bebidas alcoolicas aos adolescentes. Estes é que devem ser punidos caso sejam localizados adolescentes ingerindo bebidas alcoolicas. Pensar diferente é a grosso modo punir os usuários de substância entorpecentes e liberar os traficantes.
Segundo, quais as medidas serão tomadas em relação aos pais?
Terceiro, "treinar o conselho tutelar para correr atrás dos menores" não é raciocínio jurídico de quem conhece o direito da criança e adolescente.
Quarto, vamos logo estender a medida e proibir que qualquer pessoa, adulto ou não, fiquem nas ruas após as 23 horas, certamente haverá uma redução de alcoolismo, de prostituição, de consumo de drogas, de crime, em suma, sanear a cidade.

... essa proibição ...

Luiz Eduardo Osse (Outros)

... deveria se estender a todos os jovens de todo o Brasil!

Ausência

Carlos Gama (Outros)

Com tanto para ser resolvido, com tantas questões onde o MP deveria estar atuando efetivamente, vão eles tentar interferir em situações que estão se mostrando funcionais e válidas.
O exemplo desta comarca e de outras, pelo Brasil, que estão adotando as mesmas medidas, deveria ser seguido, mostrado e apoiado, porque não há mais limites para o desencaminhamento da juventude.

Ausência

Carlos Gama (Outros)

Com tanto para ser resolvido, com tantas questões onde o MP deveria estar atuando efetivamente, vão eles tentar interferir em situações que estão se mostrando funcionais e válidas.
O exemplo desta comarca e de outras, pelo Brasil, que estão adotando as mesmas medidas, deveria ser seguido, mostrado e apoiado, porque não há mais limites para o desencaminhamento da juventude.

Comentar

Comentários encerrados em 13/01/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.