Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Troca de mãos

Dilma Rousseff é empossada em Brasília

Dilma Rousseff faz o primeiro pronunciamento como presidente eleita do Brasil - Marcello Casal Jr/ABr

Dilma Vana Rousseff inaugura um novo período na história política do Brasil. Ela é a primeira mulher a assumir a Presidência do país. Com o vice-presidente, Michel Temer, ela fez o juramento e assinou o termo de posse. A cerimônia aconteceu na tarde deste sábado (1º/1), e foi conduzida pelo presidente do Senado, José Sarney. Também esteve na mesa o presidente do Supremo Tribunal Federal, o ministro Cezar Peluso.

Em seu discurso, Dilma se comprometeu “a honrar as mulheres, proteger os mais frágeis e governar para todos”. Dilma disse, ainda, que conta com a participação de todos para seguir fortalecendo a democracia e a instituições do país. Reforçou que seu governo irá assegurar os direitos e garantias individuais, preservando a liberdade de culto e religião e a imprensa e a opinião pública. “Prefiro o barulho da imprensa livre ao silêncio da ditadura”, relembrou a frase de campanha. Também destacou ser “amante da mais plena democracia e dos direitos humanos”.

A presidente disse ainda que em seu governo os órgãos de controle e investigação terão todo seu respaldo para atuar com firmeza no combate à corrupção. Ela disse que seu principal objetivo será a erradicação da miséria, a continuidade e o avanço do governo de Luiz Inácio Lula da Silva.

O presidente do Senado José Sarney, em seu discurso, também destacou o fato de empossar a primeira mulher. E destacou que ela governará com um “grande jurista”, Michel Temer. Na cerimônia estiveram presentes autoridades brasileiras e internacionais. Também compareceu à posse o bispo Edir Macedo, dono da Record.

Revista Consultor Jurídico, 1 de janeiro de 2011, 17h08

Comentários de leitores

1 comentário

Linhares?????

Armando do Prado (Professor)

Chaer, por favor, oposição tem limite. Com separação, divórcio e novo casamento lhe parece que Linhares permaneceu?

Comentários encerrados em 09/01/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.