Consultor Jurídico

Comentários de leitores

5 comentários

A Lógica faz prevalecer a verdade

San Juan (Consultor)

O raciocínio lógico de Christopher Hitchens, aglutinando idéias, dogmas e fatos históricos, conclui e demonstra que as religiões não influem nos atos dos homens para torná-los benéficos à humanidade, mas só o medo do desconhecido tem esse poder sobre a mente humana. Sob esse foco, também demonstra como cada religião procura nos impingir o seu Deus como sendo o único "verdadeiro", fato que, obviamente, não resiste à mas simples crítica cartesiana.

Na moda

Observador.. (Economista)

Está na moda relativizar, criticar e mesmo atacar o papel das religiões ( principalmente a católica ) mundo afora.
Repercutindo apenas as falhas, as misérias e as deformações perpetradas pelo homem em nome ( ou se escondendo por trás ) desta ou daquela religião.Uma mistura de soberba de alguns tolos, com oportunismo ideológico de alguns espertinhos.
Como os nazistas fizeram há pouco tempo ( em termos históricos ).Dispo vc de sua moral, de sua ética, de sua religião, de seu nome e até de suas roupas.Assim fica mais fácil oprimi-lo, manipula-lo, ou mesmo aniquilá-lo.

excelente comentario

ricardo leite (Juiz Federal de 1ª. Instância)

Concordo com os comentarios feitos pelo Dr. Luiz Pereira. Nao e verdade que a religiao nao melhora as pessoas. O que por vezes acontece e que ha somente uma adesao a religiao e nao verdadeiramente uma conversao. a adesao se insere na conveniencia de vida e nao em um autentico esforço diario para realizar a vontade de Deus. A proposito, vi que o Dr. Luiz Pereira e aluno do filosofo Olavo de Carvalho, e em tempo breve espero ser seu colega.

A importância da religião na vida moral e ética do humano

Ferracini Pereira (Advogado Autárquico)

2 Parte
A religião nunca fez ninguém se comportar melhor.
Apesar de alguns fundamentalistas se comportarem ao contrario (fora do espírito semântico dessa moral escolhida) como mandam esses bons comportamentos, a conclusão de "A religião nunca fez ninguém se comportar melhor" é falsa, e não pode ser concebida segundo o discurso acima a não ser no mundo animal irracional onde a moral não existe. Desde os clássicos é salutar, a virtude e a Ética, pelas quais se não fossem por meio da religião o homem continuaria uma besta fera. Logo, devemos muito as religiões na formação e caráter do homem. Esse discurso é sem sentido de contexto e deve ser desmontado por falta de coerência lógica e ainda pela falta de bom senso, esclarecendo-se que somente a forma do raciocínio utilizada (dedução está correta), mas com universal falsa pela qual não pode levar a conclusão nem mesmo em particular verdadeira.
Luiz Alberto Ferrarini Pereira,
Advogado, escritor e filósofo.
Aluno de atualização de Filosofia clássica do curso Olavo de Carvalho USA

A importância da religião na vida moral e ética do humano

Ferracini Pereira (Advogado Autárquico)

1 Parte
A religião nunca fez ninguém se comportar melhor.
Esta premissa é falsa porque parte de um todo (universal) para um fato particular. Sabemos que as religiões foram criadas pelas várias culturas. Porém não se pode concluir não poder ela causar (principio da razão suficiente) “um comportamento bom, humano, típico de seres em evolução e que necessitam sair do mundo da natureza para o mundo social (convenção social)”. Se não existisse a moral cristã, budista, mulçumana, enfim qualquer uma com fundamento na religião (religare), o homem seria ainda "bicho". Ainda assim, muito estão nessa situação. Lendo Freud "Fruto de uma Ilusão, lemos a frase "O ser humano não pode permanecer eternamente criança", é preciso enfim aventurar-se no universo hostil" (IX). Ora, como ser um animal humano racional dócil? Como devo agir, como devo ser? Como devo fazer fora do mundo natural, mas dentro do social? Deste modo, como viver em uma sociedade por meio de uma conduta humana racional?, diante da insuportável miséria humana? Claro que religião tem um importante papel nesse contexto que é a sua moral.

Comentar

Comentários encerrados em 7/01/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.